Contrato Administrativo e Serviços Públicos - Anotações
9 pág.

Contrato Administrativo e Serviços Públicos - Anotações


DisciplinaDireito Administrativo II6.278 materiais32.438 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Aula 01 -19/05/2015
Contratação Direta
- Caráter excepcional
- Depende de um processo de justificação pelo ordenador de despesas.
- Impropriedade técnica a expressão \u201ccontratação direta\u201d, pois não há licitação, mas há processo administrativo de justificação.
Dispensa
- Competição possível e viável.
- Legislador determinou que o administrador não licita.
- Rol taxativo \u2013 numerus clausus.
Dispensada
- Já se encontra dispensada pela lei.
- Mesmo que o administrador queria ele não pode licitar.
- Art. 17
Dispensável
- Discricionariedade
- O administrador licita se quiser
- Art. 24
*Fracionamento de despesas \u2013 fraude à licitação se evitar a licitação pelo fracionamento. A concorrência deve ser feita toda de uma vez (um único lote).
Inexigibilidade
- Competição inviável
- Art. 25
- Rol exemplificativo
Inviabilidade
Pressuposto lógico \u2013 para haver competição, deve haver pluralidade de fornecedores.
a.1) Singularidade do objeto
- Caráter absoluto
- Caráter pessoal
- Eventos externos
a.2) Singularidade do serviço
- Art. 13
- Notória especialização
a.3) Pressuposto jurídico \u2013 interesse público.
a.4) Pressuposto fático \u2013 interesse de mercado.
* Processo de justificação
Procedimento Administrativo
Fase interna (perante a administração)
Autuação \u2013 dar capa e número do processo, numerar páginas...
Demonstração de necessidade
Reserva de recurso orçamentário
Nomeação de comissão de licitação \u2013 art. 51
Elaboração do edital
- Minuta de contrato
Parecer jurídico
Autorização formal
Aula 02 \u2013 23/05/2015
Procedimento concorrência
Edital
Habilitação
Classificação
Homologação
Adjudicação
Procedimento Pregão
Edital
Classificação
Habilitação
Adjudicação
Homologação
A prova começa daqui \u2193
Contratos Administrativos
Contratos administrativos x contratos da administração \u2013 nem todo contrato da administração é administrativo. Contrato da administração é qualquer contrato com a presença do Estado, que pode ser particular. O contrato administrativo tem as prerrogativas do Estado.
Características:
Participação do Estado
Contrato formal \u2013 princípio da legalidade. No direito administrativo, o formalismo é regra, ao contrário do direito civil.
*Instrumento de contrato.
Contrato consensual \u2013 acordo de vontades. O contrato se aperfeiçoa na assinatura (doutrina majoritária) ou quando entra na licitação (doutrina minoritária).
Contrato comutativo \u2013 direitos e obrigação preestabelecidos.
Contrato personalíssimo \u2013 a lei é omissa e, portanto, não pode. Foram as condições da ganhadora que a fizeram ganhar a licitação (regularidade fiscal etc). O STF só admite a subcontratação se não for a atividade fim, não haver a subcontratação de todo o objeto e a subcontratada deve cumprir os mesmos requisitos da ganhadora. Do contrário, entende-se como fraude a licitação. A subcontratação deve estar prevista no edital e deve ser autorizada pela administração e não se pode subcontratar todo o objeto.
*Subcontratação
Contrato de adesão \u2013 o contratado não pode fazer ressalvas ao contrato.
Formalidades 
Licitações públicas
Exigência de forma escrita \u2013 exceção: pronta entrega e pronto atendimento até o limite de R$ 4 mil (mas é documentado como nota de serviço).
Publicações obrigatória:
- 20 dias da assinatura, desde que não ultrapasse o 5º dia útil do mês subsequente.
- Requisito de eficácia.
Instrumento de contrato
- Obrigatório para os valores das modalidades concorrência e tomada de preço.
- Facultativo para o valor do convite, desde que substituído por outro documento (ordem de serviço ou nota de emprenho).
Cláusulas necessárias \u2013 devem estar escritas no contrato.
- Essenciais \u2013 art. 55.
a) Garantia do contrato administrativo - Forma de prestar é liberdade do contrato
a.1) Caução em dinheiro
a.2) Título da dívida pública
a.3) Fiança bancária \u2013 banco fiador.
a.4) Seguro garantia
 - 5% do contrato
 - 10% se houver riscos para administração
Duração de contrato \u2013 não pode ser com prazo indeterminado.
