A Redação Eficaz - José Paulo Moreira de Oliveira
209 pág.

A Redação Eficaz - José Paulo Moreira de Oliveira


DisciplinaAdministração103.211 materiais762.270 seguidores
Pré-visualização23 páginas
bem	 estruturado.	 As
pessoas	detestam	entrar	em	casa	desarrumada.
Alguns	truques
\u2022Textos	não-justi\u3d0icados	permitem	repousar	os	olhos	no	\u3d0im	de	cada	linha	e
obter	ponto	de	referência	para	a	 leitura	da	 linha	seguinte,	o	que	 imprime
maior	velocidade	à	leitura.	No	entanto,	textos	justificados	passam	a	idéia	de
maior	organização.
\u2022Títulos	 em	 Arial	 e	 texto	 em	 Times	 New	 Roman	 criam	 um	 contraste
agradável.
Relatório	técnico-científico
Documento	que	relata	formalmente	os	resultados	ou	progressos	obtidos
em	investigação	de	pesquisa	e	desenvolvimento	ou	que	descreve	a
situação	de	uma	questão	técnica	ou	científica.
\u2022Em	textos	muito	extensos,	dê	maior	espaçamento	entre	as	letras.	Esse
recurso	vai	tornar	a	leitura	mais	leve.
Sem	espaçamento:	COMO	ESCREVER	MELHOR
Com	espaçamento:	COMO	ESCREVER	MELHOR
\u2022Caso	 seja	 necessário	 quebrar	 um	 título,	 tente	 equilibrar	 normalmente
as	 linhas.	Caso	 isso	não	seja	possível,	 linhas	pares	devem	ser	maiores
do	que	linhas	ímpares.
INDÚSTRIAS	BRASILEIRAS	RECLAMAM	DE	DÓLAR	MUITO	DEFASADO
\u2022Reproduza	as	ilustrações	da	forma	mais	simples.	Incliná-las	ou	desfocá-
las	não	é	recomendável.
Figura	3	Gestão	de	um	processo	focando	melhoraria	contínua.
\u2022Certi\u3d0ique-se	 de	 que	 o	 tema	 da	 \u3d0igura	 atraia	 o	 olhar	 do	 leitor	 para	 a
página,	não	para	fora	dela.
\u2022Extraia	 o	 máximo	 de	 interesse	 pela	 \u3d0igura,	 usando	 uma	 legenda	 que
acrescente	informação	ao	que	está	sendo	visto.
Aproveite	bem	as	cores
A	cor	é	uma	importante	e	poderosa	ferramenta	de	comunicação.
Se	você	gosta	de	estatísticas,	lembre-se	de	que	um	anúncio	colorido
conquista	80%	a	mais	de	leitores	e	vende	de	70%	a	85%	a	mais	do	que	um
similar	em	preto-e-branco.
Cores	podem	tornar	mais	viva	uma	apresentação,	dar	mais	realce	a	seu
texto,	prender	a	atenção	da	platéia	e	garantir	memorização	e	compreensão
eficaz	da	mensagem.
Dicas	para	apresentações	em	PowerPoint
1.Torne	sua	apresentação	consistente.	Defina	onde	inserir	títulos,
subtítulos	e	logotipos.
2.Torne	sua	apresentação	uniforme.	Defina	o	tamanho	mínimo	e	máximo
das	letras	e	respeite	esses	limites.
3.Prefira	fontes	tradicionais,	de	legibilidade	garantida.	Já	imaginou	o
desastre	de	seu	slide	não	ser	projetado,	porque	a	máquina
simplesmente	"não	consegue	ler"	aquela	fonte	gótica,	escolhida	com
tanto	carinho?
4.Evite	saturar	o	leitor	com	excesso	de	informações	em	um	único	slide.
