A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
GESTÃO DE RISCOS FINANCEIROS

Pré-visualização | Página 1 de 2

GESTÃO DE RISCOS FINANCEIROS
AV1 
1 – Taxa associada a possiblidade de um evento ocorrer ou não. É a possibilidade de ganho ou perda em uma determinada aplicação. Risco
2 – O Risco de Mercado pode ser dividido em quatro grandes áreas: risco de mercado acionário, risco de mercado de câmbio, risco de mercado de juros e risco de mercado de commodities.
3 – O Risco Legal está relacionado a possíveis perdas quando um contrato não pode ser legalmente amparado. 
4 – O controle do Risco se constitui em um programa de prevenção de perdas, reduzindo tanto a frequência como a severidade dos acidentes. 
5 – Com o aumento da taxa de juros, o duration de um ativo financeiro: diminui 
6 – Mede a elasticidade do preço em função da taxa de juros. Duration Modificado
7 – Calcular o ativo de menor risco pelo critério do coeficiente de variação dentre os ativos abaixo: CV – DP/média
Ativo C: com retorno de 12% e dp de 2% - Menor desvio padrão e maior retorno
8 – As empresas A e B atuam no mesmo setor. O retorno da ação A é de 10% e o seu desvio padrão é de 2%, enquanto a ação B é de 15% com desvio padrão de 5%. Podemos dizer que sob a ótica do coeficiente de variação que CV = DP/Retorno
O ativo B é mais arriscado que A
9 – Não há ajuste diário nem intercambialidade de posições, ficando os intervenientes vinculados um ao outro até a liquidação do contrato. 
Mercado a Termo
10 – Considere a equação SML = 6%+5%B. De acordo com esta equação, sedo B=0,8 o retorno do ativo será de: 10%
Aula 1
1 – Risco relacionado a possíveis fugas no mercado financeiro: Financeiro
2 – Risco de mercado existe em decorrência da possibilidade de ocorrerem perdas mediante movimentos adversos no mercado. 
3 – Ao compararmos dois títulos A e B, verificamos que o título A possui um título de cupom maior que o B de mesmo prazo de vencimento, assim o duration do título A será: menor que o de B.
4 – Risco que engloba os dados sobre a denominação e alocação do ativo e passivo, estrutura de maturidade das contas no balanço patrimonial e fluxos de caixa: contábil
5 – Taxa que se espera obter em um investimento, dados pelas médias das probabilidades de resultados possíveis. Taxa de Retorno
6 – Taxa associada a possibilidade de um evento ocorrer ou não. É a possiblidade de ganho ou perda em uma determinada aplicação: Risco
Aula 2
1 – O risco legal está relacionado a possíveis perdas quando um contrato não pode ser legalmente amparado. 
2 – O controle de risco, se constitui em um programa de prevenção de perdas, reduzindo tanto a frequência como a severidade dos acidentes. 
3- A análise de riscos consiste num exame sistemático de uma instalação para identificar os riscos presentes e formar uma opinião sobre ocorrências potencialmente perigosas e sias possíveis consequências. 
4 – O risco operacional está relacionado a possíveis perdas como resultado de sistemas e/ou controles inadequados, falhas de gerenciamento e erros humanos.
5 – Para entender e medir possíveis perdas devido às flutuações do mercado, é importante identificar e quantificar o mais corretamente possíveis as volatilidade e correlações dos fatores que impactam a dinâmica do preço do ativo. Diante dessa afirmativa, podemos entender que estamos identificando que tipo de risco? Risco de Mercado
Aula 3
1 – Mede a elasticidade do preço em função da taxa de juros. Duration Modificado
2 – O Yeld to Maturity é o rendimento efetivo dos títulos de renda fixa até o vencimento. Também é denominado: Taxa interna de retorno 
3 – Nos títulos que não possuem pagamento de cupom, seu duration corresponde 
Ao prazo do título
4 – Medida de sensibilidade do preço do título a pequenas variações nas taxas de juros 
Modify Duration
5 – Com o aumento das taxas de juros, o duration de um ativo financeiro:
Dimunui 
6 – O Duration é uma medida de: tempo 
Aula 4
