sumulas_tst
21 pág.

sumulas_tst


DisciplinaDireito do Trabalho II3.421 materiais11.621 seguidores
Pré-visualização21 páginas
121. (Cancelada pela Res. TST 121/2003.)

(Funcionário público. Gratificação de produtividade. Não tem direito à percepção da
gratificação de produtividade, na forma do regime estatutário, o servidor de ex-autarquia
administradora de porto que opta pelo regime jurídico da Consolidação das Leis do
Trabalho.)

122. Revelia. Atestado médico. (Incorporada a Orientação Jurisprudencial 74 da
SDI-1)

A reclamada, ausente à audiência em que deveria apresentar defesa, é revel, ainda que
presente seu advogado munido de procuração, podendo ser ilidida a revelia mediante a
apresentação de atestado médico, que deverá declarar, expressamente, a impossibilidade de
locomoção do empregador ou do seu preposto no dia da audiência. (Primeira parte \u2013 ex-OJ
74 \u2013 Inserida em 25.11.1996; segunda parte \u2013 ex-Súmula 122, redação dada pela Res.
121/2003, DJ 21.11.2003)

* Súmula com redação determinada pela Res. TST 129/2005 (DJU 20.04.2005).

123. (Cancelada pela Res. TST 121/2003.)

(Competência. Art. 106 da CF. Em se tratando de Estado ou Município, a lei que
estabelece o regime jurídico (art. 106 da Constituição Federal) do servidor temporário ou
contratado é a estadual ou municipal, a qual, uma vez editada, apanha as situações
preexistentes, fazendo cessar sua regência pelo regime trabalhista. Incompetente é a Justiça
do Trabalho para julgar as reclamações ajuizadas posteriormente à vigência da lei especial.)

124. Bancário. Hora de salário. Divisor

Para o cálculo do valor do salário-hora do bancário mensalista, o divisor a ser adotado
é 180 (cento e oitenta).

125. Contrato de trabalho. Art. 479 da CLT

O art. 479 da CLT aplica-se ao trabalhador optante pelo FGTS admitido mediante
contrato por prazo determinado, nos termos do art. 30, § 3º, do Decreto 59.820, de
20.12.1966.

126. Recurso. Cabimento

Incabível o recurso de revista ou de embargos (arts. 896 e 894, b, da CLT) para
reexame de fatos e provas.

127. Quadro de carreira

Quadro de pessoal organizado em carreira, aprovado pelo órgão competente, excluída
a hipótese de equiparação salarial, não obsta reclamação fundada em preterição,
enquadramento ou reclassificação.

128. Depósito recursal. (Incorporadas as Orientações Jurisprudenciais 139, 189 e
190 da SDI-1)

I \u2013 É ônus da parte recorrente efetuar o depósito legal, integralmente, em relação a
cada novo recurso interposto, sob pena de deserção. Atingido o valor da condenação,
nenhum depósito mais é exigido para qualquer recurso. (ex-Súmula 128, redação dada pela
Res. 121/2003, DJ 21.11.03, que incorporou a OJ 139 \u2013 Inserida em 27.11.98)

II \u2013 Garantido o juízo, na fase executória, a exigência de depósito para recorrer de
qualquer decisão viola os incisos II e LV do art. 5º da CF/1988. Havendo, porém, elevação
do valor do débito, exige-se a complementação da garantia do juízo. (ex-OJ 189 \u2013 Inserida
em 08.11.2000)

III \u2013 Havendo condenação solidária de duas ou mais empresas, o depósito recursal
efetuado por uma delas aproveita as demais, quando a empresa que efetuou o depósito não
pleiteia sua exclusão da lide. (ex-OJ 190 \u2013 Inserida em 08.11.2000)

* Súmula com redação determinada pela Res. TST 129/2005 (DJU 20.04.2005).

129. Contrato de trabalho. Grupo econômico

A prestação de serviços a mais de uma empresa do mesmo grupo econômico, durante
a mesma jornada de trabalho, não caracteriza a coexistência de mais de um contrato de
trabalho, salvo ajuste em contrário.

130. (Cancelada pela Res. TST 121/2003.)

(Adicional noturno. O regime de revezamento no trabalho não exclui o direito do
empregado ao adicional noturno, em face da derrogação do art. 73 da CLT pelo art. 157,
item III, da Constituição de 18.09.1946.) (Ex-prejulgado 1.)

131. (Cancelada pela Res. TST 121/2003.)

(Salário mínimo. Vigência. O salário mínimo, uma vez decretado em condições de
excepcionalidade, tem imediata vigência.) (Ex-prejulgado 2.)

