Atividade Estruturada Pedagogia na Instituições não Escolares
15 pág.

Atividade Estruturada Pedagogia na Instituições não Escolares


DisciplinaPedagogia nas Instituições Não Escolares1.064 materiais7.959 seguidores
Pré-visualização4 páginas
Estudo de caso Leader Magazine
1 \u2013 Enumere as principais conclusões obtidas sobre a situação da educação dos funcionários na empresa em questão após a leitura do artigo.
 
Diante das entrevistas feitas com os trabalhadores das lojas, podemos ressaltar:
A exigência mínima para contratação é o Ensino Médio, e apenas 7,69% dos entrevistados possuem o ensino superior completo, o que demonstra que a empresa não pratica adequadamente a Educação Corporativa, poucos são os funcionários que afirmaram saber que a empresa oferece programas educacionais;
Oferece oportunidades de mudança e elevação de cargos para funcionários antigos, evitando colocar funcionários novos para chefia;
Entre 53,85% funcionários, apenas 19,23% dizem conhecer o termo Educação Corporativa e sabem do que se trata. Muitos não sabem dizer se é uma prática da Leader e mínimos funcionários dizem que participam;
Apenas os funcionários de níveis mais altos na hierarquia da empresa sabiam o propósito da ELEVAR, como gerentes e supervisores;
Oferece treinamento, através de cursos, porém os funcionários não têm a mesma oportunidade de participação, alguns foram em mais vezes que os outros;
Os cursos oferecidos são basicamente de aspectos comportamentais, não são oferecidos cursos de aspecto técnico, científico ou de formação profissional;
Avaliando o programa de educação, as opiniões estavam divididas, alguns dos funcionários encontraram pontos positivos, e deram respostas como crescimento, desenvolvimento, aprendizado e conhecimento, outros não citaram pontos negativos, porém comentou a falta de acompanhamento posterior, a falta de continuidade; criticou a pouca quantidade de treinamentos e o fato de poucos terem oportunidades; apontaram problemas de carga horária, organização e formatos dos treinamentos; falaram da dificuldade na aplicabilidade, ao aliar teoria e prática. Um dos pontos negativos citados diz respeito a pouca divulgação interna.
A empresa Leader Magazine garante uma educação sob medida para os funcionários, porém os treinamentos e cursos são todos voltados para o trabalho que realizam dentro da mesma, adequados ao papel que eles têm de cumprir. Não é oferecida igualdade de oportunidade para todos os funcionários, dando prioridade aos cargos mais elevados.
2- Responda: o modelo de educação corporativa implementado parece atender aos interesses dos trabalhadores? E aos da empresa? Este modelo tende a superar o antigo paradigma de treinamento e desenvolvimento? Justifique sua resposta.
O modelo de educação corporativa, implementado pela Leader Magazine, pode até atender aos interesses da empresa, porém não atende aos interesses de todos os funcionários, por não oferecer um treinamento ou curso com formação continuada, não esclarecer as oportunidades oferecidas e não atender a todos os funcionários. Ela tem implantada uma política formal de educação corporativa na teoria, mas empreende ações isoladas e pontuais de treinamento na prática.
2ª ETAPA \u2013 Plano de Ação
Brinquedoteca Hospitalar
Apresentação e Justificativa
 O brincar é uma atividade inerente à infância e é um direito de toda criança. É através do brincar que a criança se relaciona com o meio em que vive e com os outros, o que lhe propicia dar significado a tudo que está ao seu redor. Ao brincar, a criança cria um mundo imaginário, particular, ao mesmo tempo em que aprende a difícil tarefa de viver coletivamente e internaliza conhecimentos importantes da sua cultura. Esta interação acaba por propiciar o desenvolvimento de valores e sentimentos morais e éticos, fundamentais para o convívio harmonioso da sociedade.
 Quando uma criança sofre uma internação hospitalar o seu curso de desenvolvimento, a sua forma de ver o mundo tem continuidade, mas muitas vezes promovem uma série de alterações na rotina e na vida da criança e de sua família. Cada criança internada deixou para trás o mundo das coisas comum, como os pais, a casa, os irmãos, os bichos de estimação, brinquedos.
