Curso de Programação em Javascript e HTML
204 pág.

Curso de Programação em Javascript e HTML


DisciplinaProgramação I20.659 materiais240.209 seguidores
Pré-visualização40 páginas
As instruções try...catch permitiram
 remediar o problema e continuar a executar o script.
 Dentro do bloco associado à instrução catch devemos colocar
 o código para ultrapassar o erro, se isso for possível.
 </p>
</body>
</html>
<meta name=&quot;autor&quot; content=&quot;Rafael Feitosa&quot;> 61
Curso de Programação em JavaScript e HTML Dinâmico
Desenvolvimento, aplicações e referências de acordo com as normas do W3C
As instruções try ... catch (versão 3)
<html>
<head>
<title></title>
</head>
<body>
<!--
 var a = new Array(&quot;Balinhas&quot;, &quot;Pirulitos&quot;)
 try
 {
 document.write(a[3].substring(0,4))
 document.write('<br>')
 }
 catch(e){}
 try
 {
 document.write(a[1].substring(0,4))
 document.write('<br>')
 }
 catch(e){}
// -->
 <p>
 Algumas vezes não é preciso fornecer código de recuperação, basta
 ignorar os erros e não executar as tarefas que geraram esses erros.
 Para conseguirmos isso basta deixar os blocos catch vazios.
 </p>
</body>
</html>
<meta name=&quot;autor&quot; content=&quot;Rafael Feitosa&quot;> 62
Curso de Programação em JavaScript e HTML Dinâmico
Desenvolvimento, aplicações e referências de acordo com as normas do W3C
6. Construir e usar uma função
Designamos por função um bloco de código a que damos um nome para que 
possa ser chamado várias vezes em locais diferentes. Para fazermos com que esse 
código seja executado nós invocamos chamando-o pelo seu nome (nome da função).
Vejamos um exemplo de uma função simples que não faz nada:
function fazerNada()
{
}
No exemplo seguinte a função não executa qualquer operação, mas devolve 
um valor de texto constante:
function fazerNada_2()
{
 return &quot;Eu não faço nada!&quot;
}
Sempre que uma função precisa devolver o resultado do seu trabalho deve 
usar a instrução &quot;return&quot;. Esta instrução especifica o valor que é devolvido, o qual será 
inserido no local em que a função foi chamada.
function fazerNada_2()
{
 return &quot;Eu não faço nada!&quot;
}
Para usarmos esta função basta escrevermos:
var s = fazerNada_2()
e a variável s passará a guardar o valor &quot;Eu não faço nada!&quot;
Exemplos de Aplicação
Uma função que não recebe argumentos
<html>
<head>
<title></title>
<!--
 function fazerNada_2()
 {
 return &quot;Eu não faço nada!&quot;
 }
// -->
</head>
<body>
 <p>
 O valor devolvido pela função <code>fazerNada_2()</code> é:
 
 <!--
 document.write('&quot;'+fazerNada_2()+'&quot;')
 // -->
 
</body>
</html>
<meta name=&quot;autor&quot; content=&quot;Rafael Feitosa&quot;> 63
Curso de Programação em JavaScript e HTML Dinâmico
Desenvolvimento, aplicações e referências de acordo com as normas do W3C
6.1 Funções com um número fixo de argumentos
A seguir temos uma função que recebe um número como argumento, soma 
duas unidades a esse número e devolve o valor da soma:
function somar(n)
{
 var soma = n + 2
 return soma
}
Para usarmos esta função basta que escrevamos:
var r = somar(5)
e a variável r passará a ter o valor 7.
Se precisarmos usar mais argumentos basta especificá-los ao declarar a 
função:
function multiplicar(p, q)
{
 var m = p*q
 return m
}
Para usarmos esta função basta que escrevamos:
var produto = multiplicar(5, 4)
e a variável produto passará a ter o valor 20, que é igual a 5 vezes 4.
A linguagem JavaScript nos permite utilizar tantos argumentos quanto 
precisarmos.
Exemplos de Aplicação
Uma função que aceita um argumento
<html>
<head>
<title></title>
<!--
 function somar(n)
 {
 var soma = n + 2
 return soma
<meta name=&quot;autor&quot; content=&quot;Rafael Feitosa&quot;> 64
Curso de Programação em JavaScript e HTML Dinâmico
Desenvolvimento, aplicações e referências de acordo com as normas do W3C
 }
// -->
</head>
<body>
 <p>
 O valor devolvido pela função é:
 
