A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
26 pág.
gabarito_Aspectos Legais em Informática e Ética

Pré-visualização | Página 1 de 7

ASPECTOS LEGAIS EM 
INFORMÁTICA E ÉTICA
2018
Profª. Shirlei Magali Vendrami
GABARITO DAS 
AUTOATIVIDADES
2
ASPECTOS LEGAIS EM INFORMÁTICA E ÉTICA
UNIDADE 1
TÓPICO 1
1 Qual é a origem do Direito? 
R.: A origem do Direito dá-se na própria origem da sociedade, em que, onde 
há a sociedade, há o Direito. Na realidade, um dos objetivos do Direito é o 
de regulamentar a vida em sociedade, através das regras de convivência que 
evoluíram ao longo dos tempos. Vale a pena lembrar: onde há a sociedade, 
há o Direito (ubi societas ibi jus).
2 Qual é a sua visão a respeito da Lei das Doze Tábuas e a Lei de Talião?
R.: São leis que já não se encaixam em nossa sociedade, porque o Estado 
em que vivemos é racional, garantindo a todos o direito à vida, e se é preciso 
fazer o justo, segue-se a lei.
3 Qual é a importância do Direito no ramo da informática?
R.: É fundamental que sempre haja o criterioso acompanhamento jurídico 
das atividades de TI de uma organização, a fim de identificar os possíveis 
riscos jurídicos existentes no ambiente. E para isso é importante, além de 
se tratar de um diferencial para o profissional de TI, termos conhecimento 
de aspectos legais inerentes à informática. Hoje, não existe ainda uma lei 
própria para disciplinar os crimes eletrônicos, por exemplo, mas temos outras 
leis específicas que podem ser aplicadas em nossa área – é o caso da Lei 
de Software e a Lei de Direitos Autorais. Outras leis que não são específicas, 
mas que também se aplicam: Código Civil, Código de Processo Civil, Código 
Penal, Código de Processo Penal, Código de Defesa do Consumidor, entre 
outras, conforme o caso.
4 Não há, em suma, um direito justo no céu dos conceitos platônicos, 
e um direito imperfeito e injusto no nosso pobre e imperfeito mundo 
sublunar. O problema do Direito Natural não é descobrir esse celestial 
livro de mármore onde, gravadas a caracteres de puro ouro, as 
verdadeiras leis estariam escritas, e que, ao longo dos séculos, sábios 
legisladores terrenos não conseguiram vislumbrar. 
FONTE: CUNHA, Paulo Ferreira da. O ponto de Arquimedes: natureza humana, direito 
natural, direitos humanos. Coimbra: Almedina, 2001, p. 94. 
3
ASPECTOS LEGAIS EM INFORMÁTICA E ÉTICA
Considerando as reflexões contidas no texto, é possível afirmar sobre 
os direitos humanos na atualidade: 
a) ( ) A afirmação histórica dos direitos humanos, desde o jusnaturalismo, se 
iniciou apenas muito recentemente, no final do século XX, por isso ainda 
são desconhecidos dos juristas. 
b) ( ) O grande problema dos direitos humanos é o de que não estão 
positivados, por isso não são efetivados. 
c) (x) O problema atual dos direitos humanos é o de que, apesar de 
positivados e constitucionalizados, carecem de ser efetivados. 
d) ( ) O problema atual dos direitos humanos é o de sua fundamentação 
lógica, na medida em que ainda são considerados deduções teológicas 
ou frutos de conjunturas econômicas. 
e) ( ) Os direitos humanos são, em todas as suas manifestações, garantias 
negativas da cidadania, por isso não carecem de nenhum tipo de prestação 
econômica por parte do Estado.
TÓPICO 2
1 Qual é a função do Direito?
R.: A principal função do Direito é regular a vida em sociedade.
2 Segundo os estudos feitos, comente a principal característica do 
Direito.
R.: A principal característica do Direito é a força coercitiva, ou seja, a força 
que o Direito tem de se fazer valer. O Direito tem a força de especificar o que 
deverá ser feito e também tem a liberalidade para impor uma determinada 
sanção/penalidade em caso de desobediência.
