1-Administração de Cargos e salários - Revisão2015[1]
71 pág.

1-Administração de Cargos e salários - Revisão2015[1]


DisciplinaCargos e Salários449 materiais1.488 seguidores
Pré-visualização16 páginas
que definimos como 
exemplo, ao lado. 
Todos os fatores representam 100% da 
especificação dos cargos que serão avaliados por 
esse plano. Cada fator corresponde a um 
percentual de 100%. No caso do manual em 
análise, se um cargo fosse avaliado no grau A em 
todos os fatores, receberia 100 pontos, ou seja, o mínimo de pontos do manual, se, no entanto, um 
cargo fosse avaliado nos graus máximos em todos os fatores, esse cargo receberia 500 pontos, que é o 
máximo de pontos do manual. 
Para encontrar o peso dos fatores desse manual, basta dividir o mínimo de pontos de cada fator pelo 
mínimo de pontos totais do manual ou dividir o máximo de pontos de cada fator pelo máximo de pontos 
totais do manual. Assim o peso de cada fator desse manual, que tomamos como exemplo é o seguinte? 
 
\uf0fc Instrução = 20% 
\uf0fc Experiência = 20% 
\uf0fc Iniciativa = 15% 
\uf0fc Responsabilidade por erros = 10% 
\uf0fc Responsabilidade por supervisão exercida = 8% 
\uf0fc Responsabilidade por dados confidenciais = 6% 
\uf0fc Responsabilidade por contatos = 8% 
 
 
 Pág 41 
 
 
TEORIA E PRÁTICA DE CARGOS E SALÁRIOS 
\uf0fc Responsabilidade por valores = 8% 
\uf0fc Esforço mental / visual = 5% 
\uf0fc Total do manual = 100% 
 
Veja que a distribuição dos pesos entre os fatores não foi eqüitativa, e isso se justifica por que alguns 
fatores são mais importantes. Essa distribuição de pesos também varia, conforme o plano e de acordo 
com as áreas abaixo: 
 
\uf0fc Área \u201cMental\u201d = 50% 
\uf0fc Área de \u201cResponsabilidade\u201d = 40% 
\uf0fc Área \u201cFísica\u201d e de \u201cCondições de Trabalho\u201d juntos = 10% 
 
Conforme o manual em análise, os pesos são distribuídos da seguinte maneira: 
 
\uf0fc Área \u201cMental\u201d = 55% 
\uf0fc Área de \u201cResponsabilidade\u201d = 40% 
\uf0fc Área \u201cFísica\u201d = 5 % 
 
Isso se deve ao fato de não existir nenhum fator da área se \u201cCondições de Trabalho\u201d, e para não ocorrer 
nenhum desequilíbrio entre os fatores, seu peso é considerado na área \u201cMental\u201d. 
Vamos agora, passo a passo, montar o quadro que definimos como exemplo, verificado como foram 
atribuídos os pontos nele contidos, referentes aos graus dos fatores. 
O passo inicial é o estabelecimento dos pontos mínimos e máximos do manual, ou seja, o valor em 
pontos do cargo que é avaliado sempre no menor grau de todos os fatores e daquele cargo que é 
sempre avaliado no maior grau. 
Podem-se utilizar quaisquer valores como máximo e mínimo de pontos. De modo geral, as empresas 
determinam 100 como mínimo e de 500 a 1000 como máximo. 
No quadro de exemplo o ponto mínimo corresponde a 100 e o ponto máximo corresponde a 500. 
Uma vez definidos os pontos mínimos e máximos totais do manual, são encontrados os pontos mínimos 
e máximos de cada fator, conforme ponderação inicial destes, como foi demonstrado anteriormente. 
 
Definição dos pontos mínimos: 
 
Fatores % (Peso) x 
Ponto Mínimo 
Pontos 
Instrução 20% x 100 20 
Experiência 20% x 100 20 
Iniciativa 15% x 100 15 
Resp por erros 10% x 100 10 
Resp por supervisão exercida 8% x 100 8 
Resp por dados confidenciais 6% x 100 6 
Resp por contatos 8% x 100 8 
Resp por valores 8% x 100 8 
Esforço mental / visual 5% x 100 5 
 
Definição dos pontos máximos: 
 
 
 Pág 42 
 
 
TEORIA E PRÁTICA DE CARGOS E SALÁRIOS 
Fatores % (Peso) x 
Ponto Máximo 
Pontos 
Instrução 20% x 500 100 
Experiência 20% x 500 100 
Iniciativa 15% x 500 75 
Resp por erros 10% x 500 50 
Resp por supervisão exercida 8% x 500 40 
Resp por dados confidenciais 6% x 500 30 
Resp por contatos 8% x 500 40 
Resp por valores 8% x 500 40 
Esforço mental / visual 5% x 500 25 
 
Logo, teremos a seguinte distribuição: 
Fator Grau 
A 
Grau 
B 
Grau 
C 
Grau 
D 
Grau 
E 
Grau 
F 
Grau 
G 
Peso 
Instrução 20 100 20% 
Experiência 10 100 20% 
Iniciativa 15 75 15% 
Resp por erros 10 50 10% 
Resp por supervisão exercida 8 40 8% 
Resp por dados confidenciais 6 30 6% 
Resp por contatos 8 40 8% 
Resp por valores 8 40 8% 
Esforço mental / visual 5 25 5% 
Os campos sombreados significam que não existe escala de graus para esses fatores. 
 
