Resumo PMBOK
24 pág.

Resumo PMBOK


DisciplinaGerenciamento de Projetos16.522 materiais161.320 seguidores
Pré-visualização6 páginas
do projeto que está mais familiarizado com a natureza do trabalho na atividade específica. Este processo requer que a quantidade do esforço de trabalho necessário e que a quantidade de recursos, a ser aplicada para completar a atividades, seja estimada, esses são usados para aproximar o número de períodos de trabalho necessários para o término da atividade. 
Tempo \u2013 Desenvolver o cronograma
É o processo de análise de sequências das atividades, suas durações, recursos necessários e restrições do cronograma visando criar o cronograma do projeto. Este processo geralmente é interativo, determinando as datas planejadas de início e de término para as atividades e marcos do projeto.
A revisão e a manutenção de um cronograma realista continuam sendo executadas durante todo o projeto à medida que o trabalho progride, o plano de gerenciamento do projeto muda e a natureza dos eventos de riscos evolui.
Tempo \u2013 Controlar o cronograma
Controlar o cronograma é o processo de monitoramento do andamento do projeto para atualização do seu progresso e gerenciamento das mudanças feitas na linha de base do cronograma. O controle do cronograma está relacionado a:
determinação da situação atual do cronograma do projeto;
influência nos fatores que criam mudanças no cronograma;
determinação de que o cronograma do projeto mudou;
gerenciamento das mudanças reais conforme ocorrem.
Gerenciamento dos Custos
Custos \u2013 Planejar o gerenciamento dos custos
É o processo de estabelecimento de políticas, processos e documentação para planejar, desenvolver, gerenciar, executar e controlar o custo do projeto.
Custos \u2013 Estimar os custos
É o processo de desenvolvimento de uma estimativa dos recursos monetários necessários para executar as atividades do projeto.
As estimativas são um prognóstico baseado na informação conhecida em um determinado momento.
Compensações de custos e riscos devem ser consideradas:
Análise Fazer ou Comprar ;
Comprar ou Compartilhar Recursos.
As estimativas de custo são geralmente expressas em unidades de moeda, embora em alguns casos outras unidades de medida, como horas ou dias de pessoal, sejam usadas para facilitar as comparações através da eliminação dos efeitos das flutuações das moedas.
As estimativas de custos devem ser refinadas durante o curso do projeto para refletir detalhes adicionais que se tornarem disponíveis. A precisão da estimativa de um projeto aumentará conforme o mesmo progride no seu ciclo de vida, porém, não é sensato esperar o desenvolvimento do projeto para publicar o custo do mesmo.
Fontes de entradas de informações são derivadas das saídas dos processos do projeto em outras áreas de conhecimento. Após serem recebidas, todas essas informações ficarão disponíveis como entradas para os três processos de Gerenciamento de Custos.
Os custos são estimados para todos os recursos que serão cobrados do projeto. Isso inclui, mas não se limita a mão de obra, materiais, equipamentos, serviços e instalações.
Custos \u2013 Determinar o orçamento
É o processo de agregação dos custos estimados de atividades individuais ou pacotes de trabalho para estabelecer uma linha de base dos custos autorizada.
Essa linha de base inclui todos os orçamentos autorizados, mas exclui as reservas de gerenciamento.
O desempenho dos custos do projeto será medido em relação ao orçamento autorizado.
Custos \u2013 Controlar os custos
O controle de custos do projeto inclui:
Controlar os fatores que criam mudanças na linha de base dos custos;
Garantir que houve um acordo em relação às mudanças solicitadas;
Monitorar as mudanças reais quando e conforme ocorrem;
Garantir que os possíveis estouros nos custos não ultrapassam o financiamento autorizado periodicamente e no total para o projeto;
Monitorar o desempenho de custos para detectar e compreender as variações em relação à linha de base dos custos;
Registrar exatamente todas as mudanças adequadas em relação à linha de base dos custos;
Evitar que mudanças incorretas, inadequadas ou não aprovadas sejam incluídas nos custos relatados ou na utilização de recursos;
Informar as partes interessadas sobre mudanças aprovadas;
Agir para manter os estouros nos custos esperados dentro dos limites aceitáveis.
O controle de custos do projeto procura as causas das variações positivas e negativas e faz parte do controle integrado de mudanças. Por exemplo, respostas inadequadas às variações de custos podem causar problemas de qualidade ou de cronograma ou produzir  posteriormente um nível de risco inaceitável no projeto.
As maiores causas de falhas no gerenciamento de custos podem ser atribuídas a elementos externos ao processo isolado de custos. 
São elas:
Interpretação errada do trabalho a ser realizado;
Omissão na definição de escopo;
Cronograma definido com pobreza ou excessivamente otimista;
Fracasso na avaliação e na quantificação de riscos;
Estrutura analítica do projeto mal definida;
Parâmetros de qualidade mal estabelecidos;
Fracasso na estimativa de custos indiretos e administrativos do projeto.
Gerenciamento da Qualidade
Qualidade -  Planejar o Gerenciamento da Qualidade
É o processo de identificação dos requisitos e/ou padrões de qualidade do projeto e do produto.
O Planejamento da qualidade deve ser realizado em paralelo aos demais processos de planejamento do projeto. Neste processo serão analisadas algumas das técnicas existentes para o planejamento da qualidade.
Qualidade -  Realizar a Garantia da Qualidade
É o processo de auditoria dos requisitos de qualidade e dos resultados das medições de controle da qualidade para garantir que sejam usados os padrões e definições estabelecidos.
O processo também inclui a Melhoria Contínua do Processo, que é um meio interativo de melhorar a qualidade de todos os processos. A Melhoria Contínua de Processos reduz o desperdício e elimina as atividades que não agregam valor, permitindo que os processo sejam operados com níveis mais altos de eficiência e eficácia.
Qualidade -  Realizar o Controle da Qualidade
É o processo de monitoramento e registro dos resultados da execução das atividade de qualidade para avaliar  desempenho e recomendar as mudanças necessárias.
O controle da qualidade é realizado durante todo o projeto.
Os resultados do projeto incluem as entregas e os resultados do gerenciamento do projeto, tais como desempenho de custos e prazos.
O controle da qualidade geralmente é realizado por um departamento específico ou uma unidade da organização com nome semelhante.
Para o correto entendimento do controle da qualidade, é necessário compreender os seguintes termos:
prevenção: manter os erros fora do processo;
inspeção: manter os erros fora do alcance do cliente;
amostragem de atributos: classificação do resultado \u201cem conformidade\u201d ou \u201cem não-conformidade\u201d;
amostragem de variáveis: classificação do resultado em uma escala contínua que mede o grau de conformidade;
tolerância: intervalo especificado de resultados aceitáveis;
limites de controle: limites que podem indicar se o processo está fora de controle;
Gerenciamento dos Recursos Humanos
Recursos Humanos - Planejar o Gerenciamento dos Recursos Humanos 
É o processo de identificar e documentar papéis, responsabilidades, habilidades necessárias e relações hierárquicas do projeto, e criar um plano de gerenciamento de pessoal. 
Este planejamento é utilizado para determinar e identificar recursos humanos com as habilidades necessárias para o êxito do projeto. Essas equipes ou membros da equipe podem ser internos ou externos à organização executora do projeto. Outros projetos podem estar competindo por recursos com as mesmas competências ou conjuntos de habilidades. Considerando esses fatores, os custos, cronogramas, riscos, qualidade e outras áreas do projeto podem ser significativamente afetados.
Recursos Humanos - Mobilizar a Equipe do Projeto
É o processo de confirmação da disponibilidade dos recursos humanos e obtenção da equipe necessária para concluir