Assunto para estudo na área da administração
13 pág.

Assunto para estudo na área da administração


DisciplinaAdministração158.330 materiais1.134.658 seguidores
Pré-visualização2 páginas
e na dimensão econômica restou apenas o trabalho compulsório.
PARA O NOSSO FÓRUM
Analise o caso abaixo:
Em abril de 2011, a revista Veja, da Editora Abril, apresentou o caso dos irmãos Alan e Alex, de Brasília, gêmeos idênticos, classificados como sendo de raças diferentes pela Universidade de Brasília, quando concorriam ao sistema de cotas para negros nos cursos de graduação.
Leia a reportagem da veja: <http://veja.abril.com.br/060607/p_082.shtml>.
A partir dos dados da Lei 10639 apresentados e da reportagem, defenda seu ponto de vista nesse caso.
Página
EAKINS, Thomas. Um negress. 7 out. 2009. Disponível em: <http://commons.wikimedia.org/wiki/File:A_negress.png?uselang=pt-br >. Acesso em: abr. 2013.
BRASIL. Lei n. 4 de 10 de junho de 1835. Determina as penas com que devem ser punidos os escravos, que matarem, ferirem ou cometerem outra qualquer ofensa física contra seus senhores, etc.; e estabelece regras para o processo. Disponível em: < http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/104059/lei-4-35 >. Acesso em: 17 out. 2012.
BRASIL. Lei n. 10.639 de 09 de janeiro de 2003. Inclui a obrigatoriedade da temática \u201cHistória e Cultura Afro-Brasileira\u201d no currículo oficial da rede de ensino. Diário Oficial da União, Brasília, 2003.
BRASIL. Resolução n. 1, de 17 de junho de 2004. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/003.pdf >. Acesso em: 19 out. 2012.
CARONE, E. Revolução do Brasil republicano: 1922 \u2013 1938. São Paulo: Buriti, 1965.
FERNANDES, Florestan. Mudanças sociais no Brasil. 4. ed. São Paulo: Global, 2008.
FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. 20 ed. São Paulo: Paz e Terra, 1991.
GOMES, Joaquim B. Barbosa. Ação afirmativa e princípio constitucional da igualdade: o direito como instrumento de transformação social. A experiência dos EUA. Rio de Janeiro: Renovar, 2001.
GOMES, Nilma Lino. Educação, identidade negra e formação de professores/as: um olhar sobre o corpo negro e o cabelo crespo. Educação e Pesquisa, v. 29, n. 1, p. 167-182, 2003. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ep/v29n1/a12v29n1.pdf >. Acesso em: abr. 2013.
_______. Descolonizar os currículos. Um desafio para as pesquisas que articulem a diversidade étnico-racial e a formação de professores. In: trajetórias e processos de ensinar e aprender: sujeitos, currículo e culturas. Texto apresentado no XIV ENDIPE, Rio Grande do Sul, 2008.
HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2005.
HENSCHEL, Alberto. Homem nd liteira, Bahia. 30 mar.2008. Disponível em: < http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Alberto_Henschel_-_Homem_na_liteira,_Bahia.jpg?uselang=pt-brr >Acesso em: abr. 2013.
MUNANGA, Kabengele. Uma abordagem conceitual das noções de raça, racismo, identidade e etnia. In: BRANDÃO, André Augusto P. Programa de educação sobre o negro na sociedade brasileira. Rio de Janeiro: EDUFF, 2004.
RIBEIRO, D. O povo brasileiro. São Paulo: Atlas, 1996.
WIKIMEDIA. Les laveurs de diamants. 1set.  2011. Disponível em: <http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Autor_desconhecido_-_Les_laveurs_de_diamants.jpg?uselang=pt-br >Acesso em: abr.. 2013.
WIKIMEDIA. Pikiwiki Israel 7782 acampamento de imigrantes ilegais. 16 mar. 2010. Disponível em:<http://commons.wikimedia.org/wiki/File:PikiWiki_Israel_7782_Illegal_immigrants_camp._Atlit.jpg?uselang=pt-br >. Acesso em: abr. 2013.
SUGESTÕES DE LEITURA
CARNEIRO, Maria Luiza Tucci. O Racismo na história do Brasil: mito e realidade. 7. ed. São Paulo: Ática, 1998.
CARONE, E. A primeira república: 1989 à 1930. São Paulo: DIFEL, 1969.
CAVALLEIRO, Eliana. Valores Civilizatórios: dimensões históricas para uma educação anti-racista. In: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA.. Orientações e Ações para a Educação das Relações Étnico-Raciais. Brasília, 2006.
CUNHA Júnior, Henrique. Nós, afro-descendentes: história africana e afro-descendentes na cultura brasileira.In: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA. História da educação do negro e outras histórias. Brasília: SECAD/MEC, 2005. p. 249-273.
FERNANDES, Florestan. O negro no mundo dos brancos. São Paulo: Difusão Européia do Livro,1983 (Coleção Corpo e Alma do Brasil).
_______. Significado do protesto negro. São Paulo: Cortez, 1989.
FORQUIN, J. C. Escola e cultura: as bases sociais e epistemológicas do conhecimento escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.
FREIRE, Paulo. Cartas à Guiné-Bissau: registros de uma experiência em processo. 4. ed. Rio de janeiro: Paz e Terra, 1984.
GUIMARÃES, Antônio Sérgio A. Racismo e anti-racismo no Brasil. São Paulo: Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo; Ed. 34, 1999.
GUIMARÃES, Sérgio. Classes, raças e democracia. São Paulo: Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo: Editora 34, 2002.
HERINGER, Rosana. Desigualdades raciais no Brasil: síntese de indicadores e desafios no campo das políticas públicas. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 18, p.57-65, 2002.
MORAIS, Edenilson. Mestres da história. [s.l.], 21 maio 2011. Disponível em: <http://mestresdahistoria.blogspot.com.br/2011/05/confira-correcao-das-avaliacoes-de.html >. Acesso em: 17 out. 2012.
MUNANGA. K. Lei n. 10.639/03: depoimento. São Paulo, fevereiro 2005. Entrevistador: Fábio de Castro. Disponível em:< http://www.reportersocial.com.br/entrevista.asp?id=60 >. Acesso em: 13 ago. 2011.
_______. Negritude: usos e sentidos. 2. ed. São Paulo: Ática, 1998.
_______. Negritude afrobrasileira: perspectivas e dificuldades. Revista de Antropologia da Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, n. 33, São Paulo, 1980.
_______. Revista Educação. 2002. Disponível em: <http://www2.uol.com.br/aprendiz/n_revistas/revista_educacao/setembro02 >. Acesso em: agosto de 2012.
RATZEL, Friedrich. La géographie politique. Paris: Fayard, 1987.
ROCHA, Luiz Carlos Paixão da. Políticas afirmativas e educação: a Lei 10.639/03 no contexto das políticas educacionais no Brasil Contemporâneo. 135f. Tese (Mestrado em Educação e Trabalho) - Setor de Educação, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2006. Disponível em: < http://dominiopublico.qprocura.com.br >. Acesso em: 6 jul. 2012.
SASTURAIN, Juan. Mafalda em três cuestiones e Mafalda sin Libertad. In: El domicílio de la aventura. Buenos Aires: Colihue, 1995. p.167-177.
WEBER, Max. Ensaios de Sociologia. Rio de Janeiro: Zahar, 1979.