Direito do Consumidor - Aula 05 V
3 pág.

Direito do Consumidor - Aula 05 V


DisciplinaDireito do Consumidor10.457 materiais41.853 seguidores
Pré-visualização3 páginas
DIREITO DO CONSUMIDOR
1a Questão
Acerca da responsabilidade pelo vício do produto e do serviço, da oferta e publicidade e da proteção
contratual, assinale a opção correta à luz do CDC, do entendimento doutrinário sobre o tema e da
jurisprudência do STJ.
2a Questão
05 FCCTJ-SE Juiz Substituto (0,5) Assinale a alternativa que atende, com fundamento nos princípios
do direito do consumidor, ao enunciado que decorre do ¿princípio da informação¿:
a)A informação decorre de o consumidor ser o elemento mais fraco da relação consumerista,
por não dispor do controle sobre a produção dos produtos, consequentemente acaba se
submetendo ao poder dos detentores deste controle, no que surge à necessidade da criação
de uma política jurídica que busque a minimização dessa disparidade na dinâmica das relações
de consumo.
d) O princípio da informação, que emana da necessidade da adequação dos produtos e
serviços ao binômio,qualidade/segurança, atende aos objetivos da Política Nacional das
Relações de Consumo, e consiste na atenção de eventuais problemas dos consumidores, no
que diz respeito à sua dignidade, saúde e segurança, a proteção de seus interesses
econômicos e a melhoria da sua qualidade de vida.
O princípio da equidade, que emana da necessidade da adequação dos produtos e serviços ao
binômio,qualidade/segurança, atende aos objetivos da Política Nacional das Relações de
Consumo, e consiste na atenção de eventuais problemas dos consumidores, no que diz
respeito à sua dignidade, saúde e segurança, a proteção de seus interesses econômicos e a
melhoria da sua qualidade de vida.
b) A informação é um direito na seara consumerista que já vem desde a antiguidade,
como nas Leis das XII Tábuas, que exigia do vendedor uma obrigação de
transparência, determinando que este definisse as qualidades essenciais de seus
produtos e proibindo-o de fazer publicidade mentirosa; de uma forma mais evoluída
o princípio da informação exige que o consumidor seja informado em todos os
aspectos que envolvem o ato de comprar, de adquirir bens ou serviços, para que este
não venha a ser lesado quando desejar adquirir o bem da vida.
c)O Princípio da informação, nas relações de consumo, refere-se à reparação por danos pelo
fato do produto, e, orienta as práticas comerciais, a publicidade, e a proteção contratual,
merecedora de especial destaque, que considera nulas de pleno direito, cláusulas contratuais
que sejam incompatíveis com a boa-fé e equidade.
3a Questão
Assinale a alternativa Incorreta. O direito à informação, como um direito básico do consumidor está
justificado devido a (ao):
Fato do povo brasileiro não ter um nível mínimo de educação comparado ao dos
países desenvolvidos.
Opção do legislador brasileiro em proteger a parte mais fraca da relação em alguns ramos do
direito, como também ocorre no Direito do Trabalho.
Intervencionismo estatal adotado pelo legislador pátrio nas obrigações oriundas das relações
de consumo.
Hipossuficiência do consumidor que consiste nas suas carências mentais e econômicas frente
ao fornecedor.
Dever legal do fornecedor de prestar esclarecimentos, informações e até educação ao
consumidor.
4a Questão
(ANS 2007 - FCC - ANALISTA EM REGULAÇÃO - ESPECIALIDADE DIREITO) A empresa "Chá-Bar Ltda."
foi contratada para prestar serviço de buffet de pratos quentes na festa que seria realizada na
residência de Alexandre. O gerente que representou a empresa na contratação, ciente do perigo,
deixou de alertar Alexandre, mediante recomendação escrita ostensiva, sobre a periculosidade do
serviço a ser prestado, consistente na utilização de botijões de gás co mo combustível dos fogareiros
que seriam distribuídos pela empresa "Chá -Bar Ltda." na residência, d urante a festa. No decorrer d a
festa, um dos botijões veio a explodir, ferindo os convidados que estavam no local. De acordo com a
Lei no 8.078/90, o g erente da empresa "Chá-Bar Ltda." poderá ser condenado por meio de processo
judicial criminal por crime doloso, à pena de:
reclusão de cinco meses a três anos e multa.
reclusão de oito meses a três anos e multa.
detenção de seis meses a dois anos e multa.
reclusão de cinco meses a um ano e multa.
detenção de quatro meses a três anos e multa.
5a Questão
Victor presenteou seu filho Victor Jr. com uma gar rafa de vinho adquirida na empresa Sierra. C omo
o produto estava estragado, Victor Jr. teve que ser internado, depois ajuizando ação contra Sierra.
Em contestação, alegou-se inaplicabilidade do Código de Defesa do Consumidor. A alegação
Vitor JR. não é consumidor pois inexiste relação de compra e venda co m o fornecedor que
demonstre a legitimidade de parte em eventual ação judicial nos juizados especiais cíveis.
procede, pois apenas o adquirente direto é considerado consumidor, ainda que não se trate
do destinatário final do produto.
não procede, porque, indiretamente, Victor Jr. foi adquirente do produto. Porém, Sierra não
tem responsabilidade porque houve culpa exclusiva da vítima, que consumiu produto nocivo à
saúde.
não procede, pois, ainda que Victor Jr. não tenha adquirido, por si, o produto,
equiparam-se a consumidor, para fins de responsabilização civil, todas as vítimas
do evento danoso.
procede, porque, para fins de aplicação do Código de Defesa do Consumidor, não se
considera produto o bem nocivo à saúde.
6a Questão
A respeito da publicidade enganosa ou abusiva, aponte a opção cor reta:
É enganosa qualquer modalidade de informação ou comunicação de caráter publicitário que
apresente texto discriminatório.
A publicidade pode ser abusiva por omissão quando deixar de informar sobre d ado essencial
do produto ou serviço.
Descrever que determinada água mineral é diet é considerado publicidade
enganosa.
É abusiva, dentre outras a publicidade discriminatória de qualquer natureza que apresente
informações incorretas a respeito do produto.
O ônus da prova da veracidade e correção da informação ou comunicação publicitária cabe a
quem denunciou a propaganda
7a Questão
No fornecimento de produtos ou serviços que envolvam outorga de crédito ou concessão de
financiamento ao consumidor, o fornecedor deverá, entre outros requisitos, informá-lo prévia e
adequadamente sobre determinados assuntos, EXCETO:
Montante dos juros de mo ra e da taxa efetiva anual de juros.
Multas de mora decorrentes de valor de prestação superiores a dez por cento.
Número e periodicidade das prestações.
Preço do produto ou serviço em moeda corrente nacional.
Que na hipótese de pagamento antecipado dos valores objeto do empréstimo, tem direito ao
abatimento proporcional dos juro s e encargos contratuais.
8a Questão
Uma mensagem p ublicitária considera-se abusiva quando
a) tiver finalidade ideológica ou política.
c) deixar de informar o consumidor sobre dado essencial do produto ou serviço.
d) for patrocinada pelo Poder Público.
e) desrespeitar valores ambientais.
b) induzir em err o o consumidor.