Nosso próximo passo será obter os pontos intermediários, entre o primeiro e o último de cada fator, do 
quadro acima. Para isso, devemos utilizar a progressão aritmética ou geométrica. 
No nosso caso, utilizamos a progressão aritmética, com base na fórmula: 
 
q= an - a1 = 
 n-1 
 
Onde: 
 q = razão 
 an = último valor 
 a1 = primeiro valor 
 n = número de termos a interpolar 
 
Fator an a1 n -1 q 
Instrução 100 20 7-1 13,33 
Experiência 100 10 7-1 13,33 
Iniciativa 75 15 5-1 15 
Resp por erros 50 10 4-1 13,33 
Resp por supervisão exercida 40 8 4-1 10,67 
 
 
 Pág 43 
 
 
TEORIA E PRÁTICA DE CARGOS E SALÁRIOS 
Resp por dados confidenciais 30 6 4-1 8 
Resp por contatos 40 8 4-1 10,67 
Resp por valores 40 8 5-1 8 
Esforço mental / visual 25 5 3-1 10 
 
Exemplo de cálculo do fator instrução: PA 
 
GRAU PONTOS 
A 20 
B 33 (A+13,3) 
C 47 (B+13,3) 
D 60 (C+13,3) 
E 73 (D+13,3) 
F 87 (E+13,3) 
G 100 (F+13,3) 
 
Este cálculo é feito para cada fator, uma vez que os valores de pontos mínimos e máximos normalmente 
são distintos, inclusive também em número de graus. 
Assim sendo, completando os campos intermediários, chegaremos a nossa tabela de origem. 
 
Fator Grau 
A 
Grau 
B 
Grau 
C 
Grau 
D 
Grau 
E 
Grau 
F 
Grau 
G 
Peso 
Instrução 20 33 47 60 73 87 100 20% 
Experiência 10 33 47 60 73 87 100 20% 
Iniciativa 15 30 45 60 75 15% 
Resp por erros 10 23 37 50 10% 
Resp por supervisão exercida 8 19 29 40 8% 
Resp por dados confidenciais 6 14 22 30 6% 
Resp por contatos 8 19 29 40 8% 
Resp por valores 8 16 24 32 40 8% 
Esforço mental / visual 5 15 25 5% 
A distribuição dos pontos pelos fatores poderia ter sido feita pela progressão geométrica e, nesse caso, a 
razão seria igual a 1,308. 
 
 n-1 6 
 q= an = 100 = 1,308 
 a1 20 
 
Onde: 
 q = razão 
 an = último valor 
 a1 = primeiro valor 
 n = número de termos a interpolar 
 
 
 Pág 44 
 
 
TEORIA E PRÁTICA DE CARGOS E SALÁRIOS 
Neste caso o cálculo do fator instrução pela PG, a razão seria de 1,308 (multiplicar). 
Fatores Na a1 n -1 q 
Instrução 100 20 7-1 1,308 
Experiência 100 10 7-1 1,308 
Iniciativa 75 15 5-1 1,495 
Responsabilidade por erros 50 10 4-1 1,709 
Responsabilidade por supervisão exercida 40 8 4-1 1,709 
Responsabilidade por dados confidenciais 30 6 4-1 1,709 
Responsabilidade por contatos 40 8 4-1 1,709 
Responsabilidade por valores 40 8 5-1 1,495 
Esforço mental / visual 25 5 3-1 2,236 
 
Exemplo de cálculo do fator instrução: PG 
 
GRAU PONTOS 
A 20 
B 26 (A x 1,308) 
C 34 (B x 1,308) 
D 45 (C x 1,308) 
E 59 (D x 1,308) 
F 77 (E x 1,308) 
G 100 (F x 1,308) 
 
Assim sendo, completando os campos intermediários, chegaremos a nossa tabela de origem. 
Fatores Grau 
A 
Gra
u B 
Grau 
C 
Grau 
D 
Grau 
E 
Grau 
F 
Grau 
G 
q Peso
s 
Instrução 20 26 34 45 59 77 100 1,308 20% 
Experiência 20 26 34 45 59 77 100 1,308 20% 
Iniciativa 15 22 34 50 75 1,495 15% 
Resp. por erros 10 17 29 50 1,709 10% 
Resp. por supervisão exercida 8 14 23 40 1,709 8% 
Resp. por dados confidenciais 6 10 17 30 1,709 6% 
Resp. por contatos 8 12 20 35 1,709 8% 
Resp. por valores 8 12 18 27 40 1,495 8% 
Esforço mental / visual 5 11 25 2,236 5% 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Pág 45 
 
 
TEORIA