Alf Ross - Direito e Justiça - Ano 2000
436 pág.

Alf Ross - Direito e Justiça - Ano 2000


DisciplinaIntrodução ao Direito I90.748 materiais618.053 seguidores
Pré-visualização50 páginas
e soldados rasos que tenham sido alistados há mais 
de seis meses têm direito a um soldo extra. (Officers and prívates 
who have been conscripted more than six months are entitied to 
extra allowances.)
5.a) Homens e mulheres jovens que tenham sido aprovados no 
exame podem ser designados. fYoung men and women who have 
passed the quaüfying examination can be appointed.)
5.b) Homens e mulheres jovens que tenham prestado serviços 
nas organizações auxiliares femininas podem ser designados. (Young 
men and women who have served in the WACS can be appointed.)
6.a)0 Rei pode fazer projetos de\e\ e outras medidas serem intro­
duzidos no Parlamento. (The King may cause proposals for statutes 
and other measures to be introduced in the pariiament.)
6.b) O Conselho se ocupa de projetos de leis e outras matérias 
importantes. (The Counciideais with proposaisfor statutes and other 
matters o f importance.)
Estes exemplos.demonstram que não há regras fixas que defi­
nam quando um adjetivo, um pronome relativo ou uma preposição 
se referem somente a uma palavra e quando se referem a mais de 
uma. Nesses exemplos, o significado é satisfatoriamente claro à luz 
da exigência de um significado razoável. Ao interpretar-se 4.a., en­
tretanto, o propósito presumível do legislador ou a própria atitude 
do intérprete terão que desempenhar um papel, e em 4.b será deci- 
sivo para a interpretação verificar se de acordo com o contexto é 
Possível que os oficiais sejam alistados. Em outros casos, podem 
SlJrgir sérias dúvidas.
154 - Alf Ross í
S
7) No contexto agências e instituições de caridade (charitablel 
institutions and agencies) a expressão de caridade (charitable) sei 
refere, de acordo com o uso ordinário da língua, tanto às agêndaà 
quanto às instituições. Porém, dúvidas poderão surgir se além dòl 
conectivo, houver uma palavra que qualifique o primeiro membro/] 
como ocorre na frase instituições de caridade ou organizações comi 
pessoa jurídica (charitable institutions or incorporated organizations). 
Assim, no caso escocês Symmers' Trustees contra Symmers, 1918 S 
C. 337, em que os fideicomissários receberam instruções para dividir
o remanescente entre 'tais instituições de caridade ou agências me­
recedoras de sua escolha' (such charitable institutions or deserving 
agencies as they may select), decidiu-se que o legado era nulo por 
falta de certeza pois a descrição 'instituições merecedoras" (deserving 
institutions) tinha que ser entendida independentemente de'institui* 
ções de caridade' (charitable institutions) e, assim, o legado não era 
exclusivamente de caridade.6 \
^Ternos um outro exemplo nas seguintes palavras do British Roac 
TrafficActúe 1930, parágrafo 11, 1:
"Se uma pessoa conduzir um veículo motorizado por uma estradai 
de maneira descuidada, ou a uma velocidade ou de uma maneirai] 
perigosa ao público, tendo em conta todas as circunstâncias do caso 
incíusive a natureza, estado e uso da estrada, e a densidade do trát 
go que ocorre realmente na ocasião, ou que razoavelmente poder-se 
ia esperar na estrada, será responsável etc..."
"Parece ter sido aceito sem problemas que as palavras em itálic 
se referem tanto à condução descuidada quanto à velocidade e 
maneira de conduzir (ver, por exemplo, Elwes contra Hopkins, 1906|
2 K. B l; Justices'Manual(1950), vol. II, p. 2.056. Entretanto, relatif 
vãmente a uma lei australiana de redação similar, decidiu-se no casc 
Kane contra Dureau( 1911) V.D.R. 293 que essas palavras qualificar 
somente as frases 'a uma velocidade' e 'de uma maneira'."7' *
6. Citação de E. L. Piesse e J. Gilchrist Smith, The Elemeats ofDrafting (19501,14.
7. Op. cit., 16-17.
\u2022 Neste caso e nos próximos que se seguem não registramos o inglês visto a pertinência não se restringir às língw 
inglesa e dinamarquesa, atingindo também o português. W. T.)
