terça
10 pág.

terça


DisciplinaResponsabilidade Civil4.678 materiais21.349 seguidores
Pré-visualização3 páginas
reparação apresenta cunho estritamente ligado a amenizar o sofrimento e a angustia da vitima.
b) Caráter punitivo: A reparação teria como objetivo exclusivo a punição do agente causador do dano, desestimulando a prática de novos danos por partes de outros agentes.
c) Caráter compensatório e punitivo: A reparação moral tem função primordial de compensar os danos sofridos pela vítima e função secundária ou acessória de punir o autor do dano.
7.1.2. Critérios para fixação do dano moral 
OBS: indenizar: tornar integro.
Reparação: compensar.
Existem dois sistemas
1) Sistema aberto: Sem um valor preestabelecido.
2) Sistema fechado: É quando existe um valor pré-estabelecido de tarifas para o pagamento do dano moral (tabelamento)
QUESTIONARIO DE REVISÃO
1 - O que é responsabilidade subjetiva e quais os seus requisitos essenciais?
Responsabilidade Subjetiva é aquela em que se demonstra a culpa do agente, seus principais requisitos são: 
\uf0b7         Culpa latu Sensu: culpa e o dolo.
\uf0b7         Culpa Strito Senso: Imprudência, Imperícia, negligência.
\uf0b7         Conduta humana antijurídica.
\uf0b7         Nexo Causal.
Todos estes requisitos resultam no Dano propriamente dito. 
2 - O que é responsabilidade objetiva pelo risco da atividade?
Responsabilidade objetiva é aquela onde é preciso da existência do dano, mas não é necessária a comprovação da culpa.
Existem duas teorias sobre este tema:
\uf0b7         Teorias do Risco integral: Não é necessário culpa nem o nexo, apenas o dano.
\uf0b7         Teoria do Risco criado ou da atividade: (art. 927, par. Único), fundamenta a obrigação de reparar o dano, com o fato de que a atividade desenvolvida normalmente pelo ofensor seja geradora de risco.
3 - Quais são as teorias explicativas do nexo causal?
Nexo Causal é a relação entre a conduta humana antijurídica e o dano
\uf0b7         Teoria da equivalência das condições ou sinequanom: Toda circunstância que causaram o dano devem ser analisadas.
\uf0b7         Teoria da causalidade adequada: somente as condutas relevantes pra o evento danoso, podem acarretar o dever de indenizar.
\uf0b7         Teoria dos danos diretos e imediatos: Somente do dano que efetivamente foi causado pela conduta do agente ofensor. 
4 - Sobre as excludentes do nexo de causalidade, explique o que é culpa exclusiva da vítima?
Não gera responsabilidade para quem causou o dano, pois a culpa do incidente é exclusiva da vítima, ou seja, o evento danoso ocorreu por exclusividade nos atos praticados pela vítima.
5 - Quais as espécies existentes de dano?
Dano material: Dano emergente (o que efetivamente se perdeu), lucros cessantes (O que foi deixado de ganhar).
Dano moral: O dano que ofende o direito da personalidade. Próprio (a própria vitima requer o direito), Impróprio (quando um terceiro requer o direito) 
Dano estético: Ofensa a integridade física da pessoa humana.	
6 - Como o dano material pode se manifestar?
O dano material se manifesta a partir da lesão ao bem jurídico patrimonial.
7 - O que é dano moral impróprio?
É o dano relacionado à lesão contra os direitos da personalidade.
8 - O dano estético sempre foi reconhecido pelo nosso ordenamento jurídico?
Não, antes o dano moral contemplava o dano estético.
9 - Quais as espécies de responsabilidade civil existente? 
Contratual: Violação de uma relação jurídica preexistente
Extracontratual: Surge a responsabilidade quando ocorre o fato danoso
10 - A culpa e o dolo tem diferença no âmbito da responsabilidade civil?
Não, pois ambas causam dano, devendo reparar o dano independente da culpa ou do dolo.
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar com o Pinterest