3 Em relação ao Direito natural e ao Direito positivo, analise as 
assertivas a seguir e assinale a(s) correta(s).
a) (x) O Direito natural o homem conhece pela sua própria natureza, não 
está escrito, a justiça é o seu fundamento.
b) ( ) O Direito positivo está escrito, seu fundamento é a lei, não importando 
se é justa ou não.
c) ( ) O Direito natural o homem conhece pela sua própria natureza, está 
escrito, a justiça não é o seu fundamento.
d) ( ) O Direito positivo não está escrito, seu fundamento é a lei, uma vez 
que seja justa.
4
ASPECTOS LEGAIS EM INFORMÁTICA E ÉTICA
4 Qual é a função dos princípios gerais do Direito?
R.: Princípios são normas elementares, requisitos primordiais, proposições 
básicas. Para o Direito, princípio é seu fundamento, a base que irá informar 
e orientar as normas jurídicas. Os princípios têm a função de integração da 
norma no ordenamento jurídico.
5 O Direito comercial é um ramo do:
a) ( ) Direito público.
b) ( ) Direito internacional.
c) ( ) Direito administrativo.
d) (x) Direito privado.
6 Sobre os princípios do Direito, está correto:
a) ( ) O princípio da ampla defesa afirma que uma parte pode responder a 
todas as acusações que são feitas pela outra parte.
b) ( ) O princípio da publicidade afirma que todos os processos, sem exceção, 
são públicos.
c) (x) O princípio do contraditório afirma que uma parte pode responder 
a todas as acusações que são feitas pela outra parte.
d) ( ) O princípio da boa-fé demonstra que uma das partes deve se utilizar da 
falta de informação ou conhecimento da outra parte para obter proveito.
7 Ainda sobre os princípios do Direito:
a) ( ) O princípio da presunção de inocência dispõe que o autor é o culpado 
na relação jurídica.
b) ( ) O princípio da presunção de inocência dispõe que todos são culpados 
até que se prove o contrário.
c) (x) O princípio da presunção de inocência dispõe que todos são 
inocentes até que se prove o contrário.
d) ( ) O princípio da presunção de inocência dispõe que o réu é o culpado 
na relação jurídica.
8 A publicidade dos atos processuais é mais do que uma regra, é 
uma garantia importante para o cidadão, na medida em que permite 
o controle dos atos judiciais por qualquer indivíduo integrante da 
sociedade. Ela está prevista na Constituição Federal, em seu artigo 
5º, dedicado às garantias individuais, e também tem previsão legal no 
Código de Processo Civil (CPC), nos artigos 155 e 444. “A publicidade 
gera a oportunidade não só de conhecimento, mas, sobretudo, de 
5
ASPECTOS LEGAIS EM INFORMÁTICA E ÉTICA
controle, na forma legal, de decisões, o que é inerente ao processo 
legal e à própria essência do Estado de Direito, pois se trata de serviço 
público, vale dizer, para o público, primordial”, avalia o ministro 
Arnaldo Esteves Lima, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ao 
discorrer sobre o tema. Tamanha é a importância da publicidade que 
o ordenamento brasileiro considera nulos os atos realizados sem a 
observância dessa garantia processual, com exceção das hipóteses 
de sigilo legalmente permitidas (Constituição Federal, artigo 93, IX, 
e Código de Processo Civil, artigo 155). Isto posto, explique: 
a) O que é o segredo de justiça? 
R.: Segredo de justiça consiste na possibilidade de não tornar o processo 
público. Dessa forma, somente as partes interessadas no processo é que 
terão acesso a ele.
b) Na área de TI (Tecnologia da Informação) é possível termos um 
processo tramitando em segredo de justiça? 
R.: Em nossa área de TI é possível termos processo(s) tramitando em segredo 
de justiça.
c) Se sim, em qual(is) caso(s)?
R.: Em casos que envolvam o código-fonte de programas de computador, 
por exemplo, é possível ter o processo tramitando em segredo de justiça.
TÓPICO 3
1 Entre as fontes do Direito podemos citar:
a) ( ) Leis, programas de televisão e revistas.
b) ( ) Somente as leis e os costumes.
c) (x) Leis, jurisprudências, doutrinas, contratos, costumes.
d) ( ) Jurisprudências e as convenções internacionais não são consideradas 
fontes do Direito.
2 Segundo a hierarquia das leis, analise as alternativas e assinale a(s) 
correta(s):
6
ASPECTOS LEGAIS EM INFORMÁTICA E