 No contexto hospitalar, o brincar exerce uma fundamental importância na saúde, de modo a minimizar as consequências da hospitalização no desenvolvimento da potencialidade da criança, pois ela está em contato direto com fatores estressantes, como: aparelhos barulhentos, agulha, máscaras, de oxigênio, choro de outras crianças, o uso de cadeiras de roda, sondas e outros. A criança, longe do contexto de sua casa e de seus familiares, assusta-se com o novo ambiente, desconhecido. Será, deste modo, valioso para a criança saber que no hospital existe um local cheios de estímulos, brinquedos e jogos.
Objetivos
Preservar a saúde emocional da criança, proporcionando alegria e distração através de oportunidade para brincar, jogar e encontrar parceiro;
Preparar a criança para a situação nova que irá enfrentar, levando-a a familiarizar-se com roupas e instrumento cirúrgicos de brinquedo e através de situações lúdicas; tomar conhecimento de detalhes da vida no hospital e do tratamento, que vai ser submetido:
Dar continuidade à estimulação de seu desenvolvimento, pois a internação poderá privá-la de oportunidade e experiência de que necessita. Se a estada é longa, pode ser necessário um apoio pedagógico para que a criança não fique muito defasada no processo de escolarização.
Oportunizar um espaço lúdico pedagógico, àquelas crianças que não têm condições de espaço assistido para brincar; 
Considerar as necessidades e características do paciente ao selecionar jogos, brincadeiras e leitura; 
Propor dinâmicas em que o paciente se integre ao ambiente hospitalar; 
Manter as crianças informadas sobre os projetos que as contemplam; 
Estimular o gosto pela cooperação através do uso compartilhado dos brinquedos e dos jogos coordenados.
Método
Planejamento da implantação e operacionalização da brinquedoteca;
Funcionamento atual, sua gratuidade, regularidade, divulgação, adaptação à clientela, controle da freqüência e identificação de possíveis parceiros;
Formação acadêmica e profissional da equipe e suas atribuições;
Ambiente e acervo lúdico, sua segurança, diversidade, adequação à clientela, classificação, armazenamento, higienização, acesso e circulação. 
Implantação e Desenvolvimento
 A fim de minimizar o ócio hospitalar e os traumas causados pela internação, a brinquedoteca é uma alternativa desenvolvida em hospitais que atende crianças de 0 a 11 anos em suas pediatrias.
 Sendo de fundamental importância, o brincar para a criança, principalmente a internada, houve a necessidade de se organizar as atividades que as ajudasse a ter um ambiente agradável e descontraído. Daí, a idéia de buscar uma Pedagoga para a implementação das atividades na Pediatria do referido hospital, uma vez que: \u201cO pedagogo é um profissional que lida com fatos, estruturas, contextos, referentes à prática educativa em suas várias modalidades e manifestações\u201d (LIBÂNEO, 2001, p.45).
Brinquedos
 Segundo a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Art. 6º O dimensionamento da brinquedoteca deve atender à RDC/ANVISA nº 50/2002, conforme descrito na Tabela Unidade Funcional: 3 \u2013 Internação: 
deve ser prevista uma área para guarda e higienização dos brinquedos; 
a higienização dos brinquedos deve ser conforme o definido pela Comissão de Controle de Infecção do Hospital (CCIH); 
os horários de funcionamento devem ser definidos pela direção do hospital, tendo a criança livre acesso; 
para as crianças impossibilitadas de andar ou sair do leito, os profissionais devem facilitar o acesso desses pacientes às atividades desenvolvidas pela brinquedoteca, dentro das enfermarias. Os brinquedos devem ser de construção simples e fáceis de manejar (isto para não frustrar a criança) duráveis e de baixo risco de acidente (segundo normas da ANVISA), abrangendo as diversas classificações.
 É necessário observar a certificação de brinquedos, tendo como maior razão o reconhecimento
Larissa
Larissa fez um comentário
achei muito bom o trabalho. Parabens
1 aprovações
Carregar mais