Resumo PMBOK
24 pág.

Resumo PMBOK


DisciplinaGerenciamento de Projetos16.510 materiais160.869 seguidores
Pré-visualização6 páginas
as designações do projeto.
A equipe do projeto pode ou não ter controle direto sobre a seleção dos membros, devido a:
acordos de negociação coletiva;
uso de pessoal subcontratado;
ambiente de projeto em estrutura matricial;
relações hierárquicas internas ou externas.
Recursos Humanos - Desenvolver a Equipe do Projeto 
É o processo de melhoria de competências, interação e ambiente global da equipe para aprimorar o desempenho do projeto.
Os gerentes de projetos devem adquirir habilidades para identificar, construir, manter, motivar liderar e inspirar as equipes de projetos a alcançar um alto desempenho da equipe e cumprir os objetivos do projeto.
Os objetivos de desenvolver uma equipe de projeto incluem, entre outros:
aprimorar  os conhecimentos e habilidades dos membros da equipe para aumentar sua capacidade de concluir as entregas do projeto, reduzir custos/prazos e melhorar a qualidade;
estimular o sentimento de confiança e consenso entre os membros da equipe;
criar uma cultura de dinamismo e coesão, aumentando assim a produtividade individual e da equipe.
Recursos Humanos - Gerenciar a Equipe do Projeto 
É o processo de acompanhar o desempenho de membros da equipe, fornecer feedback, resolver questões e gerenciar mudanças para otimizar o desempenho do projeto. 
Gerenciar a equipe do projeto requer diversas habilidades de gerenciamento para estimular o trabalho em equipe e integrar os esforços dos membros da equipe para criar equipes de alto desempenho. O gerenciamento da equipe envolve uma combinação de habilidades, com ênfase especial em comunicação, gerenciamento de conflitos, negociação e liderança. Os gerentes de projetos devem fornecer tarefas  desafiadoras para os membros da equipe e reconhecimento pelo alto desempenho.
Gerenciamento da Comunicação
Comunicações -  Planejar o gerenciamento das comunicações
É o processo de desenvolver uma abordagem apropriada e um plano de comunicação do projeto com base nas necessidades de informação e requisitos das partes interessadas e nos ativos organizacionais disponíveis. 
Deve-se levar em consideração as seguintes perguntas sobre informação na comunicação: 
Quem (vai distribuir e receber a informação)?
Como? 
Quando? 
Onde? 
Qual? 
Em ferramentas & técnicas encontra-se a \u201cAnálise de requisitos das comunicações\u201d, que envolve determinar as partes interessadas que precisam receber comunicações do projeto, que comunicações precisam receber, como (formato) e com que frequência. 
Nesta análise entram:
Organograma do projeto e da empresa 
Matriz RACI do projeto 
Registro das partes interessadas
Necessidades de comunicações internas à empresa e externas  (mídia, fornecedores, consumidores) Localização geográfica das pessoas
Número de canais de comunicação. A fórmula é n(n-1)/2. Ex.: 5 pessoas seria 5(5-1)/2 = 10 canais de comunicação. 
Deve-se levar em consideração dois aspectos da comunicação: 
Comunicação EFICAZ \u2013 Fornecer prontamente as informações certas para as pessoas certas no formato e meios certos. 
Comunicação EFICIENTE \u2013 Fornecer apenas a informação necessária para as partes interessadas. Este processo pode ser realizado logo após identificar as partes interessadas, do grupo de iniciação, para aí sim podermos identificar as necessidades de informações.
Comunicações \u2013 Gerenciar as comunicações
É o processo de comunicação e interação com as partes interessadas para atender às suas necessidades e solucionar as questões à medida que ocorrerem.
O processo Gerenciar a Comunicação do Projeto envolve as atividades de comunicação dirigidas às partes interessadas para influenciar suas expectativas, abordar as preocupações e solucionar as questões, tais como:
aumentar a probabilidade de aceitação do projeto, negociando e influenciando seus desejos para alcançar e manter as metas;
abordar as preocupações que ainda não se tornaram questões;
esclarecer e solucionar as questões que foram identificadas.