- Art. 57
- Duração da LOA (um ano)
Exceções:
 I \u2013 Previsão do PPA (plano plurianual).
 II \u2013 Contrato de previsão contínua \u2013 60 meses prorrogável por mais 12 meses.
Aluguel de equipamentos de informática \u2013 até 48 meses.
Dispensa de licitação \u2013 até 120 meses.
Concessão de serviço público \u2013 depende da lei do serviço.
Contrato a título gratuito.
26/05/2015
Cláusulas exorbitantes \u2013 art. 58
- Não são cláusulas necessárias (as necessárias são aquelas que devem constar obrigatoriamente).
- Implícitas.
- Num contrato civil, as cláusulas exorbitantes seriam nulas de pleno direito, como as cláusulas abusivas nas relações de consumo.
a) Rescisão unilateral de contrato.
a.1) Inadimplemento do particular \u2013 não cabe indenização.
a.2) Interesse público.
* Lei 8.987 (concessão de serviço público) dá o nome de caducidade e encampação.
b) Alteração unilateral do contrato \u2013 art. 65.
* Alteração bilateral não é exorbitante.
b.1) Alteração qualitativa \u2013 permitida desde que não altere o objeto total do contrato.
b.2) Alteração quantitativa
- Limite de 25% (redução máxima).
- Reforma ampliativa \u2013 50%
* Alteração bilateral
I \u2013 Regime de execução.
II \u2013 Substituição da garantia.
III \u2013 Forma de pagamento.
* Equilíbrio Econômico Financeiro \u2013 teoria da imprevisão.
I \u2013 Fato do Príncipe
 - Atuação geral e abstrata \u2013 todos são atingidos, contratando com a administração ou com o particular. Ex.: aumento do ICMS.
 - Alteração reflexa \u2013 reflexo da atuação geral.
II \u2013 Fato da Administração
 - Atuação concreta \u2013 atinge apenas quem presta o serviço.
 - Alteração direta \u2013 atinge o contrato diretamente.
III \u2013 Interferência ou sujeições imprevistas
 - Situações preexistentes \u2013 situações desconhecidas pela administração e pelo prestador.
IV \u2013 Caso fortuito e força maior
c) Fiscalização
- Poder / dever
- Art. 71, §1º - administração pública não responde pelos débitos trabalhistas.
* Súmula 331 TST \u2013 revogada; Dizia que respondia pelos débitos trabalhistas.
- STF ADC nº 17
- TST reeditou a súmula e determinou que a Administração Público responde caso seja omissa na fiscalização.
d) Aplicação de penalidades
I \u2013 Advertências
II \u2013 Multa
III \u2013 Suspensão de contratos com o poder público.
 - Atinge os sócios (desconsideração da personalidade jurídica). Os sócios poderiam abrir outra empresa e atuar no mesmo ramo.
 - Máximo de dois anos
IV \u2013 Declaração de Inidoneidade 
 - Máximo de dois anos
 - Amplitude \u2013 atinge a esfera de todo ente federado que declara a inidoneidade.
 - Reabilitação
Ocupação provisória de bens
- Princípio da continuidade
- Possibilidade de aquisição dos bens pelo Poder Público (reversão).
30/05/2015
Formas de Pagamento \u2013 modalidades de recomposição do equilíbrio do contrato, para garantir a margem de lucro do contratado:
Correção monetária (atualização monetária) \u2013 diz respeito exclusivamente à inflação.
Reajustamento de preços
- Alteração de custos nos insumos
- Previsível e previsto no contrato
Recomposição de preço \u2013 Alteração que decorre da teoria da imprevisão. Evento imprevisível.
Exceptio non adimplementi contractus no contrato administrativo \u2013 Exceção do contrato não cumprido; O descumprimento de uma parte exime a obrigação da outra parte. Exceção no sentido de defesa.
*Divergência doutrinária
Doutrina clássica \u2013 Hely Lopes Meireles defendia que não se aplicava. Princípio da continuidade: mesmo sem o pagamento pela Administração, o contratado deve continuar.
Doutrina moderada \u2013 Celso Antônio Bandeira de Melo
- Defende como cabível
- Art. 78, XV da Lei 8.666/93.
- Inadimplência deve ser tolerada por noventa dias.
- Após os 90 dias, o contratado pode requerer do judiciário a rescisão do contrato, pois só a Administração pode rescindir unilateralmente.
Extinção contratual
Natural
a.1) Conclusão do objeto
a.2) Advento do termo \u2013 cumprimento do prazo. Não se aplica a contratos de obra, apenas para trato sucessivo.
b) Desaparecimento do contrato