Av1 EDUCAÇÃO FÍSICA NAS UNIDADES E PROGRAMAS DE SAÚDE 2015.1
3 pág.

Av1 EDUCAÇÃO FÍSICA NAS UNIDADES E PROGRAMAS DE SAÚDE 2015.1


DisciplinaEducação Física nas Unidades e Programas de Saúde352 materiais1.492 seguidores
Pré-visualização1 página
15/06/2015 BDQ Prova 
http://bquestoes.estacio.br/bdq_prova_resultado_preview_aluno.asp 1/3 
 
Avaliação: SDE0275_AV1_201408123045 » EDUCAÇÃO FÍSICA NAS UNIDADES E PROGRAMAS DE SAÚDE Tipo de 
Avaliação: AV1 
Aluno: 
 Professor: MONICA SILVA FERREIRA MIGUEL Turma: 
Nota da Prova: 7,5 de 8,0 Nota do Trab.: 0 Nota de Partic.: 2 Data: 27/04/2015 
 
O Profissional de Educação Física do projeto Academia da Saúde programou um encontro com as crianças da 
comunidade para elaborarem atividades físicas para prevenção da obesidade infantil. Esta ação se caracteriza como: 
Educação em Saúde 
Tratamento da doença 
Treinamento em saúde 
Recreação 
Promoção da saúde 
 2a Questão (Ref.: 201408309674) Pontos: 0,0 / 0,5 
As mudanças no sentido de ter, manter e reivindicar por saúde ocorre quando: 
Ocorrem mudanças desejáveis para melhoria da qualidade de vida individuais 
 Há discussão, a reflexão crítica, a partir de um dado conhecimento sobre saúde/doença 
 Chega-se a uma concepção do que determina a doença em realidades individuais 
O indivíduo e a equipe de saúde participam de decisões individuais 
Resolvem problemas de doença sem modificar qualquer realidade 
 
O profissional de Educação Física preocupado com capacitação de um grupo de idosas para a desenvolver seu 
potencial de saúde deverá: 
Adaptar às necessidades locais priorizando as possibilidades nacionais 
Promover estilos de vida e oportunidades que permitam opções saudáveis 
Envolver o grupo de idosas em detrimento ás famílias 
Garantir bens e serviços com igualdade independentes das necessidades individuais 
Implantar suas ações num meio favorável sem acesso à informação 
 
O grande desafio da promoção à saúde enfrentado pelo Profissional de Educação Física em sua intervenção na saúde, 
principalmente no contexto brasileiro é a de mudança de cenário de desigualdade social onde a luta por saúde, 
deverá equivaler à: 
 1 a Questão ( Ref.: 201408310578) Pontos: 0 , 5 / 0 , 5 
 3 a Questão ( Ref.: 201408310623) Pontos: 0 , 5 / 0 , 5 
 4 a Questão ( Ref.: 201408310974) Pontos: 0 , 5 / 0 , 5 
 
 
15/06/2015 BDQ Prova 
http://bquestoes.estacio.br/bdq_prova_resultado_preview_aluno.asp 2/3 
Prevenção de doenças 
Prescrição de exercícios 
Reabilitação 
Transformações do ambiente sanitário com a elaboração de redes de esgoto Empoderamento 
para a melhoria da qualidade de vida 
 
