A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
apol sexualidade 100

Pré-visualização|Página 1 de 2

Se x ua li da de huma na apol
1-Embora os est udos de F re ud ( 190 5) , te n ham se co nce ntrado na se xua li da de
adul ta , s u as obse r vaçõe s o co n d uz i ram a est ud ar da se xuali dade in fa nti l , na
busca d a compree ns ão d a ori ge m d os p roblemas e moci onai s detec tad os. Ne ste
estudo pode mo s i de nti fi ca r como fase da se xuali d ade h uma na , p ara F re ud
: Assi na le a a l ter nati va co r reta:
C fase oral , fase a nal , fase fáli ca, la tê nci a, fase ge ni tal
2- O papel da esco l a em di fere ntes c o nte xtos hi s tóri cos , tem for te i nf l uê nci a da
soci eda de , i nflue nci ando ta mb ém a fo rma como a soci ed ade se o rg a ni za. S e ndo
assi m, po de - se a fi rmar :
A. A esco la de vem ter s uas a ções pa utadas no a j ustame nto de co mp orta mentos
B . Na b usca de i nco rp orar o s a ntes e xcl dos , pre ci sou to r na r - se di versa
C . A esco la precisa a ncorar -se p or uma ab ordagem pl urali sta .
D . É impor tante q ue a nossa li ngua ge m rea fi rme um posi ci o name nto não se xi sta e
i ncl usi vo
E . No traba l ho com a se xualida de a esco la preci sa desco nsi derar as q ues tões
bi oló gi cas.
Assi na le a a lter na ti va corre ta:
B- B, C, D ap e na s
3- Se ndo a se xua li dad e uma cons tr ução socia l , não é poss íve l compree nd ê - l a
di ssoci ad a d e um co nte xto sóci o - hi stó ri co. S e nd o a ssi m, F oc aul t (1993) , e vi d e nci a
a co mp re e n o d a se xuali d ade nos séc ulos X V I II e X IX . De sta forma, é poss ível
afi rma r:
Assi nale a a lte r na ti va co rre ta:
B- O se xo era vi vi do na cla ndesti ni dad e , d i ssoci ando o li ci to do não l íci to e
i nte nsi fi ca ndo as relações e nt re se xo e po der.
4- A fa lta de acei tação do i ndi víd uo, o u gr upo , que não se adeq ua aos va lores, o u
padrões previ ame nte es ta bele ci dos socialme nte, ge ra m :
A n áli se as se nte nças abai x o e marq ue (V) p ara as ve rdadei ras e ( F ) pa ra as f
al s a s .
( ) Ho s ti lida de a um g r up o
( ) a ve rsão
( ) tole râ nci a

( ) a mabi li d ade
( ) co ncei tos corretos
Assi nale a a lte r na ti va co rre ta:
C V ,V , F,F, F
5- A se xuali d ade pode se r e nte ndi da como uma forma de vi ver do ind i d uo , se ndo
const ruída hi stori ca me nte . P ode - se a fi rmar, p or ta nto:
A. Nã o res ul ta de uma esco lha raci ona l d o ind i d uo.
B. O fato r b i ológi co é de termi nante na orie ntação se xua l .
C . É res ul tado de comple xos fa to re s, de nt re e les a e xperiê nci a soci al d o ind i d uo.
D . Não e xi ste co ne xã o e ntre compo r tame nto , dese jo e ide nti d ade .
E. O pa pel so ci al é i mporta nte na o ri e nta ção sexua l .
As alte r nati vas corre tas são:
B A s a lte r na ti va s A , C,E e s tã o co r retas