Apostila ENGEMAN - modulo básico
82 pág.

Apostila ENGEMAN - modulo básico


DisciplinaPlanejamento2.243 materiais8.753 seguidores
Pré-visualização16 páginas
do plano, a unidade a ser coletada, o tipo de 
geração de O.S., a ação a ser exercida e a data de última manutenção da aplicação. Com estes dados 
devidamente preenchidos conseguiremos realizar através das coletas (realizadas posteriormente), 
\u201cmanutenção de 5.000 km\u201d.
3. Programação Tendência de Variáveis
Passaremos agora para a programação de Tendência de Variáveis. Criaremos um plano para coletar os valores 
de temperatura de um torno, em que o ponto ideal ou set point deverá ser 25,3 graus.
Primeiramente criamos um plano para este torno. Denominaremos de 'Plano Inspeção torno', definiremos o tipo 
de manutenção, o setor executante e os procedimentos.
42
MANUAL OPERACIONAL BÁSICO
Após isto vincular as aplicações a este plano através do ícone (Aplicação). Acesse a opção Tendência de 
Variáveis. Vincule o torno ao plano lembrando que para visualizar a mesma pela tecla F2 será necessário 
anteriormente o usuário vincular um ponto de controle e estipular o set point da aplicação. No exemplo foi 
vinculado um termômetro com set point 25,3 graus. Por este motivo programos um limite maior de 27 graus e 
menor de 24 graus. Veja o exemplo:
Da mesma forma que foi realizada a geração da O.S. acumulativa representada no exemplo acima, deverá ser 
realizada a coleta de tendência de variáveis. Porém ao vincular o equipamento ao ponto de controle, algumas 
informações adicionais serão solicitadas. Veja um exemplo:
O campo 'Set Point' é obrigatório porque define qual o ponto ideal para a variação da tendência. 
A maneira de coletar é idêntica à coleta acumulativa, tendo como diferença a quantidade maior e a menor que 
foram especificadas na vinculação do plano ao equipamento. Caso seja excedido algum limite estipulado, será 
gerado também um aviso de geração de O.S..
4. Programação por Data Específica
A programação por data específica acontece quando o usuário tem a necessidade de realizar a manutenção 
sempre em datas consideradas rotineiras, como um dia da semana específico. Para demonstrar a programação 
por data específica, vamos usar como exemplo a elaboração de um plano de análise de vibração. Veja o 
exemplo:
43
MANUAL OPERACIONAL BÁSICO
Criado o plano e definidos os procedimentos vincule as aplicações clicando no ícone . Acesse a opção 'Data 
Específica'. No exemplo abaixo foi informado ao sistema que a manutenção será realizada no equipamento 
toda segunda-feira a partir do dia 01/09/11 especificado pela data de última manutenção. O usuário poderá 
definir ainda o dia, o mês, o ano, a semana do ano e a semana do mês.
5. Programação Eventual e Eventual/Serviços
As programações Eventual e Eventual/Serviços possuem a mesma definição, sendo que na segunda são 
incluídos alguns campos adicionais. Após a elaboração dos planos devidos a cada programação e estipulados 
os procedimentos, vincule as programações aos equipamentos. Veja abaixo exemplos de programações 
Eventuais e Eventuais/Serviços:
Eventuais:
Eventuais/Serviços:
44
MANUAL OPERACIONAL BÁSICO
6. Programação Sem Controle
A programação sem controle é utilizada para manutenções que não tem data fixa, ou seja, uma manutenção 
corretiva planejada em que o usuário poderá utilizar da programação sem controle para estabelecer 
procedimentos a serem seguidos.
45
MANUAL OPERACIONAL BÁSICO
ORDEM DE SERVIÇO
A Ordem de Serviço é o documento onde são cadastradas as solicitações de manutenção com seus parâmetros 
de execução previstos, parâmetros de execução reais, registro de serviço dos funcionários e registro dos 
serviços realizados.
O Engeman oferece aos usuários quatro maneiras diferentes de geração de Ordens de Serviços. São elas: 
\u178 Através de coletas de valores
\u178 Através da tela de Geração de O.S.
\u178 Através de uma Solicitação de Serviços
\u178 Manualmente através da própria tela de O.S.
