A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
16 pág.
TABAGISMO

Pré-visualização|Página 1 de 16

TABAGISMO
Abuso do consumo de cigarros e suas consequências no Brasil
e no mundo.
Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Departamento de Ciências Biológicas UFMS CPTL
Disciplina: Ambiente, saúd e e sociedade.
Mariana Ro drigues
Vitória Luíza Damasceno

O tabagismo, dentre todos os fatores ambientais do século, certamente
representa o mais vil e ameaçador de todos, representando o
maior fator de risco para o desenvolvimento de tumores
malignos (um terço de todos os casos), doenças pulmonares, doenças
cardiovasculares, doenças cerebrais entre outras.
Calcula-se que 100 milhões de mortes foram causadas pelo tabaco no
século XX segundo dados da Organização Mundial de Saúde.
Paradoxalmente, é o único produto legal que causa a morte da
metade de seus usuá rios regulares. Isto significa que de 1,3 bilhão de
fumantes no mundo, 650 milhões vão morrer p rematuramente por
causa do cigarro.

Doenças Autoadquiridas com o uso de cigarro.
Estudos mostram que o hábito de fumar é um fator de risco para
quase 50 doenças diferentes. O tabagismo é responsável por:
25% das mortes por doença coronarian a (angina e infarto do
miocárdio)
45% das mortes por infarto na faixa etária abaixo de 65 anos.
85% das mortes por bronqu ite crônica e enfisema pulmonar
25% das doenças vasculares (entre elas AVC).
90% dos casos de câncer no pulmão
30% das mortes decorrentes de outros tipos de câncer (de boca,
laringe, faringe, esôfago, estômago, pâncreas, fígado, rim, bexiga, colo
de útero, leucemia).
Fonte: Instituto lado a lado pela vida.