5.Texto	corrido	é	bom	apenas	para	definições	conceituais.	Dispor	as
informações	em	tópicos	funciona	melhor.
6.Fuja	do	excesso	de	linhas	e	de	caixas	de	texto.	Evite	itálico	e
sublinhado.
7.Evite	títulos	em	caixa	alta.	Use	apenas	as	iniciais	maiúsculas.
8.Adote	a	Regra	dos	sete	:	não	mais	do	que	sete	palavras	por	linha,	não
mais	do	que	sete	linhas	por	tela.
9.Fundos	escuros	permitem	que	a	cor	do	texto	pareça	mais	brilhante.	0
texto	é	lido	sem	dificuldades.
10.Se,	ao	contrário,	sua	opção	for	por	um	fundo	claro,	use	fontes	em
negrito	para	aumentar	a	legibilidade.
11.Slides	com	fundo	padrão	podem	ser	usados	para	dividir	os	principais
módulos,	focando	a	atenção	da	platéia	sobre	o	apresentador.
12.Reserve	parte	do	material	para	apresentar	conclusões.
III.	COMO	FAZER	UM	BOM	TÍTULO
Títulos	 devem	 funcionar	 como	 chamadas,	 cumprindo	 simultaneamente	 o
papel	de	informar,	contextualizar	e	motivar.
DICAS	ILUMINADAS
1.	O	título	deve	orientar	sobre	o	enfoque	a	ser	dado	ao	texto.
EXPOSIÇÃO	MARCA	DIA	MUNDIAL	CONTRA	0	FUMO
RIO	APREENSIVO	FESTEJA	2007
2.	Nada	de	genéricosi	Seja	específico.
CESTA	BÁSICA
DESTAQUES	RECEBEM	HOMENAGEM	EM	SÃO	PAULO
BOAS	NOTÍCIAS
3.	Use	verbos	de	ação,	no	Presente	histórico.
IBGE	ALERTA:	PREVIDÊNCIA	ENTRA	EM	COLAPSO	ATÉ	2050
EXPLOSÃO	EM	FÁBRICA	DE	MUNIÇÃO	MATA	OPERÁRIOS
4.	 Abreviaturas	 e	 siglas	 são	 bem-vindas,	 desde	 que	 possam	 ser
identificadas	com	facilidade.
ÚLTIMO	LOTE	DO	IR	SAI	NA	SEGUNDA
BNDES	ABRE	NOVAS	LINHAS	DE	FINANCIAMENTO
PF	IDENTIFICA	CORRETORAS	ILEGAIS
5.	Evite	"coisas"	do	tipo:
SENAI	PARTICIPA	DA	EXAMAR
ITAUTEC	PRESENTE	NA	TERCEIRA	CONINFO
ACIDENTE	NA	IMBEL	MATA	FUNCIONÁRIO
6.	Títulos	negativos	são	antinotícia.	Além	disso,	é	sempre	melhor	falar
sobre	o	que	aconteceu,	em	vez	dizer	o	que	não	aconteceu:
7.	A	criatividade	é	sempre	bem-vinda.	Títulos	criativos	cumprem	dois
papéis	importantes:	chamar	a	atenção	do	leitor	e	despertar	seu	interesse
para	a	leitura.
MALANDRAGEM	DE	ROUPA	NOVA
Três	peças	do	Chico	Buarque	ganham	montagem	no	TBC,	em	São	Paulo.
PORTUGUÊS	PARA	BRASILEIROS
Cresce	a	oferta	de	cursos	de	português	para	executivos.
8.	Tome	cuidado,	no	entanto,	para	não	deixar	o	leitor	perdido	em	meio	ao
seu	"turbilhão	de	criatividade".	Acrescente	um	subtítulo,	que	esclareça	o
leitor	sobre	o	que	vai	ser	lido.
VALEU,	MENINAS!
Vôlei	feminino	derrota	China	e	já	é	finalista	do	torneio
ESSA	É	DE	DOER...
Parlamentares	querem	duplicar	os	próprios	salários
UM	RÉVEILLON	DO	BARULHO
Fogueteiros	prometem	trazer	de	volta	a	emoção	dos	fogos
9.	Não	sobrecarregue	títulos	com	informações	de	corpo	de	texto.
	
