Noções de Farmacologia
29 pág.

Noções de Farmacologia


DisciplinaFarmacologia I39.872 materiais760.126 seguidores
Pré-visualização8 páginas
(Celestone, Betnesol, Betnelan) 
\u2022 Beclometasona spray ( Beclosol) 
\u2022 Dexametasona (Decadron, Decadronal, Dexametasona) 
\u2022 Hidrocortisona (cortisol) (Flebocortid, Solu-cortef) 
\u2022 Metilprednisolona (Solu-Medrol, Depo-Medrol) 
\u2022 Prednisona (Meticorten) 
 
CUIDADOS DE ENFERMAGEM 
\u2022 Orientar o uso de corticosteróides somente com prescrição médica. 
\u2022 Conhecer as vias de administração, efeitos esperados e colaterais da droga; 
\u2022 Controlar o peso diariamente; 
\u2022 Controlar a pressão arterial, devido a terapêutica pode causar hipertensão; 
\u2022 Comunicar sinais e sintomas como: cefaléia, hipertensão arterial, edema, oligúria ou 
anúria, sede excessiva, alterações de consciência, astenia, hipotonia muscular, 
respiração superficial, pulso fraco, hipotensão, sonolência, desorientação, hiperglicemia; 
\u2022 Observar o aparecimento de alterações como hirsutismo (na mulher aparece muita 
vezes sob forma de fina "penugem" na face e tronco), acne, "cara de lua cheia". Esses 
quadros são reversíveis com a suspensão do medicamento. 
\u2022 Observar a evolução das feridas, pois os corticosteróides interferem no processo de 
cicatrização. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
DROGAS QUE ATUAM NO APARELHO DIGESTÓRIO 
 
1. ANTIÁCIDOS E PROTETORES GÁSTRICOS 
 
a) Conceito 
São medicamentos utilizados para diminuir o excesso de acidez gástrica. 
 
b) Principais antiácidos 
\u2022 Hidróxido de alumínio (Aldrox) 
\u2022 Hidróxido de magnésio (Leite de magnésia) 
\u2022 Hidróxido de alumínio associado a hidróxido de magnésio (Droxaine, Kolantyl, 
Maalox). 
\u2022 Cimetidina (Tagamet, Ulcimet) 
\u2022 Ranitidina (Antak, Zylium) 
\u2022 Omeprazol (Losec, Victrix) 
\u2022 Pantoprazol (Pantozol) 
 
2. ANTIEMÉTICOS 
 
a) Conceito 
Antieméticos são medicamentos utilizados em casos de náuseas e vômitos. 
 
b) Principais medicamentos 
\u2022 Dimenidrinato (Dramin, Dramin B6 quando associado a vitamina B6) 
\u2022 Metoclopramida (Plasil, Eucil) 
\u2022 Ondasetrona (Zofran) 
\u2022 Ganisetrona (Kitryl) 
 
3. LAXATIVOS 
a) Conceito 
São medicamentos indicados para constipação intestinal. 
 
b) Principais medicamentos 
\u2022 Óleo mineral + fenolftaleína (Agarol) 
\u2022 Diacetoxidifenil piridil metano (Dulcolax) 
 
4. ANTIDIARRÊICOS 
 
a) Conceito 
Também denominados constipantes, são drogas que inibem ou controlam a 
diarréia, não se pode esquecer que a diarréia é considerada como uma defesa orgânica 
na tentativa de eliminação de toxinas, sua utilização deve ser limitada. 
 
b) Principais medicamentos 
\u2022 Difenoxilato (Lomotil) 
\u2022 Elixir paregórico (Elixir paregórico) 
\u2022 Loperamida (Imosec) 
\u2022 Carbonato de Cálcio 
 
CUIDADOS DE ENFERMAGEM 
a) Em relação a antiácidos 
\u2022 Observar a interação destas drogas com antibióticos principalmente; 
\u2022 Observar sinais de constipação ou diarréia. 
\u2022 A administração por via endovenosa deve ser diluída em 50 ou 100 ml de soro 
glicosado a 5% ou soro fisiológico; 
 
b) Em relação a antieméticos: 
\u2022 Observar sinais de inquietação, sonolência e sedação. 
\u2022 Orientar o cliente para evitar atividades que requerem atenção devido a sonolência ou 
sedação. 
\u2022 A administração por via endovenosa deve ser diluída ou se direta, lentamente em 1 a 2 
minutos. 
 
c) Em relação a laxativos e antidiarréicos: 
\u2022 observar a freqüência e o aspecto das eliminações intestinais. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
DROGAS QUE ATUAM NO APARELHO RESPIRATÓRIO 
 
1. DESCONGESTIONANTES NASAIS 
 
a) Conceito 
São medicamentos vasoconstritores (reduzem edema e muco) ou anestésicos ou 
corticóides (reduzem a inflamação) administrados diretamente na mucosa nasal. 
 
b) Principais medicamentos 
\u2022 Fenoxazolina (Aturgyl) 
\u2022 Oximetazolina (Afrin) 
\u2022 Soro fisiológico (Rinossoro, Sorine) 
\u2022 uso sistêmico (oral): Fenilpropanolamina associado (Naldecon, Descon), 
Bromofeniramina associado (Dimetapp), entre outros. 
 
