AULA 6 - Ética empresarial
20 pág.

AULA 6 - Ética empresarial


DisciplinaÉtica e Deontologia57 materiais520 seguidores
Pré-visualização1 página
Ética Empresarial
Profª. Talline Ribeiro
Ética Empresarial 
Objetivos:
a) Conscientização sobre a importância da ética no mundo
organizacional.
b) Estimular a prática da ética no mundo corporativo.
Ética Empresarial
É a ética corporativa, relacionada ao comportamento da
empresa em conformidade com os princípios morais e legais, aceitos pela
coletividade (regras éticas).
O FISIOTERAPEUTA pode estar em duas situações: Empregado
ou Empregador
Atitudes corporativas antiéticas
\uf071 Pagamento de tratamento fisioterapêutico sem recibo (Sem
recibo há desconto de 20%);
\uf071 Pagamento dos funcionários por fora (caixa 2).
\uf071 Não cumprimento com o código de ética da Fisioterapia
A saúde não é um negócio mas o consultório/clínica é um negócio
\uf071 A empresa é uma unidade econômica concebida para gerar um
resultado, que é um serviço, um bem ou um direito;
\uf071 O bem, ou o serviço, ou o direito é, então, vendido ao mercado
pelo preço que este aceitar pagar;
\uf071 A diferença entre o preço da venda e o custo da produção é o
proveito monetário denominado lucro.
Portanto, a empresa é uma organização cujo objetivo final é o
lucro. Logo o lucro é ético.
E QUANDO O BEM OU 
SERVIÇO PROPOSTO PELA 
EMPRESA É SAÚDE?
Ética e atividade lucrativa:
No século XVII, Adam Smith conseguiu demonstrar, na sua
obra A Riqueza das Nações, que o lucro não é um acréscimo
indevido, mas um vetor de distribuição de renda e de promoção
do bem estar social.
Com isso, expôs pela primeira vez a compatibilidade entre
ética e atividade lucrativa.
Algumas razões para a empresa ser ética:
\uf071 O comportamento ético por parte da empresa é esperado e
exigido pela sociedade.;
\uf071 O comportamento ético é a única forma de obtenção de lucro
com respaldo moral;
\uf071 Hoje em dia, dada a complexidade das relações comerciais a
idéia é demonstrar que a ética nem sempre deve ser entendida
como ameaça ou obstáculo, mas como uma alavanca para o
sucesso das empresas.
A moral corporativa impõe que a empresa aja com ética
em todos os seus relacionamentos, especialmente com clientes,
fornecedores, concorrência, mercado, empregados, governos e
públicos em geral.
Ao estabelecer como regra e praticar uma conduta ética, a
empresa coloca-se em posição de exigir o mesmo de seus
empregados e administradores.
Tanto o Brasil como em outros países, as leis, os
regulamentos e, principalmente, as decisões judiciais têm
sido no sentido de exigir das empresas um
comportamento ético em todos os seus relacionamentos.
Para motivá-las a seguir a ética, através do estímulo aos
seus instintos egoísticos, alguns países têm permitido que
os tribunais imponham condenações milionárias às
empresas infratoras.
Atualmente, a preocupação com a ética
empresarial, em todo o mundo, é de tal monta que
podemos afirmar estarmos vivendo uma nova era nessa
matéria. Certamente, essa é a Era da Ética.
Os procedimentos éticos facilitam e solidificam os
laços de parceria empresarial, quer com clientes, quer
com fornecedores, quer ainda com sócios efetivos ou
potenciais. Isso ocorre em função do respeito que um
agente ético gera em seus parceiros.
No mundo corporativo, a prática da ética se insere
no rol dos deveres relativos à responsabilidade social e
ambiental dos agentes econômicos.
Código de Ética Corporativo
É um instrumento criado para orientar o desempenho de
empresas em suas ações e na interação com seu diversificado
público.
Para a concretização deste relacionamento é necessário
que a empresa desenvolva o conteúdo do seu código de ética com
clareza e objetividade, facilitando a compreensão dos seus
funcionários.
Se cada empresa elaborasse seu próprio código de
ética, especificando sua estrutura organizacional, a
atuação dos seus profissionais e colaboradores poderia
orientar-se através do mesmo.
O sucesso da empresa depende das pessoas que a
compõe, pois são elas que transformam os objetivos,
metas, projetos e até mesmo a ética em realidade. Por
isso, é importante o comprometimento do indivíduo com
o código de ética.
Profissionalismo e transparência no código de ética
Ele define não só os princípios que devem orientar o
trabalho e as relações na empresa, como também a conduta ética
que cada profissional da empresa deve adotar para a elevação da
qualidade dos produtos e serviços, bem como da participação na
sociedade brasileira.
As companhias devem orgulhar-se de conduzir suas
atividades com base na honestidade e no comprometimento com
a defesa dos princípios fundamentais de respeito à vida humana,
buscando sempre a sua plena realização no respeito às leis,
estatutos e regulamentações, e adotando práticas de proteção ao
bem-estar de todos e ao meio ambiente.
O Código de Ética deve explicitar o que consideramos ético,
principalmente a integridade das ações praticadas,
relacionamento de honestidade com clientes, colaboradores,
fornecedores, imprensa, órgãos públicos, acionistas e comunidade, e
o elevado padrão de conduta comercial.
Para uma empresa ser a melhor não é apenas um
slogan, é um desafio e uma meta que deve ser buscada
por meio do trabalho, do profissionalismo, da
determinação e da conduta ética responsável em todas
as atividades.
Ser o melhor sim, mas não a qualquer preço!
A Ética Corporativa deve Fazer parte da Cultura 
Organizacional 
A cultura organizacional ou cultura corporativa, é o
conjunto de hábitos e crenças estabelecidos através de
normas, valores, atitudes e expectativas, compartilhados
por todos os membros da organização.
A cultura organizacional refere-se tipicamente ao
padrão de desenvolvimento refletido nos sistemas sociais
de conhecimento, ideologia, valores, leis e rituais cotidianos
praticados na empresa.
A cultura organizacional representa as normas
informais e não escritas que orientam o comportamento
dos membros de uma organização no dia-a-dia e que
direcionam suas ações para o alcance dos objetivos
organizacionais.
A cultura precisa ser alinhada juntamente com
outros aspectos das decisões e ações da organização,
como: planejamento, organização, direção e controle,
para que se possa melhor conhecer a organização.
Ética Corporativa e Vedação aos Preconceitos
Os principais preconceitos conhecidos e que não podem
ocorrer nas Decisões de Trabalho são:
\uf071 De raça, que geralmente é exercido contra indios, negros ou
asiáticos;
\uf071 De origem, geralmente exercido contra os africanos, oriundos de
países da América Latina e asiáticos;
\uf071 De sexo, normalmente praticado contra as mulheres e pessoas
que apresentam orientação sexual diversa do seu aparelho
biológico;
\uf071 De idade, discriminando as pessoas com mais de 50
anos;
\uf071 Contra pessoas portadoras de deficiência física;
\uf071 Contra pessoas portadoras de doenças transmissíveis,
como a AIDS;
\uf071 Contra pessoas que possuem vícios de consumo de
droga e de álcool.
ObrIgada