Biologia
252 pág.

Biologia


DisciplinaBiologia36.284 materiais1.178.856 seguidores
Pré-visualização50 páginas
...................................................................................................................................................................................................
(F(F(F(F(FAAAAATEC - SP)TEC - SP)TEC - SP)TEC - SP)TEC - SP) Uma doença degenerativa do
cerebelo humano provocará alterações, provavelmente:
a) nos movimentos respiratórios
b) no equilíbrio do corpo
c) na memória e no raciocínio
d) na visão e na audição
e) nos batimentos cardíacos
1
B
io
lo
g
ia
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
Anatomia e Fisiologia HumanaAnatomia e Fisiologia HumanaAnatomia e Fisiologia HumanaAnatomia e Fisiologia HumanaAnatomia e Fisiologia Humana
Todos os seres vivos necessitam de nutrientes quer seja como fonte de energia ou como matéria-prima para o
crescimento, o homem não foge a essa regra e por isso especializou o seu organismo para captar nutrientes e eliminar
substâncias tóxicas.
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
SISTEMA DIGESTÓRIO
A função do sistema digestório é a de separar os
nutrientes dos alimentos, depois absorvê-los e eliminar o
que não é útil, por isso todos os órgãos que fazem parte
deste sistema estão especializados para tais atividades.
O sistema digestório é formado por:
\u2022 TUBO DIGESTIVO (da boca ao ânus)
\u2022 GLÂNDULAS ANEXAS
O tubo digestivo é dividido em:
\u2022 BOCA
\u2022 ESTÔMAGO
\u2022 FARINGE
\u2022 INTESTINO FINO
\u2022 ESÔFAGO
\u2022 INTESTINO GROSSO
BOCA
Primeira porção do tubo digestivo, servindo também
como órgão respiratório, fonador e gustador.
Anatomia e Fisiologia Humana
2
B
io
lo
g
ia
FARINGE
Tubo fibromuscular afunilado que se estende da base
do crânio até a borda inferior. Função de deglutição. É a
região de cruzamento das vias aéreas e digestivas.
ESÔFAGO
É um tubo fibromuscular com cerca de 25 cm de
comprimento. Possui função de deglutição.
ESTÔMAGO
É uma dilatação do tubo digestivo que vai do esôfago
até o intestino. Ele fica localizado no quadrante superior
esquerdo do abdome, podendo atingir também o epigástrio.
Ele possui uma forma de "J", principalmente nos
longelíneos. Nos brevelíneos, ele tem a forma de um chifre
de novilha. No recém-nascido, tem a forma de um limão.
No adulto, possui um volume de 2 a 3 litros, no recém-
nascido, em torno de 30 ml.
Ele possui dois orifícios:
\u2022 CÁRDIA - na junção com o esôfago
\u2022 PILORO - na junção com o intestino
Função:Função:Função:Função:Função: Digestão e armazenamento de alimentos.
INTESTINO
Porção do tubo digestivo que vem depois do
estômago e vai até o ânus. Foi dividido em duas partes:
- Intestino Delgado
- Intestino Grosso
Intestino Fino ou Delgado
É a porção mais longa do intestino e do tubo digestivo
com 7 m; fica todo dobrado na cavidade abdominal, sendo
essas dobras denominadas alças intestinais. Dificilmente se
rompe por traumatismo, pois está na região central do
abdome. Está dividido em:
\u2022 Duodeno
\u2022 Jejuno-íleo
Duodeno
É a porção mais curta, mais larga e mais fixa do
intestino. Mede 25 cm, ou cerca de 12 dedos transversais,
daí o nome duodeno. Ele é a região central da digestão
onde o quimo vindo do estômago é quilificado e completará
sua digestão. No duodeno são absorvidos, principalmente,
glicose, ferro e ácido fólico.
Jejuno-Íleo
Corresponde à maior porção do intestino delgado,
responsável pela absorção dos nutrientes resultantes da
digestão, além de água e eletrólitos.
Intestino Grosso
Tem cerca de 1,5 m de comprimento, formando uma
"moldura" ao redor do intestino delgado e tem esse nome
por possuir um diâmetro maior. Está envolvido na absorção
de água e eletrólitos, formação e armazenamento das fezes.
RETO
Tem cerca de 12 cm, é recoberto parcialmente pelo
peritônio, desce colado às vértebras sacrais.