1 – Este método consiste em gerar cenários hipotéticos que venham a causar grandes variações no valor total da carteira e à partir destes cenários possamos obter a medida do VaR, saindo assim da condição de normalidade da economia.
Teste de Stress
2 – O risco de mercado depende do comportamento do preço do ativo diante das condições de mercado. 
3 – Quando ocorre um aumento na taxa de juros do mercado, o valor presente de um título:
Diminui
4 – Risco específico de uma empresa ou setor que pode ser dirimido através da compra de ativos de empresas de outros setores econômicos. 
Risco diversificável
5 – Uma carteira é composta de dois ativos. Quando a correlação entre esses ativos for positiva fara com que o risco de carteira seja: maior
6 – Uma carteira aplica 20% na ação A, 30% na ação B e o restante na ação C. Os retornos de A,B e C são de respectivamente 8%, 10%, e 5%. Qual será o retorno médio da carteira?
5%
Aula 5
1 – Estratégia financeira caracterizada pela possibilidade de troca das taxas de juros ou índices contratados, incidentes num determinado período, ou seja, duas partes trocam fluxos de pagamentos futuros. Swap
2 – São valores mobiliários cujos valores e características de negociação estão amarrados aos ativos que lhes servem de referência, comumente denominados commodities derivativos
3 – Se uma espécie de caução que o investidor tem que depositar para entrar no mercado futuro: margem de garantia
4 – Calcule a taxa requerida de retorno de um título, usando a abordagem CAPM, sendo a taxa livre de risco igual a 8%, o retorno médio do mercado 12% e o beta da ação 1,2. Ra=Rf+B(Rm-Rf) 12,8%
5 – Quando o retorno do ativo equivale ao retorno livre de risco, esse tende a apresentar um beta: igual a zero
6 – Considere a equação SML: Ra=6% +5%B. De acordo com esta equação, sendo B=0,8 o retorno do ativo será de: 10%
Aula 6
1 – Covariância é um momento conjunto de primeira ordem das variáveis aleatórias X eY, centrados nas respectivas medidas. É a medida do grau de interdependência ou inter-relação numérica entre elas. 
2 – Uma carteira de investimentos é composta por 40% dos Ativo A que tem rendimento projetado de 8% para este ano e 60% do ativo B, com rendimento projetado de 12% no mesmo período. Calcular o retorno esperado desta carteira neste ano. 
3 – A teoria de Markowitz objetiva determinar o conjunto de carteiras que vão compor a chamada fronteira eficiente. Para isso é preciso estudar como se comportam o retorno esperado e o risco de uma combinação de títulos. 
4 – É uma medida estatística que identifica como duas variáveis (no nosso caso os retornos dos ativos) se comportam conjuntamente, ou seja, indica como as variações em uma podem induzir variações na outra variável. Covariância
5 – Tem por objetivo apresentar como uma variável se relaciona com outras variáveis em uma mesma população. Correlação
6 – Uma carteira é composta de 50% pelo ativo A, 30% pelo ativo B e 20% pelo ativo C. O retorno do ativo A é de 5%, do ativo B 9% e do ativo C 10%. Calcular o retorno esperado da carteira. 7,2%
Aula 7
1 – Os problemas de descasamento exigem uma estratégia de proteção financeira para compensar os riscos. Esta proteção é chamada de hedge
2 – O mercado de commodities em que os negócios são realizados com pagamento a vista e entrega imediata de mercadorias: spot 
3 – Neste mercado não há ajuste diário nem intercambialidade de posições, ficando os intervenientes vinculados um ao outro até a liquidação do contrato. A termo 
4 – Mercado cujas operações não são negociadas em bolsa, pois são acordos particulares entre duas instituições financeiras ou entre instituição financeira e seu cliente. A termo
5 – Os derivativos constituem o instrumento de mercado mais eficaz para eliminar o risco da variação de preços dos bens econômicos, permitindo a permuta desses riscos (ou sua transferência para os especuladores), sendo esta a sua função básica. 
6 – É um instrumento de Hedge

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.