Resumo apresentação de anatomia - sistema nervosos
12 pág.

Resumo apresentação de anatomia - sistema nervosos


DisciplinaAnatomia I44.141 materiais363.969 seguidores
Pré-visualização3 páginas
que se tornam conscientes 
exclusivamente neste nível. Através propriocepção consciente alterações na posição 
ortostática do animal podem ser percebidas por ele devido à percepção do próprio corpo 
proporcionada por esta via. Assim, ao flexionarmos a extremidade distal do membro 
torácico ou pélvico de um cão, por exemplo, se a propriocepção estiver normal o animal 
retornará o membro na posição correta. 
 
Propriocepção inconsciente 
São atividades involuntárias executadas pelo sistema nervoso central das partes moveis 
do corpo (músculos, tendões e articulações). A posição e tônus das partes móveis são 
continuamente monitorados e ajustados, porém de um modo automático e inconsciente. 
Neurônio I: localizam-se nos gânglios espinhais nas raízes dorsais. Os ramos 
ascendente e descendente terminam na sinapse com os neurônios II da coluna posterior 
ou no núcleo cuneiforme acessório do bulbo. 
Neurônio II: podem estar em 3 posições, dando origem a 3 vias diferentes até o cérebro. 
As vias podem ser: 
* Situadas no núcleo torácico (ou dorsal) 
* Situados na base da coluna posterior e substância cinzenta intermédia central 
* Situados no núcleo cuneiforme do bulbo 
Tem-se que as terminações dos neurônios nos três casos são dadas no pedúnculo 
cerebelar. 
Tato epicrítico 
É a sensibilidade que permite qualificar precisamente aos estímulos mecânicos em 
relação ao local de contato da pele com outra superfície. Tal funcionamento permite 
distinguir a forma e a textura de tudo que entra em contato com a pele, inclusive 
distinção entre dois pontos mesmo quando tocados simultaneamente. Estes estímulos 
são captados por ramificações de axônios encontrados junto aos folículos pilosos, 
corpúsculos de Paccini, células de Merkel, corpúsculo de Meissner entre outras células 
especializadas na percepção tátil.A via referente ao tato epicrítico é a mesma via da 
propriocepção consciente, já citada anteriormente. 
Neurônio I: encontram-se nos gânglios espinhais, sendo composto por parte ascendente 
(término se encontra no bulbo) e parte descendente. Tais partes são localizadas no 
fascículo de grácil e cuneiforme. 
Neurônio II: Localizam-se nos núcleos grácil e cuneiforme do bulbo. Tal conjunto forma 
o lemnisco medial, cujo término se encontra no tálamo. 
Neurônio III: Este conjunto de neurônios se origina no tálamo. Tal conjunto origina 
axônios que constituem radiações talâmicas que chegam à área somestésica passando 
pela cápsula interna e coroa radiada. Por esta via 
chegam ao cortéx os impulsos nervosos que se tornam conscientes exclusivamente 
neste nível. 
VIA GUSTATIVA 
 
Os estímulos gerados nos botões gustativos passam da parte anterior da língua para os 
nervos lingual e para a corda do tímpano que se conectam ao nervo interno facial. Já 
na parte posterior e na epiglote os estímulos passam respectivamente para o nervo 
glossofaríngeo e nervo vago. Em seguida percorrem pelo trato solitário localizado no 
bulbo e são transmitidos ao tálamo onde seguem para área gustativa primária que é 
responsável pela integração das sensações. 
 
VIAS DE DOR E TEMPERATURA 
Caminho: o estímulo sensitivo, seja do ambiente externo seja do interno, é captado pelo 
receptor (os que captam frio são os de Krauser, os que captam de calor, Ruffini e os 
que captam dor são as terminações nervosas) e viaja através das vias neospino-
talâmica e pela paleospino-talâmica. Esse chega na medula pela coluna anterior, a 
atravessa e vai para o trato espino-talâmico lateral. A partir daí, sobe para o tálamo 
(órgão que compõe o diencéfalo), onde é processado e assim, emitido uma resposta. 
Via Neospino-talâmica (mais nova): é constituída pelo trato espino-talâmico lateral e 
passa o estímulo de dor superficial, localizada, aguda e em pontadas. 
Via Paleospino-talâmica (mais antiga): é composta por neurônios aferentes, localizados 
na coluna medular e nos gânglios espinhais. Constituída pelo trato espino-reticular e 
pelas fibras retículo-talâmicas, passa estímulo de dor profunda, difusa, crônica e a 
sensação de queimação. 
Trato espino-talâmico lateral: neurônios cordonais de projeção situados na coluna 
posterior emitem axônios que cruzam o plano mediano na comissura branca, ganham o 
funículo lateral onde se fletem cranialmente para constituir o trato, cujas fibras terminam 
no tálamo. O tamanho deste trato aumenta à medida que ele sobe na medula pela 
constante adição de novas fibras. Conduz impulsos de temperatura e dor. Em certos 
casos de dor aconselha-se a secção do trato, a cordotomia. 
Curiosidades 
Em algumas vísceras ocorre o fenômeno conhecido como dor referida, em que se 
caracteriza pelo fato de muitas vezes sentimos a dor de um órgão interno em um ponto 
adjacente na pele, por isso a dor no coração é frequentemente sentida no braço 
esquerdo ou no ombro. Isso provavelmente ocorre porque as fibras que passam pelo 
órgão são muitas vezes as mesmas que terminam nesses pontos na pele. E assim, o 
SNC interpreta a dor como tendo a mesma localização.