A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
ii_gestao_de_materiais_caderno_1___questoes_1_a_21

Pré-visualização | Página 1 de 2

GESTÃO DE RECURSOS MATERIAIS – PROF.MARCELO MARQUES – CESGRANRIO 
_____________________________________________________________________________ 
 
www.concursovirtual.com.br 
 
 
 
Curso de Gestão de Recursos Materiais 
Professor Marcelo Marques 
Caderno 1 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Esses cursos vão lhe interessar: 
ww
w.
co
nc
ur
so
vir
tu
al.
co
m
.b
r
GESTÃO DE RECURSOS MATERIAIS – PROF.MARCELO MARQUES – CESGRANRIO 
_____________________________________________________________________________ 
 
www.concursovirtual.com.br 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ww
w.
co
nc
ur
so
vir
tu
al.
co
m
.b
r
GESTÃO DE RECURSOS MATERIAIS – PROF.MARCELO MARQUES – CESGRANRIO 
_____________________________________________________________________________ 
 
www.concursovirtual.com.br 
 
 
 
 
1. A figura acima representa o comportamento do consumo e ressuprimento de um determinado 
item do estoque. Com base na figura, conclui-se que a(o) 
 
(A) linha assinalada pelo número “1” indica o ponto de pedido. 
(B) linha assinalada pelo número “2” indica o nível de estoque médio. 
(C) linha assinalada pelo número “3” indica o nível de estoque de segurança. 
(D) lead time é o tempo entre dois ressuprimentos subsequentes. 
(E) lead time indica que o nível de estoque atingiu o nível de segurança. 
 
2. Uma empresa consome mensalmente 5.000 unidades de uma peça de código TMC–012. O 
estoque de segurança desta peça é de 500 unidades, e o tempo de reposição, de 45 dias. O 
ponto de pedido ou lote padrão é 
 
(A) 500 
(B) 650 
(C) 835 
(D) 8.000 
(E) 225.500 
 
3. A demanda mensal de óleo lubrificante sintético da marca X em determinado período é 
apresentada na tabela a seguir. 
 
 
Utilizando-se a técnica de previsão baseada na média móvel dos últimos três meses, a previsão para o 
mês de dezembro, em unidades, é de 
 
(A) 1.200 
(B) 1.500 
(C) 1.600 
ww
w.
co
nc
ur
so
vir
tu
al.
co
m
.b
r
GESTÃO DE RECURSOS MATERIAIS – PROF.MARCELO MARQUES – CESGRANRIO 
_____________________________________________________________________________ 
 
www.concursovirtual.com.br 
 
(D) 1.700 
(E) 2.100 
4. A empresa Trensub está com um grave problema: alguns de seus vagões estão parados há dois 
meses no departamento de manutenção, à espera de peças para reposição. O Setor de 
Estoque da empresa alega que existem peças em estoque, pois o banco de dados informa a 
existência de duas dessas peças, mas o funcionário responsável pelo estoque não as encontra 
e o tempo passa. Por sua vez, o Departamento de Compras não adquire novas peças em razão 
das que supostamente existem no estoque. Nesta situação, duas técnicas de controle que 
devem ser utilizadas pelo Setor de Estoque para solução do problema são: 
 
(A) Benchmarking e Roteirização. 
(B) Código de Barras e Análise ABC. 
(C) Teste de Consistência e Manuseio. 
(D) Romaneio e Roteirização. 
(E) Fluxograma e Brainstorming. 
 
EPE2006 
 
5. Estoques são considerados um dos ativos mais importantes das empresas porque representam 
a possibilidade de conseguir uma vantagem competitiva em relação aos concorrentes. Para 
efeito contábil, os estoques são classificados em cinco categorias. Aquela que diz respeito aos 
itens utilizados nos processos de transformação em produtos acabados é: 
 
(A) em trânsito. 
(B) em consignação. 
(C) de matérias-primas. 
(D) de produtos em processo. 
(E) de produtos acabados. 
 
6. Uma exigência que se faz a todo administrador de materiais é uma análise detalhada dos 
estoques. Na busca dessesobjetivos, os administradores dispõem de alguns indicadores. 
Dentre estes, o que mede a percentagem de itens corretos após o término do inventário físico 
é o(a): 
 
(A) nível de rotatividade. 
(B) giro de estoques. 
(C) taxa de produtividade. 
(D) cobertura de estoques. 
(E) acurácia dos controles. 
 