2. ANTITUSSÍGENOS E EXPECTORANTES 
 
a) Conceito 
Os antitussígenos são medicamentos utilizados para sedação da tosse de natureza 
irritativa, lembrando que a tosse é uma defesa orgânica. 
Os expectorantes são medicamentos que facilitam a saída de secreções do trato 
respiratório. 
 
b) Principais medicamentos 
\u2022 Codeína associado (Setux, Codelasa) antitussígenos 
\u2022 Dextrometorfano (Silencium) 
\u2022 Clobutinol (Silomat). 
\u2022 Acetilcisteína (Fluimicil) expectorantes 
\u2022 Iodeto de potássio (MM Expectorante) 
 
3. BRONCODILATADORES 
 
a) Conceito 
São medicamentos que promovem a dilatação dos brônquios reduzindo a 
broncoconstrição e melhorando a atividade respiratória. São utilizados no tratamento da 
asma brônquica. Os broncodilatadores possuem formas farmacêuticas que permitem sua 
administração por via oral, parenteral e inalatória. 
 
b) Principais broncodilatadores 
\u2022 Aminofilina (Aminofilina) 
\u2022 Fenoterol (Berotec) 
\u2022 Salbutamol (Aerolin) 
\u2022 Terbutalina (Bricanyl) 
 
CUIDADOS DE ENFERMAGEM 
a) Em relação ao uso de descongestionantes tópicos e broncodilatadores: 
\u2022 Administrar medicamentos inalatórios com o cliente em posição de Fowler ou 
sentado; 
\u2022 Realizar instilação nasal, tendo-se o cuidado de não encostar o conta-gotas na mucosa 
nasal, e com a cabeça em posição inferior ao restante do corpo, se possível; 
 
b) Em relação ao uso de descongestionantes nasais sistêmicos, antitussígenos e 
expectorantes: 
\u2022 Observar sinais de sonolência e sensação de vertigem. Orientar que devem ser evitadas 
atividades que requeiram atenção; 
\u2022 Orientar o cliente para obedecer aos intervalos de horários de medicação prescritos 
pelo médico para evitar superdosagem, principalmente a codeína, que pode provocar 
depressão respiratória. A codeína e similares não são indicados para crianças menores. 
\u2022 Observar sinais de irritação gástrica (o iodeto de potássio; além do sabor desagradável, 
pode provocar anorexia, dor epigástrica e dispepsia). 
 
c) Em relação a broncodilatadores: 
\u2022 Controlar as infusões endovenosas para que sejam infundidas dentro do horário 
prescrito. 
\u2022 Observar sinais de toxicidade como náuseas, vômitos, diarréia, cefaléia, hipotensão, 
arritmias, convulsão; 
\u2022 Explicar ao cliente os efeitos indesejáveis dos medicamentos como: tremor de mãos, 
taquicardia, palpitações, inquietação. 
 
 
 
 
BIBLIOGRAFIA 
 
 
1. Administração de medicamentos na Enfermagem. Rio de Janeiro: EPUB. 2ª ed, 2002 
2. FURP - Memento Terapêutico. Secretaria de Estado da Saúde. 6ª ed., nov/95. 
3. STAUT, NAÍMA DA SILVA - Manual de drogas e soluções. São Paulo: EPU, 1986. 
4. ZANINI, A.C., OGA S. - Farmacologia aplicada. 5º ed. São Paulo: Atheneu, 1994. 
5.FAKIH, F.T. - Manual de Diluição e administração de medicamentos injetáveis. 1ªed. 
Rio de Janeiro, 2000 
6. FONSECA, S.M. et al \u2013 Manual de Quimiterapia antineoplasica. 1ªed, Rio de Janeiro, 
2000 
7. DUNCAN, H.A. et al \u2013 Dicionário Andrei para enfermeiros e outros profissionais da 
saúde, 2ªed, São Paulo, 1995
tainan
tainan fez um comentário
Material de excelente qualidade. Por gentileza envia para meu e-mail: tainansants@outlook.com. Desde já agradecida.
0 aprovações
raissa
raissa fez um comentário
Por gentileza, alguém pode me enviar esse material para meu e-mail?
0 aprovações
Valeria
Valeria fez um comentário
tem como imprimir? ou precisa ir para o email?
0 aprovações
Carregar mais