Internamente possui 3 pregas retais transversais: a
superior, a média (maior) e a inferior.
PÂNCREAS
Glândula de função mista.
Ele é revestido por tecido conjuntivo que emite septos
para dentro da glândula dividindo-a em lobos. Possui na sua
maior parte células que se agrupam formando ácinos
(pâncreas exócrino), onde produzem o suco pancreático.
No meio dos lobos, entre os ácinos, encontramos células
agrupadas em ilhotas, chamadas de ilhotas de Langerhans
(pâncreas endócrino).
FÍGADO
Maior glândula do corpo e é também a maior víscera
abdominal.
DIGESTÃO
A digestão se processa da seguinte forma: o alimento
entra pela boca e sofre o que chamamos de digestão
mecânica, que consiste da mastigação, onde temos a
presença de dentes que cortam, perfuram e trituram os
alimentos, da língua que possui o sentido do paladar, cuja
função é identificar o sabor dos alimentos e das glândulas
salivares que produzem a saliva (solução aquosa de
consistência viscosa, que contém enzimas que já separam
alguns nutrientes como os açúcares que serão absorvidos
no fundo da boca).
Com a mastigação e a saliva transformamos o
alimento em bolo alimentar que será empurrado pela língua
para a faringe, processo denominado deglutição.
O bolo alimentar passará pela faringe chegando no
esôfago, onde começará o movimento peristáltico, contrações
do esôfago que servem para empurrar o alimento até o
estômago. Os movimentos peristálticos começam no esôfago
e terminam no intestino grosso, onde chamamos de onda
peristáltica.
No estômago, o bolo alimentar é misturado com a
secreção estomacal, o suco gástrico ( solução rica em ácido
clorídrico). O suco gástrico digere proteínas quebrando-as
em aminoácidos.
Anatomia e Fisiologia Humana
3
B
io
lo
g
ia É no estômago que começa a digestão química (onde
há presença de substâncias químicas).
Com a ação dos ácidos e enzimas o bolo alimentar é
transformado em quimo.
O quimo é levado para o intestino delgado onde
receberá a ação do suco pancreático, onde o restante dos
nutrientes serão separados e absorvidos tornando o quimo
em quilo, que será levado ao intestino grosso onde será
absorvida a água.
A água sendo absorvida, transformará o quilo em bolo
fecal e quando mais consistente em fezes, que serão
eliminadas pelo ânus.
SISTEMA RESPIRATÓRIO
O sistema respiratório tem a função de captação,
aquecimento, filtração e eliminação do ar.
Para executar essas funções, o sistema respiratório
possui os seguintes órgãos: nariz, fossas nasais, laringe,
faringe, traquéia, brônquios e pulmões (dentro dos pulmões
encontramos os bronquíolos e os alvéolos pulmonares).
RESPIRAÇÃO
O ar penetra pelo nariz onde será filtrado pelos pêlos
e pelo muco nasal (barrando substâncias sólidas) e também
aquecido, pois o nariz possui uma grande quantidade de
vasos sanguíneos.
Passando pelo nariz o ar chega nas fossas nasais, onde
encontramos o sentido do olfato, que serve para detectar
cheiros e prevenir substâncias tóxicas.
O ar passará pela laringe, faringe, traquéia, brônquio,
pulmões (bronquíolos e alvéolos pulmonares), nos alvéolos
pulmonares acontecerá a hematose, ou seja, a troca de gases
- o oxigênio entra nas hemácias e o gás carbônico entra nos
alvéolos.
A traquéia, os brônquios e os bronquíolos são
revestidos por cartilagem, que evita o fechamento do tubo.
O ar só entra no sistema respiratório graças aos
movimentos musculares do diafragma, grande peitoral,
rombóide e intercostelares, onde haverá uma contração
fazendo o movimento de inspiração, e quando há o
relaxamento muscular, o movimento de expiração.
Anatomia e Fisiologia Humana
4
B
io
lo
g
ia
SISTEMA EXCRETOR
O sistema excretor humano é formado pelos
seguintes órgãos: um par de rins, um par de ureteres, bexiga
urinária e uretra.
A função do sistema excretor é a de filtrar o sangue,
retirando as
vitoria
vitoria fez um comentário
Bom
1 aprovações
Carregar mais