	
Problemas	 gramaticais	 são	 como	 vírus.	 Não	 aquelas	 virosezinhas
genéricas,	utilizadas	para	encobrir	falta	de	diagnóstico	mais	preciso.
Estamos	falando	agora	de	vírus	mais	poderosos	do	que	o	caramujo
gigante	e	a	febre	maculosa	-	capazes	de	comprometer	a	credibilidade	da
informação	e	depor	negativamente	contra	o	autor	das	mal	traçadas	linhas.
Nada	 de	 tão	 alarmante,	 entretanto.	 Já	 existem	 antídotos	 poderosos	 e
eficazes,	capazes	de	isolar	esses	vírus,	combatê-los	e	extirpá-los.
VÍRUS	GRAMATICALIS
Popularmente	conhecido	como	erro	gramatical,	o	Gramaticalis	alcança	um
dos	mais	altos	graus	na	escala	Richter	de	fracassos.	Dependendo	do	erro,
seu	efeito	pode	ser	devastador	e	catastrófico.
A	literatura	especializada	registra	três	categorias	de	vírus:
\u2022erros	de	revisão	->	gerados	pelo	desconhecimento	gramatical.
\u2022erros	de	edição	->	gerados	pela	ausência	de	revisão	dos	originais.
\u2022erros	de	customização	->	gerados	pela	não-adaptação	da	linguagem	ao
leitor.
Dependendo	do	grau	de	infestação,	o	Gramaticalis	pode:
a."arranhar"	a	boa	imagem	do	redator	perante	o	leitor;
b.levar	o	leitor	a	trilhar	caminhos	equivocados	-	e	não	ter	a	exata
compreensão	do	que	foi	dito;
c.interferir	em	todo	o	processo	comunicativo	e	fazer	o	leitor,
simplesmente,	renunciar	à	leitura.
É	sempre	bom	lembrar	que,	por	sua	finalidade	de	informar	com	o
máximo	de	precisão	e	clareza,	textos	empresariais	devem	respeitar	o	uso
do	padrão	culto	da	língua.
Vamos	ao	trabalho?
\u2022observa	as	regras	gramaticais;
\u2022emprega	vocabulário	comum	ao	conjunto	dos	usuários	do	idioma;
\u2022evita	rebuscamentos,	contorcionismos	sintáticos	e	figuras	de	linguagem,
próprias	da	linguagem	literária.
Nas	 páginas	 a	 seguir,	 serão	 abordadas	 algumas	 questões	 ligadas	 à
gramática.
	
1.	Uso	das	letras	maiúsculas
II.	Uso	dos	sinais	de	pontuação
III.	Emprego	do	acento	grave	indicador	da	crase
IV.	Emprego	do	hífen
	
1.	USO	DAS	LETRAS	MAIÚSCULAS
Gutenberg
Todo	santo	dia,	me	aparece	um	sujeito	(que	é	primo	de	um	amigo	de	um
sujeito	que	nunca	me	viu	-	e	não	é	amigo	meu	-,	não	leu	meus	livros,	mas
me	encontrou	no	Orkut.	Praticamente	um	parente	próximo)	atormentando
meus	neurônios	e	minha	caixa	de	mensagens	com	perguntas	do	tipo:
\u2022Quando	é	que	eu	devo	escrever	País	com	letra	maiúscula?
\u2022E	os	meses	do	ano?	Não	é	melhor	escrevê-los	com	maiúsculas,	como	no
inglês?
\u2022Se	Deus	é	com	inicial	maiúscula,	por	que	demônio	é	com	letra
minúscula?
\u2022	Escrever	floresta	amazônica	com	letras	minúsculas	não	é	um
desrespeito	à	pátria?	(Mal	sabe	ele	que	Pátria,	essa	sim,	é	com	inicial
maiúscula.)
\u2022Como	grafar	corretamente:	Internet	ou	internet?	Já	fui	ao	Dicionário
(mais	uma	maiúscula	sem	sentido)	do	Houaiss	e	encontrei