 <!--
 document.write('somar(5) = '+somar(5))
 // -->
 
 </p>
</body>
</html>
Uma função que aceita dois argumentos
<html>
<head>
<title></title>
<!--
 function multiplicar(p, q)
 {
 var m = p*q
 return m
 }
// -->
</head>
<body>
 <p>
 O valor devolvido pela função é:
 
 <!--
 document.write('multiplicar(5, 6) = '+multiplicar(5, 6))
 // -->
 
 </p>
</body>
</html>
<meta name=&quot;autor&quot; content=&quot;Rafael Feitosa&quot;> 65
Curso de Programação em JavaScript e HTML Dinâmico
Desenvolvimento, aplicações e referências de acordo com as normas do W3C
Uma função que aceita quatro argumentos
<html>
<head>
<title></title>
<!--
 function multiplicar(m1, m2, m3, m4)
 {
 var m = m1*m2*m3*m4
 return m
 }
// -->
</head>
<body>
 <p>
 O valor devolvido pela função é:
 
 <!--
 document.write('multiplicar(1, 2, 3, 4) = '+multiplicar(1, 2, 3, 4))
 // -->
 
 </p>
</body>
</html>
6.2 Funções que aceitam um número variável de argumentos
Há casos em que o número de argumentos que são passados a uma função 
pode variar. Numa situação dessas pode ser preciso atribuir valores por omissão aos 
argumentos que possam estar em falta. Para fazermos isso precisamos fazer uma 
distinção entre duas situações diferentes: 1) Todos os argumentos são declarados ao 
definir a função; 2) Nenhum argumento é declarado ao definir a função.
Todos os argumentos são declarados ao definir a função
<meta name=&quot;autor&quot; content=&quot;Rafael Feitosa&quot;> 66
Curso de Programação em JavaScript e HTML Dinâmico
Desenvolvimento, aplicações e referências de acordo com as normas do W3C
Esta situação ocorre quando os argumentos têm naturezas diferentes. Alguns 
argumentos são obrigatórios mas outros são opcionais. Quando um argumento 
opcional não é fornecido a função deve dar-lhe um valor por omissão.
Exemplos de Aplicação
Uma função em que o segundo argumento é opcional
<html>
<head>
<title></title>
<!--
 function colorir(txt, sublinhar)
 {
 /*Se o argumento sublinhar não tiver sido
 fornecido o seu valor será undefined.
 Nesse caso damos um valor por omissão,
 que será false.*/
 if((''+sublinhar)=='undefined')
 var sublinhar = false
 var s='<span style=&quot;color: red;'
 if(sublinhar)
 s+='text-decoration: underline;'
 s+='&quot;>'+txt+'</span>'
 return s
 }
// -->
</head>
<body>
 <p>
 Os valores devolvidos pela função são:<br><br>
 
 <!--
 var s=colorir(&quot;Este texto tem cor vermelha e não está sublinhado&quot;,
 false)
 document.write(s)
 document.write('<br>')
 s=colorir(&quot;Este texto tem cor vermelha e está sublinhado&quot;, true)
 document.write(s+'<br>')
 // agora omitimos o segundo argumento
 s=colorir(&quot;Este texto tem cor vermelha e não está sublinhado&quot;)
 document.write(s)
 // -->
 
</p>
</body>
</html>
Uma função que aceita dois argumentos
<meta name=&quot;autor&quot; content=&quot;Rafael Feitosa&quot;> 67
Curso de Programação em JavaScript e HTML Dinâmico
Desenvolvimento, aplicações e referências de acordo com as normas do W3C
<html>
<head>
<title></title>
<!--
 function multiplicar(p, q)
 {
 var m = p*q
 return m
 }
// -->
</head>
<body>
 <p>
 O valor devolvido pela função é:
 
 <!--
 document.write('multiplicar(5, 6) = '+multiplicar(5, 6))
 // -->
 
 </p>
</body>
</html>
Uma função que aceita quatro argumentos
<html>
<head>
<title></title>
<!--
 function multiplicar(m1, m2, m3, m4)
 {
 var m = m1*m2*m3*m4
 return m
 }
// -->
Carregar mais