Biologia
252 pág.

Biologia


DisciplinaBiologia36.087 materiais1.165.366 seguidores
Pré-visualização50 páginas
mais interna.
A semente é formada pelo tegumento e pela amêndoa
(embrião e endosperma). Em algumas angiospermas, o
endosperma é digerido pelo embrião antes de a semente
entrar em dormência. O endosperma digerido é transferido
e armazenado geralmente nos cotilédones, que se tornam,
assim, ricos em reservas nutritivas. Isso ocorre, por exem-
plo, em feijões, ervilhas e amendoins.
Os frutos verdadeiros são os originados do
desenvolvimento de um só ovário.
Eles podem ser classificados em:
\u2013 Carnosos: com pericarpo suculento. Dentre os frutos
carnosos, existem dois tipos:
a) baga: com semente facilmente separável do fruto.
Ex.: uva, tomate, laranja, mamão, melancia;
4
Flor e Fruto
Bi
olo
gia
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
12345
b) drupa: com o tegumento da semente fundido à epiderme interna do pericarpo do fruto. Ex.: ameixa, azeitona, pêssego.
\u2013 Secos: com pericarpo seco. Os frutos secos podem ser:
a) deiscentes: abrem-se quando maduros. Ex.: legume - ocorre nas leguminosas como feijão e ervilha;
b) indeiscentes: não se abrem quando maduros. Entre os indeiscentes, destacam-se os seguintes tipos:
b.1) aquênio: com uma só semente ligada à parede do fruto por um só ponto. Ex.: fruto do girassol;
b.2) cariopse ou grão: com uma só semente ligada à parede do fruto por toda a sua extensão. Ex.: trigo, milho e arroz;
db.3) sâmara: com a parede do ovário formando expansões aladas.
5
Flor e Fruto Biologia
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
1234
PSEUDOFRUTOS
Os pseudofrutos são estruturas carnosas, contendo reservas nutritivas de forma semelhante aos frutos.
Desenvolvem-se, no entanto, de outras partes da flor que não o ovário.
Os pseudofrutos podem ser:
\u2013 Simples: provenientes do desenvolvimento do pedúnculo ou do receptáculo de uma só flor. Exs.: caju, maçâ.
\u2013 Compostos: provenientes do desenvolvimento do receptáculo de uma única flor com muitos ovários. Ex.: morango.
\u2013 Múltiplos ou infrutescências: provenientes do desenvolvimento de inflorescência.
Exs.: amora, abacaxi, figo.
6
Flor e Fruto
Bi
olo
gia
12345678
12345678
12345678
12345678
12345678
12345678
12345678
12345678
12345678
12345678
12345678
1234567
1234567
1234567
1234567
1234567
1234567
1234567
1234567
1234567
ADAPTAÇÕES NA POLINIZAÇÃO E NA
DISPERSÃO
As flores noturnas, de modo geral, não são muito
coloridas, pois, no escuro, é mais fácil atrair seus
polinizadores pelo odor. É o caso, por exemplo, da
paineira, que ao exalar fortes odores atrai os morcegos,
seus polinizadores.
As flores diurnas, ao contrário, são mais vistosas,
atraindo os polinizadores pelo colorido, podendo também
exalar secreções doces e perfumadas. Algumas flores
diurnas, entretanto, não têm colorido vivo. A explicação
para esta aparente irregularidade é simples: elas são
polinizadas por besouros, que têm o olfato mais
desenvolvido que a visão, sendo mais facilmente atraídos
pelos odores exalados por esse tipo de flor.
Em alguns frutos e sementes surgem pêlos e
espinhos que se prendem aos pêlos dos animais, facilitando
a dispersão. Existem sementes que se adaptaram à
dispersão pelo vento, transformando-se em grãos bem
pequenos ou leves, ou desenvolvendo estruturas aladas
que auxiliam a flutuação. Algumas ainda, como o coco-da-
baía (fruto do coqueiro), são levadas pelo mar e lançadas
à praia.
O agradável sabor dos frutos estimula sua ingestão
pelos animais. Contudo, suas sementes não sofrem
digestão, sendo eliminadas nas fezes. O animal está
involuntariamente ajudando a levar a semente para longe
da planta que a produziu, facilitando, assim, sua dispersão.
Completando essa adaptação recíproca, há ainda o
fato de que os frutos só se tornam comestíveis quando
amadurecem, o que acontece apenas quando a semente
está pronta para germinar. A mudança de cor da fruta, de
verde para amarelo, por exemplo, facilita tal identificação,
pois os animais que se alimentam de frutas têm geralmente
a capacidade de distinguir cores.
0 1
12345678
12345678
12345678
12345678
12345678
12345678
12345678
12345678
12345678(FATEC-SP) Nas angiospermas, os frutos e as sementes
têm origem, respectivamente, nos seguintes elementos
florais esboçados no diagrama abaixo. Identifique-os.
0 1
( X ) no pêssego. ( ) no amendoim.
O pericarpo do pêssego é bem desenvolvido e
comestível, já o do amendoim é pouco desenvolvido e
seco.
Frutos como o pêssego são conhecidos como
carnosos e frutos como o amendoim são denominados
secos.
O pericarpo divide-se em três partes, que podem ser
facilmente reconhecidas nos frutos carnosos:
\u2013 a mais externa - o epicarpo
\u2013 a do meio - o mesocarpo
\u2013 a mais interna - o endocarpo
Epicarpo, mesocarpo e endocarpo são concrescidos nos
frutos secos e. por essa razão, não podem ser percebidos
facilmente.
Você sabe que as plantas podem ser divididas em dois
grandes grupos:
\u2013 as que apresentam elementos de reprodução facilmente
visíveis: são as fanerógamas;
\u2013 as que não apresentam
vitoria
vitoria fez um comentário
Bom
1 aprovações
Carregar mais