O sedentarismo tem se mostrado um grande problema epidemiológico nas sociedades atuais. Para a promoção da 
saúde, a partir da adoção de um estilo de vida ativo é importante os profissionais de a saúde adotarem práticas que 
possua característica de: 
Conscientização 
Direcionada por profissionais 
Direcionada para adultos 
Controle 
Reprodução 
 6a Questão (Ref.: 201408310983) 
A educação popular é fundamentada no referencial teórico­metodológico de\u37e 
 Moscovici 
 Kant 
 Durkheim 
 Saviani 
 Paulo Freire 
Pontos: 1,0 / 1,0 
 7a Questão (Ref.: 201408311887) 
Além do estilo de vida, quais os aspectos sociais influenciar a qualidade de vida? 
 Atividade física 
 Fumo 
 Relação familiar 
 Salário 
 Alimentação 
Pontos: 1,0 / 1,0 
 8a Questão (Ref.: 201408311892) Pontos: 1,0 / 1,0 
A adoção de um programa de atividade física regular é uma das medidas isoladas mais eficazes que pode o indivíduo 
to¬mar em relação à sua Qualidade de Vida e saúde, porque: 
A tendência ao sedentarismo que hoje observamos é algo que sempre acompanhou o homem 
A maioria das pessoas passa menos da metade do seu tempo (enquanto acordadas) sentadas em algum lugar. 
A atividade física foi essencial para sobrevivência da espécie. 
O sedentarismo é ¿a marca registrada¿ dos indivíduos apenas na faixa etária dos 10 aos 30 anos, O ser 
humano evoluiu como animal sedentário 
 
 
 5 a Questão ( Ref.: 201408311025) Pontos: 1 , 0 / 1 , 0 
 
 
 
15/06/2015 BDQ Prova 
http://bquestoes.estacio.br/bdq_prova_resultado_preview_aluno.asp 3/3 
 
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os resultados da Pesquisa de Orçamentos Familiares 
(POF) e apontou baixos índices de desnutrição (baixo peso para altura): 4% na população em geral, 2,8% em homens 
e 5,2% em mulheres, e com a maior prevalência, 3,5%, na região Nordeste. De acordo com o IBGE, prevalências abaixo 
de 5% são consideradas "compatíveis com a proporção esperada de indivíduos constitucionalmente magros" numa 
população e não necessariamente traduzem estado de desnutrição. A queda na prevalência de desnutrição no Brasil em 
relação a estudos anteriores (do próprio IBGE e outros) foi tendência apontada em 2000 pela FAO (Food and Agriculture 
Organization, das Nações Unidas). 
Por outro lado, foi encontrada alta prevalência de excesso de peso, oito vezes maior que a de déficit de peso: 40,6% 
da população brasileira pode ter IMC de 25 kg/m2 ou mais, 41,1% entre homens e 40% entre mulheres. 
Obesidade (IMC igual ou superior a 30 kg/m2) foi identificado em 11,1% da população, 8,9% em homens e 13,1% em 
mulheres. A FAO, em 2000, já apontava a tendência de aumento das prevalências de sobrepeso e obesidade, 
especialmente devido à alta taxa de pessoas com IMC no limite superior (24 kg/m2), e reconhece ambos como 
problemas de saúde pública no Brasil. 
Com base no que foi exposto, assinale a afirmativa correta: 
 O profissional de educação física é o único responsável pela melhora dos fatores de risco, principalmente os 
relacionados ao IMC e hipertensão. 
 A atividade física contribui para a implantação de políticas de promoção à saúde e auxilia na melhora da 
composição corporal, IMC, DAC, entre outras doenças ligadas aos fatores de risco. 
A atividade física substitui todas as outras formas de prevenção. 
A atividade física atua na prevenção de ambos os dados mas não auxilia no tratamento das mesmas. 
Nos programas de políticas de promoção de saúde, o profissional de Educação Física não direciona suas 
atividades para a melhora do IMC dessa população. 
 
Incidência é uma medidas de frequência utilizadas com o objetivo de informar quantos, entre os sadios, se 
tornam doentes em um dado período de tempo Porque mede a proporção da população que apresenta uma 
dada doença. 
A primeira asserção é uma proposição verdadeira e a segunda é falsa 
A primeira asserção é uma proposição falsa e a segunda é verdadeira 
As duas asserções são proposições verdadeiras e a segunda é uma justiificativa correta da primeira As duas 
asserções são falsas 
As duas asserções são proposições verdadeiras mas a segunda não é uma justiificativa correta da primeira 
Período de não visualização da prova: desde 14/04/2015 até 04/05/2015. 
 
 9 a Questão ( Ref.: 201408249949) Pontos: 1 , 0 / 1 , 0 
 
 10 a Questão ( Ref.: 201408259660) Pontos: 1 , 0 / 1 , 0