7- Crimes Cometidos por Particulares

7- Crimes Cometidos por Particulares


DisciplinaDireito Penal IV7.712 materiais50.682 seguidores
Pré-visualização1 página
*
*
CRIMES PRATICADOS POR
PARTICULAR CONTRA A ADMINISTRAÇÃO EM GERAL
*
*
1) CORRUPÇÃO ATIVA
*
*
CORRUPÇÃO ATIVA
  Art. 333 - Oferecer ou prometer vantagem indevida a funcionário público, para determiná-lo a praticar, omitir ou retardar ato de ofício:
 Pena \u2013 reclusão, de 2 (dois) a 12 (doze) anos, e multa. 
  
*
*
CORRUPÇÃO ATIVA
1.1) BEM JURÍDICO
 Administração Pública
1.2) SUJEITOS
 Ativo: particular
Passivo: Estado, representado pela União, Estados, DF e Municípios.
*
*
CORRUPÇÃO ATIVA
1.3) TIPO OBJETIVO
 Oferecer ou prometer vantagem indevida a funcionário, visando à prática de ato de ofício, seu retardamento ou omissão. 
1.4) TIPO SUBJETIVO
O dolo
Fim especial de agir: Interesse em levar o funcionário a praticar, omitir ou retardar ato de ofício. 
*
*
CORRUPÇÃO ATIVA
1.5) CONSUMAÇÃO
 Dá-se com o efetivo conhecimento, pelo funcionário, do oferecimento ou promessa de vantagem indevida.
1.6) TENTATIVA
 É admissível tão somente na hipótese de oferta escrita. 
*
*
CORRUPÇÃO ATIVA
  Parágrafo único - A pena é aumentada de um terço, se, em razão da vantagem ou promessa, o funcionário retarda ou omite ato de ofício, ou o pratica infringindo dever funcional.
*
*
2) DESACATO
*
*
DESACATO
  Art. 331 - Desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela:
   Pena - detenção, de seis meses a dois anos, ou multa.
*
*
DESACATO
2.1) BEM JURÍDICO
Administração Pública
2.2) SUJEITOS
Ativo: Particular
Passivos: União, Estados, DF e Municípios, bem como o funcionário público ofendido
*
*
DESACATO
2.3) TIPO OBJETIVO
 Desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela. 
2.4) TIPO SUBJETIVO
 Dolo
 Fim especial: Menosprezar a função pública exercida pelo ofendido. 
*
*
DESACATO
2.5) CONSUMAÇÃO
 Dá-se no momento em que o agente pratica o ultraje. 
2.6) TENTATIVA
Admissível. 
Na ofensa oral não se admite. 
*
*
3) TRÁFICO DE INFLUÊNCIA
*
*
TRÁFICO DE INFLUÊNCIA
 Art. 332 - Solicitar, exigir, cobrar ou obter, para si ou para outrem, vantagem ou promessa de vantagem, a pretexto de influir em ato praticado por funcionário público no exercício da função:
    Pena - reclusão, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, e multa.
*
*
TRÁFICO DE INFLUÊNCIA
3.1) BEM JURÍDICO
Administração Pública
3.2) SUJEITOS
Ativo: Particular
Passivo: União, Estados, DF e Municípios
*
*
TRÁFICO DE INFLUÊNCIA
3.3) TIPO OBJETIVO
 Solicitar, exigir, cobrar ou obter para si ou para outrem, vantagem ou promessa de vantagem, a pretexto de influir em ato praticado por funcionário público no exercício da função.
3.4) TIPO SUBJETIVO
Dolo
\u201cPara si ou para outrem\u201d
*
*
TRÁFICO DE INFLUÊNCIA
3.5) CONSUMAÇÃO
Solicitar, exigir e cobrar \u2013 a consumação ocorre no momento em que o agente pratica tais condutas, independentemente de outro resultado. 
Obtenção \u2013 o crime se consuma com o recebimento da vantagem ou com a promessa de concedê-la. 
*
*
TRÁFICO DE INFLUÊNCIA
3.6) TENTATIVA
Admissível
3.7) CAUSA DE AUMENTO DE PENA
 Parágrafo único - A pena é aumentada da metade, se o agente alega ou insinua que a vantagem é também destinada ao funcionário.