Direito e Justiça - 155
c) Pronomes demonstrativos e relativos:
9 .a )"0 Rei citará anualmente um parlamento ordinário e decidirá 
quando termina a sessão. Isto, todavia, não pode ocorrer até que, de 
acordo com o parágrafo 48, se tenha autorizado legalmente a co­
brança dos impostos e o pagamento das despesas do governo." {Cons­
tituição Dinamarquesa, 1920, parágrafo 19).
9.b) O presidente convocará uma reunião e anexará uma cópia de 
seu relatório. Isto, todavia, não pode ocorrer enquanto o tesoureiro 
não expor suas contas.
10.a)"Se uma das Câmaras for dissolvida por ocasião de sessão 
do Parlamento, as reuniões da outra Câmara serão suspensas até 
que o Parlamento todo se reúna novamente. Isto tem que ocorrer 
dentro de dois meses após a dissolução." (Constituição Dinamarque­
sa, 1920, parágrafo 22)
10.b)Se a competência do presidente for questionada, este adiará 
a reunião até que o Conselho tenha chegado a uma decisão, /stotem 
que ser realizado mesmo que o presidente declare sua disposição 
para renunciar.
11.a) "Os Ministros serão responsáveis perante o Rei e o Parla­
mento pelo exercício de suas funções." (Constituição Dinamarquesa, 
1920, parágrafo 14)
ll.b ) Os professores deram a João e Pedro um presente em seu 
aniversário. (Fica claro pelo contexto que são gêmeos)
Nas citações da Constituição parece completamente claro a que se 
referem as palavras em itálico. As passagens concebidas como 
contrapartida demonstram, entretanto, que de um ponto de vista 
puramente sintático é possível que sejam entendidas de maneiras 
diversas e que a leitura natural, portanto, é, na realidade, determina­
da não apenas pelo que pode ser lido, como também por um juízo 
sobre o significado que se pode razoavelmente presumir. Entretanto, 
esse juízo nem sempre produz certeza. Problemas difíceis de inter­
pretação têm surgido, por exemplo, com relação à frase "a mesma 
obrigação" do Estatuto da Corte Internacional Permanente de Justi- 
Ça, art. 36, 5, seção 2.8
8- Ver Hans Kelsen, The Law of the United Nations (1950), 526.
3.
i
d) Frases de modificação, exceção e condição: j
Do ponto de vista da sintaxe é com freqüência duvidoso com q u i 
membro primário uma frase de modificação, exceção e condição esq 
conectada. Nestes casos, a pontuação pode ser importante. J
12) "No exercício de suas funções os juizes são limitados pel|
direito. Os juizes não serão destituídos de seus cargos a não séf 
mediante juízo, nem serão transferidos contra sua vontade, excera 
nos casos em que ocorra uma reorganização dos tribunais." (Const^ 
tuição Dinamarquesa, 1920, parágrafo 71) "
A estrutura da sentença nesse enunciado não deixa claro se a exoe 
ção relativa à organização dos tribunais se aplica somente à regra dd 
juizes não poderem ser transferidos contra sua vontade ou também', 
regra de não poderem ser destituídos de seus cargos sem juízo. O fatc 
decisivo é a vírgula após a palavra vontade. Isto demonstra que \u2018 
interpolação "nem serão transferidos contra sua vontade" se acha er 
oposição à (ou paralela à) primeira parte da sentença e que a exceçã 
se relaciona igualmente com ambas as alternativas. Se suprimir-se, 
vírgula, seria natural a interpretação contrária. ,!
A importância da pontuação se faz patente no protocolo de Berlirj 
de 6 de outubro de 1945, cujo único intuito foi substituir um ponto * 
vírgula por uma vírgula! Os "crimes contra a humanidade" foram da 
finidos da seguinte maneira no art. 69 da Carta do Tribunal M ilitJ 
Internacional contida no Acordo de Londres de 8 de agosto de 1943
13) "Os crimes contra a humanidade, a saber: homicídio, extermíniq 
escravidão, deportação e outros atos desumanos cometidos contra qual 
quer população civil, antes ou depois da guerra; ou perseguições pd 
razões políticas, raciais ou religiosas em execução ou em conexão con 
qualquer crime compreendido dentro da jurisdição do Tribunal, sejam c» 
não transgressões das leis internas do país onde perpetrados." |
No mencionado protocolo o ponto e vírgula