Revisão - Biologia Celular AV2
3 pág.

Revisão - Biologia Celular AV2


DisciplinaBiologia Celular26.758 materiais899.514 seguidores
Pré-visualização2 páginas
ESTUDO DIRIGIDO PARA AV2 - PROFA RENATA MANFRINATO - BIOLOGIA CELULAR 
1- Quais são as unidades monoméricas das seguintes biomoléculas abaixo: 
a) Proteínas: R: Aminoácidos 
b) Ácidos Nucleicos: R: Nucleotídeos 
c) Polissacarídeos: Monossacarídeos 
 
2- De que forma os monômeros ou unidades monoméricas interagem para formar as proteínas e os 
polissacarídeos? 
As proteínas são formadas por aminoácidos que se ligam por ligações covalentes chamadas de ligações 
peptídicas, e os polissacarídeos são formados por monossacarídeos que se ligam por ligações covalentes 
chamadas de ligações glicosídicas. 
 
3- Como podemos classificar os carboidratos? 
Os carboidratos são classificados em monossacarídeos. Dissacarídeos e polissacarídeos. 
 
4- Quais são os carboidratos principais de reserva energética e de função estrutural nas células animais e 
vegetais? 
Carboidratos de reservas energéticas: Animal: glicogênio e vegetal: amido 
Carboidratos de função estrutural: Animal: quitina e vegetal: celulose 
 
5- Como são produzidas os componentes do glicocálice intracelularmente? 
O glicocálice é uma extensão da superfície celular composto principalmente, por glicoproteínas e 
glicolipídeos. As proteínas são oriundas do retículo endoplasmático rugoso (rer) que ao nível do complexo 
de golgi recebem monossacarídeos formando-se as glicoproteínas que são endereçadas por essa organela 
para a membrana. O mesmo ocorre com os glicolipídeos, sendo que os lipídeos são provenientes do 
retículo endoplasmático liso (rel). 
 
6- Quais são as funções desempenhadas pelos componentes do glicocálice? 
Os componentes do glicocálice (glicoproteínas e glilipídeos) são importantes para o reconhecimento 
celular e para a adesão celular. 
 
7- Em relação a glicose, responda: 
a) Como podemos classificar esse monossacarídeo? Hexose do tipo aldose 
b) Qual é a função principal desse monossacarídeo para as células? Fonte principal de energia (atp) 
c) De que forma esse monossacarídeo é reservado nas células animais? Na forma do polissacarídeo 
glicogênio 
d) Como esse carboidrato é internalizado pelas células? 
A glicose é internalizada nas células por difusão facilitada realizada por moléculas proteícas 
transportadoras chamadas de glut. Em algumas células como as musculares e as adiposas o glut 
depende da insulina. 
 
8- Explique as principais funções realizadas pelas proteínas nas células. 
Nas células, as proteínas apresentam funções importantes como: reserva energética (células musculares), 
moléculas transportadoras, canais iônicos, poros, bombas atpásicas e receptores de membrana. Podem 
também atuarem como enzimas. 
 
 
9- Diferencie células eucariotas das células procariotas. 
As células eucariotas são células que apresentam núcleo individualizado, organelas citoplasmáticas que 
são compartimentos fechados por membranas, presença de citoesqueleto, e parede celular somente nas 
células eucariotas vegetais. As células procariotas não apresentam núcleo individualizado, apresentando, 
portanto material genético disperso no citoplasma. Não apresentam citoesqueleto e apresentam parede 
celular. Os únicos seres procariotos são as bactérias. 
 
 
10- Quais são as principais diferenças entre as células eucariotas animais e vegetais? 
As diferenças principais entre as células vegetais e animais estão presentes principalmente nas células 
vegetais, tais como: Presença de parede celular, vacúolo de suco celular, reserva energética de amido, 
plastos e presença de plasmodesmos. 
 
11- Dê as características morfológicas dos vírus. 
Os vírus não apresentam constituição celular, por isso não são considerados seres vivos. São formados por 
capsídeos protéicos e material genético incompleto (dna ou rna). Alguns apresentam envelope lipídico. 
 