132. Adicional de periculosidade. Integração. (Incorporadas as Orientações
Jurisprudenciais 174 e 267 da SDI-1)

I \u2013 O adicional de periculosidade, pago em caráter permanente, integra o cálculo de
indenização e de horas extras. (ex-prejulgado 3). (ex-Súmula 132 \u2013 RA 102/1982, DJ
11.10.1982/ DJ 15.10.1982 e ex-OJ 267 \u2013 Inserida em 27.09.2002)

II \u2013 Durante as horas de sobreaviso, o empregado não se encontra em condições de
risco, razão pela qual é incabível a integração do adicional de periculosidade sobre as
mencionadas horas. (ex- OJ 174 \u2013 Inserida em 08.11.2000)

* Súmula com redação determinada pela Res. TST 129/2005 (DJU 20.04.2005).

133. (Cancelada pela Res. TST 121/2003.)

(Embargos infringentes. Para o julgamento dos embargos infringentes, nas juntas, é
desnecessária a notificação das partes.) (Ex-prejulgado 4.)

134. (Cancelada pela Res. TST 121/2003.)

(Salário. Menor não aprendiz. Ao menor não aprendiz é devido o salário mínimo
integral.) (Ex-prejulgado 5.)

135. (Cancelada em decorrência da sua incorporação à nova redação da Súmula
6 \u2013 Res. TST 129/2005 \u2013 DJU 20.04.2005.)

(Salário. Equiparação. Para efeito de equiparação de salários em caso de trabalho
igual, conta-se o tempo de serviço na função e não no emprego. Ex-prejulgado 6.) (RA
102/1982, DJ 11.10.1982 e DJ 15.10.1982)

136. Juiz. Identidade física

Não se aplica às Varas do Trabalho o princípio da identidade física do juiz. (Ex-
prejulgado 7.)

137. (Cancelada pela Res. TST 121/2003.)

(Adicional de insalubridade. É devido o adicional de serviço insalubre, calculado à
base do salário mínimo da região, ainda que a remuneração contratual seja superior ao
salário mínimo acrescido da taxa de insalubridade.) (Ex-prejulgado 8.)

138. Readmissão

Em caso de readmissão, conta-se a favor do empregado o período de serviço anterior,
encerrado com a saída espontânea. (Ex-prejulgado 9.)

139. Adicional de insalubridade. (Incorporada a Orientação Jurisprudencial 102
da SDI-1)

Enquanto percebido, o adicional de insalubridade integra a remuneração para todos os
efeitos legais. (ex-OJ 102 \u2013 Inserida em 01.10.1997)

* Súmula com redação determinada pela Res. TST 129/2005 (DJU 20.04.2005).

140. Vigia

É assegurado ao vigia, sujeito ao trabalho noturno, o direito ao respectivo adicional.
(Ex-prejulgado 12.)

141. (Cancelada pela Res. TST 121/2003.)

(Dissídio coletivo. É constitucional o art. 2º da Lei 4.725, de 13.07.1965.) (Ex-
prejulgado 13.)

142. (Cancelada pela Res. TST 121/2003.)

(Gestante. Dispensa. Empregada gestante, dispensada sem motivo antes do período de
6 (seis) semanas anteriores ao parto, tem direito à percepção do salário-maternidade.) (Ex-
prejulgado 14.)

143. Salário profissional

O salário profissional dos médicos e dentistas guarda proporcionalidade com as horas
efetivamente trabalhadas, respeitado o mínimo de 50 (cinqüenta) horas mensais. (Ex-
prejulgado 15.)

144. (Cancelada pela Res. TST 121/2003.)

(Ação rescisória. É cabível a ação rescisória no âmbito da Justiça do Trabalho.) (Ex-
prejulgado 16.)

145. (Cancelada pela Res. TST 121/2003.)

(Gratificação de Natal. É compensável a gratificação de Natal com a da Lei 4.090, de
1962.) (Ex-prejulgado 17.)

146. Trabalho em domingos e feriados, não compensado

O trabalho prestado em domingos e feriados, não compensado, deve ser pago em
dobro, sem prejuízo da remuneração relativa ao repouso semanal.

* Súmula com redação determinada pela Res. TST 121/2003.

147. (Cancelada pela Res. TST 121/2003.)

(Férias. Indenização. Indevido o pagamento dos repousos semanais e feriados
intercorrentes nas férias indenizadas.) (Ex-prejulgado 19.)

148. Gratificação natalina

É computável a gratificação de Natal para efeito do cálculo da indenização. (Ex-
prejulgado 20.)

149. Tarefeiro. Férias

A remuneração das férias do tarefeiro deve ser calculada com base na média da