7. As empresas precisam ter estratégias para aquisição de bens materiais. Partes vitais do 
produto final eram produzidas, na maioria das vezes, internamente, mas essa concepção está 
mudando para parcerias estratégicas. Duas estratégias operacionais são empregadas para a 
decisão das aquisições de bens materiais: a verticalização e a horizontalização. Esta última 
significa: 
 
 
ww
w.
co
nc
ur
so
vir
tu
al.
co
m
.b
r
GESTÃO DE RECURSOS MATERIAIS – PROF.MARCELO MARQUES – CESGRANRIO 
_____________________________________________________________________________ 
 
www.concursovirtual.com.br 
 
(A) independência de terceiros na composição do produto. 
(B) compra de terceiros dos itens que compõem o produto final. 
(C) domínio da tecnologia do produto final. 
(D) maior autonomia da elaboração do produto final. 
(E) aumento da estrutura organizacional da empresa. 
 
8. O gestor de processos organizacionais utiliza a eficiência e a eficácia como critérios de 
mensuração de avaliação de desempenho das organizações. Ao se definir a organização como 
um sistema de recursos que busca objetivos, a eficácia é: 
 
(A) realizar tarefas. 
(B) utilizar recursos. 
(C) estabeler meios. 
(D) obter resultados. 
(E) cumprir obrigações. 
 
Cesgranrio 2005 – SESMA 
 
9. Uma empresa produz componentes eletrônicos para a montagem de computadores. Em 
determinado momento, o setor de administração de estoques identificou a ruptura do estoque 
de matérias-primas, que é caracterizado quando o(a): 
 
(A) nível de consumo pesquisado no mercado é maior que o estoque médio. 
(B) estoque mínimo mais o lote de compra comprometem a projeção de consumo. 
(C) estoque chega a zero e não se pode atender a uma necessidade de consumo. 
(D) estoque é consumido no caso de necessidade de se ampliarem as vendas ou compras. 
(E) média aritmética das retiradas mensais do estoque é maior que o consumo. 
 
10. O Departamento de Compras de uma empresa é o responsável por manter em níveis aceitáveis 
os estoques de material, evitando as conseqüências da falta de matériaprima ou de custos 
financeiros elevados em decorrência de altos estoques. Para tanto, este Departamento 
processainformações geradas interna e externamente. As informações externas que 
influenciam o Departamento de Compras são do tipo: 
 
(A) cotas seletivas de vendas. 
(B) especificações preliminares. 
(C) testes de aceitação de produto. 
(D) dispêndios financeiros. 
(E) fontes de suprimento. 
 
 
11. Quanto à sua finalidade, um sistema de informação gera dois tipos de informação: operacional 
e gerencial. O segundo tipo de informação tem como finalidade: 
 
(A) estabelecer regras de pagamentos. 
(B) promover a cobrança de notas fiscais. 
(C) permitir a continuidade de operações. 
ww
w.
co
nc
ur
so
vir
tu
al.
co
m
.b
r
GESTÃO DE RECURSOS MATERIAIS – PROF.MARCELO MARQUES – CESGRANRIO 
_____________________________________________________________________________ 
 
www.concursovirtual.com.br 
 
(D) alimentar o processo decisório. 
(E) recuperar listagem gerencial. 
 
12. Para organizar eficientemente o seu plano de trabalho, o Departamento de Planejamento de 
uma empresa farmacêutica necessita que seu sistema de informação retrate com fidelidade 
os ambientes externo e interno. As informações de origem externa incluem: 
 
(A) fluxos de caixa diário. 
(B) controles governamentais. 
(C) rentabilidade das operações. 
(D) previsão de vendas por atacado. 
(E) custos operacionais de serviços. 
 
13. As organizações complexas apresentam diferentes tipos e fontes de conhecimento, que são 
descritos como: herdados, obtidos externamente e obtidos por meio de experiência 
acumulada da empresa. O tipo de conhecimento externo tem como fonte: 
 
(A) dados de mercado. 
(B) resolução de problemas. 
(C) esforços de pesquisa.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.