O Engeman® trabalha também com seis modelos padrão de impressão de O.S. que atendem perfeitamente 
qualquer área de atuação. Estes modelos deverão ser previamente definidos no cadastro de empresas para 
que sejam utilizados na tela da OS. Demonstraremos abaixo como são realizadas todas as maneiras de 
geração de Ordem de Serviços:
Geração por Coletas:
O Engeman® oferece três maneiras de coletar valores: acumulativos, por tendência de variáveis ou por 
eventos. Para coletar qualquer valor o usuário primeiramente deverá cadastrar um equipamento e vinculá-lo a 
um plano de manutenção. Após este processo será necessário acessar a tela de coleta e lançar os valores até 
atingir os limites definidos.
46
MANUAL OPERACIONAL BÁSICO
6. Programação Sem Controle
A programação sem controle é utilizada para manutenções que não tem data fixa, ou seja, uma manutenção 
corretiva planejada em que o usuário poderá utilizar a mesma para estabelecer procedimentos a serem 
seguidos.
Os eventos são coletados através das O.S.'s que são geradas. Se o usuário informar ao sistema que foram 
coletados dois eventos de pressão elevada e houver algum plano de manutenção vinculado a aplicação que 
gerencie este tipo de ocorrência, será gerado um aviso informando a geração de O.S.:
47
MANUAL OPERACIONAL BÁSICO
Geração de Ordens de Serviço
Os exemplos da página anterior atendem apenas programações acumulativas. Para gerar as O.S.'s periódicas 
o usuário deverá acessar a tela 'Geração de O.S.' através do menu Processos:
O usuário terá a possibilidade de gerar as O.S\u2019s em modo simulado para que sejam verificados alguns detalhes. 
Para isto basta clicar no botão 'Simulado' e, se desejar, o usuário poderá também gerar estas mesmas O.S.\u2019s 
em um arquivo auxiliar, não incluindo as mesmas no banco de dados do sistema. Para isto clique na opção 'Usar 
Arquivo Auxiliar'. Veja um exemplo de como ficará a tela de geração de O.S.:
O usuário ainda terá a opção de informar ao sistema para 'Priorizar' as manutenções de maior período, 
especificar quais as 'Horas' preferenciais definidas nos planos e 'Cancelar' ou 'Não Gerar' as O.S's com planos 
de menor período. Depois de realizado o processo nos botões acima, o usuário deverá incluir uma data de 
geração e poderá ainda filtrar qualquer informação que desejar.
48
MANUAL OPERACIONAL BÁSICO
Depois de todo o processo definido basta clicar no ícone (Gerar O.S.) que serão geradas simuladamente 
todas as Os's que estão dentro do período informado. Para serem geradas novamente em modo real, o usuário 
deverá desmarcar as opções de 'Simular' e 'Usar Arquivo Auxiliar' e clicar no ícone 'Gerar O.S.' novamente.
Para visualizar a O.S. gerada basta dar um clique duplo em cima do código que automaticamente será aberta a 
tela de cadastro da mesma.
49
MANUAL OPERACIONAL BÁSICO
SOLICITAÇÃO DE SERVIÇO:
As Solicitações de Serviços são realizadas quando um funcionário que tenha acesso ao sistema solicite alguma 
manutenção ao responsável pelo sistema, para que o mesmo possa abrir uma O.S. para o setor responsável. 
Para acessar a tela é necessário que o administrador relacione um funcionário ao usuário através da tela 
cadastro de empresas.
Após isto acesse a tela de Solicitação de Serviço através do menu Cadastro. Nesta tela serão incluídos todas as 
informações referentes às manutenções a serem realizadas, incluindo a aplicação que receberá a mesma.
Após ser gravada a solicitação ,será demonstrada a opção (Aprovar e gerar O.S. para esta solicitação). 
Clique nesta opção que automaticamente será aberta a tela de cadastro de O.S.. O usuário deverá então 
apenas preencher os demais campos da O.S. e encaminhar a mesma ao setor/funcionário responsável pela 
execução.
50
MANUAL OPERACIONAL BÁSICO
Após isto acesse a tela de Solicitação de Serviço através do menu Cadastro. Nesta tela serão incluídas todas
Pedro
Pedro fez um comentário
Boa noite amigo, estou precisando muito deste material, mais a versão completa ! , "Manual Engeman 7 7 10" mesmo que o dowload seja pago!
0 aprovações
Carregar mais