O processo Gerenciar as Expectativas das Partes Interessadas auxilia na avaliação dos riscos das escolhas do projeto.
Comunicações \u2013 Controlar as comunicações
É o processo de coleta e distribuição de informações sobre o desempenho, inclusive relatórios de andamento, medições do progresso e previsões.
Envolve a coleta e análise periódica da linha de base em relação aos dados reais para entender e comunicar o andamento e desempenho, bem como para prever os resultados do projeto.
Os relatórios de desempenho precisam fornecer informações no nível adequado para cada público. O formato pode variar desde um simples relatório de andamento até um BSCs.
Os relatórios podem incluir:
análise do desempenho anterior;
situação atual dos riscos e questões;
trabalho concluído durante o período;
trabalho a ser concluído no próximo período;
resumo das mudanças aprovadas no período;
término previsto do projeto (tempo e custo);
outra informações relevantes.
Estes relatórios podem ser elaborados periodicamente ou com base em exceções.
Gerenciamento dos Riscos
Riscos - Planejar o Gerenciamento dos Riscos
 É o processo de como conduzir as atividades de Gerenciamento de Riscos do projeto.
O planejamento dos processos de Gerenciamento de Riscos é importante para garantir que o grau, o tipo e a visibilidade do Gerenciamento dos Riscos sejam proporcionais tanto aos riscos como à importância do projeto para a organização.
Este processo deve iniciar na concepção do projeto e ser concluído nas fases iniciais do planejamento.
Riscos \u2013 Identificar os Riscos
É o processo de determinação dos riscos que podem afetar o projeto e de identificação de suas características.
Entre os participantes das atividades de identificação de riscos, constam:
gerente do projeto;
membros da equipe do projeto;
equipe de gerenciamento dos riscos;
clientes;
especialistas externos;
usuários finais;
outros gerentes de projetos.
Identificar os riscos é um processo iterativo porque novos riscos podem surgir ou se tornar conhecidos durante o ciclo de vida do projeto.
O formato das declarações de riscos deve ser consistente para garantir a capacidade de comparar o efeito relativo de um evento de risco com outros no projeto.
Riscos \u2013 Realizar a Análise Qualitativa dos Riscos
É o processo de priorização de riscos para análise ou ação adicional através da avaliação e combinação de sua probabilidade de ocorrência e impacto.
As organizações podem aumentar o desempenho do projeto se concentrando nos riscos de alta prioridade. Uma avaliação da qualidade das informações disponíveis sobre riscos do projeto também ajuda a elucidar a avaliação da importância do risco para o projeto.
A realização da análise qualitativa de riscos normalmente é um meio rápido e econômico de estabelecer as prioridades do processo Planejar as Respostas aos Riscos e define a base para o processo de Realizar a Análise Quantitativa dos Riscos.
Riscos \u2013 Realizar a Análise Quantitativa dos Riscos
É o processo de analisar numericamente o efeito dos riscos identificados nos objetivos gerais do projeto.
Esta análise é realizada nos riscos que foram priorizadas pela análise quantitativa de riscos como tendo impacto potencial e substancial nas demandas concorrentes do projeto.
Riscos \u2013 Planejar as Respostas aos Riscos
É o processo de desenvolvimento de opções e ações para aumentar as oportunidades e reduzir as ameaças aos objetivos do projeto. Este processo engloba a identificação e a designação de uma pessoa para assumir a responsabilidade por cada resposta ao risco acordada e financiada.
O processo de planejamento das respostas aborda os riscos pela prioridade, inserindo recursos e atividades no orçamento, no cronograma e no plano de gerenciamento do projeto, conforme necessário.
Riscos - Controlar os Riscos
É o processo de implementação dos planos de respostas a riscos, acompanhamento dos riscos identificados, monitoramento dos riscos residuais, identificação de novos riscos e