Engenharia_de_Requisitos
25 pág.

Engenharia_de_Requisitos


DisciplinaAnálise de Sistemas II85 materiais1.124 seguidores
Pré-visualização1 página
Processos de Engenharia de 
Requisitos 
Engenharia de Software (SCE-5764) 
 
1º Sem. 2012- Prof. Paulo C. Masiero 
Introdução 
\uf06e Objetivo: criar e manter um documento 
de requisitos. 
\uf06e Quatro subprocessos: 
\uf06e Avaliação (análise de viabilidade) 
\uf06e Obtenção(elicitação) 
\uf06e Especificação (documentação padronizada) 
\uf06e Validação 
Estudo de 
Viabilidade 
Elicitação e 
Análise de 
Requisitos 
Especificação 
de Requisitos 
Validação de 
Requisitos Relatório de 
Viabilidade 
Modelos do 
Sistema 
Requisitos do 
Usuário e do 
Sistema 
Documento 
de Requisitos 
Processo de Engenharia 
 de Requisitos 
Tratada 
anteriormente 
Gerenciamento de requisitos 
\uf06e Os requisitos do sistema mudam 
\uf06e Durante o desenvolvimento do sistema 
\uf06e Quando está em operação 
 
\uf06e Ger. De Requisitos é processo de 
gerenciamento das mudanças. 
Engenharia de Requisitos 
\uf06e Algumas pessoas consideram E.R. como 
a aplicação de um método de análise 
estruturado, como Análise OO (Larman, 
PU, etc). 
\uf06e Isso é a análise do sistema 
Estudo de Viabilidade 
\uf06e Estudo inicial e focado 
\uf06e Entrada: Esboço da descrição do sistema 
e um conjunto inicial de requisitos de 
negócio. 
\uf06e Resultado: relatório que recomenda se 
vale a pena ou não construir o sistema 
\uf06e O relatório também pode propor 
mudanças de escopo, orçamento e prazo. 
Estudo de Viabilidade (Cont.) 
\uf06e Tempo de duração: normalmente de 
uma a três semanas. 
\uf06e Fontes de informação: gerentes de 
departamentos, engenheiros de 
software especialistas no domínio, 
usuários finais, normas e legislação etc. 
 
Estudo de viabilidade 
\uf06e Questões a responder: 
\uf06e Como o sistema contribui para os objetivos 
da organização? 
\uf06e O sistema pode ser implementado com a 
tecnologia atual, com o custo previsto e no 
prazo? 
\uf06e O sistema pode ser integrado a outros 
sistemas já implantados? 
Elicitação e análise de requisitos 
\uf06e Atividades 
\uf06e Obtenção dos requisitos 
\uf06e Classificação e organização 
\uf06e Priorização e negociação 
\uf06e Documentação dos requisitos 
\uf06e Essas quatro atividades podem ser 
executadas em um modelo de 
processos em espiral. 
Elicitação e análise de requisitos 
\uf06e Dificuldades 
\uf06e De comunicação com os interessados 
\uf06e Conhecimento implícito ou tácito 
\uf06e Interessados têm diferentes requisitos com 
pontos em comum e conflitos 
\uf06e Fatores políticos influenciam 
\uf06e O ambiente econômico e de negócios em 
que a análise é realizada muda. 
Obtenção de requisitos 
\uf06e Pontos de vista 
\uf06e Entrevistas 
\uf06e Cenários 
\uf06e Casos de uso 
\uf06e Etnografia 
Etnografia 
\uf06e Técnica de observação que pode ser usada para 
compreender os requisitos sociais e 
organizacionais. 
\uf06e As pessoas compreendem seu próprio trabalho, 
mas muitas vezes têm dificuldade para explicar 
ou articular detalhes dele. 
\uf06e É eficaz para descobrir requisitos: 
\uf06e Derivados da maneira como as pessoas 
realmente trabalham 
\uf06e Da cooperação e do conhecimento das 
atividades de outras pessoas. 
 
Etnografia - Estudos 
\uf06e Suchman \u2013 trabalho em escritório é mais 
rico, complexo e dinâmico do que 
modelos de automação de escritório. 
\uf06e Há uma diferença entre o trabalho suposto e 
o real. 
\uf06e Sistemas de 
\uf06e Tráfego aéreo 
\uf06e Salas de controle de metrô 
 
Validação de requisitos 
\uf06e Objetivo: Mostrar que os requisitos 
realmente definem o sistema que o 
usuário deseja 
\uf06e Técnicas 
\uf06e Revisões 
\uf06e Prototipação 
\uf06e Geração de casos de teste 
Validação de requisitos (cont.) 
\uf06e Atividades de verificação: 
\uf06e Validade dos requisitos: mais funções? 
diferentes? 
\uf06e Consistência 
\uf06e Completeza 
\uf06e Realismo \uf0e0 podem ser implementados? 
\uf06e Facilidade de verificação \uf0e0 testáveis? 
Revisões de requisitos 
\uf06e Processo informal envolvendo desenvolve-
dores e clientes. Leitura ou revisão do do-
cumento em busca de anomalias e 
omissões. 
\uf06e Podem ser formais ou informais 
\uf06e Os revisores podem também avaliar: 
\uf06e facilidade de verificação 
\uf06e Facilidade de compreensão 
\uf06e Rastreabilidade \uf0e0 origem dos requisitos 
\uf06e Adaptabilidade 
 
 
 
Gerenciamento de Requisitos 
\uf06e Durante o desenvolvimento: problemas 
complexos que não podem ser totalmente 
definidos, entendimento dos interessados sobre 
o problema muda constantemente 
\uf06e Depois de implantados: surgem novos requisitos 
\uf06e Outros problemas: grande número de usuários, 
cliente e usuário geralmente são diferentes, 
ambiente muda depois da implementação 
Gerenciamento de Requisitos 
\uf06e É um processo para compreender e 
controlar as mudanças dos requisitos do 
sistema 
\uf06e Definir um processo formal para poder 
avaliar os impactos da mudança. 
Requisitos permanentes e 
voláteis 
\uf06e Permanente: relativamente estáveis e 
derivados da atividade principal da 
organização. Ex. Hospital: médicos, 
enfermeiros tratamento. 
\uf06e Voláteis: têm alta chance de mudar. Ex. 
Hospital: requisitos relacionados à 
política de saúde do governo. 
\uf06e Mutáveis, emergentes, consequentes e de 
compatibilidade 
Planejamento do 
Gerenciamento De Requisitos 
\uf06e Identificação dos requisitos 
\uf06e Processo de gerenciamento de 
mudanças 
\uf06e Políticas de rastreabilidade 
\uf06e Apoio de ferramentas. 
Rastreabilidade 
\uf06e Origem (para trás) 
\uf06e Para consultar os interessados na mudança 
\uf06e Dependências entre requisitos (interno) 
\uf06e Extensão das mudanças 
\uf06e Ligação com elementos do projeto 
(para a frente) 
\uf06e Impacto das mudanças 
 
 
Rastreabilidade 
\uf06e É normalmente representada por 
matrizes 
\uf06e Para ambientes complexos, é 
recomendável usar uma ferramenta: 
DOORS, RequisitePro 
\uf06e Armazenamento 
\uf06e Gerenciamento de mudanças 
\uf06e Gerenciamento de rastreabilidade 
 
 
\uf06eD \uf0e0 um requisito depende de outro 
\uf06eR \uf0e0 existe um relacionamento mais fraco