12- Dê as principais características das proteínas transmembranas, e cite algumas funções desempenhadas 
por elas. 
As proteínas transmembranas são proteínas integrais ou intrínsecas na membrana celular que formam 
canais iônicos, poros, bombas atpásicas e receptores celulares. 
Ex: canais iôniocos: seletivos para íons específicos: para íons sódio, íons potássio 
Poros para água: formados por proteínas transmembranas chamdas de aquaporinas 
 
13- Diferencie quando o transporte para os íons sódio (Na+) são passivo e ativo. 
Quando o trnasporte de íons sódio é passivo (a favor do gradiente de concentração), esse atravessa a 
membrana celular através de canais, como na sua entrada na célula. Já sua saída da célula é ativa (contra 
o gradiente), ou seja, requer consumo de atp. Nesse caso, o transporte ocorre ativamente com a saída de 
3 íons de sódio com a entrada de 2 íons de potássio através da bomba sódio-potássio atpásica. 
 
14- Explique quais são as causas principiais para que ocorra o acúmulo de íons sódio dentro da célula. 
A ausência de oxigênio, faz com que ocorra menor atividade da organela mitocôndria. Logo, ocorre 
diminuição da produção de atp. Dessa forma, a bomba sódio-potássio atpásica não funciona, e assim os 
íons sódio se acumulam intracelularmente. 
 
15- Quais são as CONSEQUÊNCIAS do acúmulo de íons sódio intracelularmente? 
Quando os íons sódio se acumulam internamente, ocorre osmose, e dessa forma as moléculas de água 
são internalizadas fazendo com que a célula fique inchada (tumefação celular) podendo sofrer lise. Nessa 
situação, a célula tem extravasamento do conteúdo lisossomal. As enzimas lisossomais digerem o 
citoplasma levando a célula à morte. Esse processo chama-se autólise. 
 
16- Como são compostos os nucleotídeos que formam uma molécula de DNA? 
Nucleotídeos de uma molécula de DNA são compostos de fosfato, pentose (desoxirribose) e bases 
nitrogenadas (adenina ou citosina ou guanina ou timina). 
 
17- Como são compostos os nucleotídeos que formam uma molécula de RNA? 
Os nucleotídeos de uma molécula de RNA são compostos de fosfato, pentose (ribose) e de bases 
nitrogenadas (adenina ou citosina ou guanina ou uracila). 
 
18- Quais são os papéis principais do retículo endoplasmático liso nas células hepáticas e musculares, 
respectivamente? 
Nas células hepáticas o REL é responsável pela síntese dos lipídeos, tais como fosfolipídios, colesterol e 
triglicerídeo. Nas células hepáticas o REL também tem função de detoxificação celular (eliminação de 
resíduos tóxicos, tais como álcool e medicamentos). Nas células musculares o REL age como reservatório 
de íons cálcio, importantes para a contração muscular. 
 
19- Quais são os papéis principais dos ribossomos livres e presos ao retículo endoplasmático rugoso ou 
granular? 
Os ribossomos livres são importantes para a síntese de proteínas intracelulares (proteínas do 
citoesqueleto) enquanto os ribossomos presos ao RER são importantes para a síntese de proteínas 
extracelulares, proteínas lisossomais e proteínas de membrana. 
 
20- Quais são as alterações morfológicas das células em meio de alta e baixa osmolalidade? 
As células em meio hipertônico (alta osmolalidade), sofrem desidratação, logo murcham. As células em 
meio hipotônico (baixa osmolalidade), tem entrda de água na célual, e com isso sofrem tumefaçao celular 
podendo morrer. 
 
21- Como os ribossomos são produzidos/fabricados intracelularmente? 
Os ribossomos são produzidos/fabricados pela associação do rna-ribossômico com proteínas. O rna-
ribossômico é produzido nos nucléolos. Sem os nucléolos não ocorre a síntese de rna-r, logo não ocorre a 
produção de ribossomos, impedindo assim, a síntese de proteínas. 
 
22- O que são os cromossomos? 
Os cromossomos são estruturas formadas pela alta condensação da cromatina durante a divisão celular. 
 
23- Sabendo que as células de Leydig presentes nos testículos