Curso de Programação em Javascript e HTML
204 pág.

Curso de Programação em Javascript e HTML


DisciplinaProgramação I20.578 materiais240.129 seguidores
Pré-visualização40 páginas
</head>
<body>
 <p>
 O valor devolvido pela função é:
 
 <!--
 document.write('multiplicar(1, 2, 3, 4) = '+multiplicar(1, 2, 3, 4))
 // -->
 
</body>
</html>
<meta name=&quot;autor&quot; content=&quot;Rafael Feitosa&quot;> 68
Curso de Programação em JavaScript e HTML Dinâmico
Desenvolvimento, aplicações e referências de acordo com as normas do W3C
Não são declarados argumentos ao definir a função
Esta situação ocorre normalmente quando os argumentos são todos do mesmo 
tipo (são todos números ou são todos strings).
Exemplos de Aplicação
Uma função que devolve a soma dos seus argumentos (números)
<html>
<head>
<title></title>
<!--
 function somar()
 {
 var soma=0
 for(var i=0;i<somar.arguments.length;++i)
 soma += somar.arguments[i]
 return soma
 }
// -->
</head>
<body>
 <p>
 Os valores devolvidos pela função são:<br><br>
 
 <!--
 document.write('somar(1, 2) = ' + somar(1, 2))
 document.write('<br>')
 document.write('somar(1, 2, 3, 4) = ' + somar(1, 2, 3, 4))
 document.write('<br>')
 document.write('somar(1,2,3,4,5,6,7,8) = ' + somar(1,2,3,4,5,6,7,8))
 // -->
 
 </p>
</body>
</html>
<meta name=&quot;autor&quot; content=&quot;Rafael Feitosa&quot;> 69
Curso de Programação em JavaScript e HTML Dinâmico
Desenvolvimento, aplicações e referências de acordo com as normas do W3C
Uma função que devolve o valor médio dos seus argumentos
<html>
<head>
<title></title>
<!--
 function valorMedio()
 {
 var soma=0
 for(var i=0;i<valorMedio.arguments.length;++i)
 soma += valorMedio.arguments[i]
 return soma/valorMedio.arguments.length
 }
// -->
</head>
<body>
 <p>
 Os valores devolvidos pela função são:<br><br>
 
 <!--
 document.write('valorMedio(1, 2) = ' + valorMedio(1, 2))
 document.write('<br>')
 document.write('valorMedio(1, 2, 3, 4) = ' + valorMedio(1, 2, 3, 4))
 document.write('<br>')
 document.write('valorMedio(1,2,3,4,5,6,7,8) = ' + valorMedio(1,2,3,4,
 5,6,7,8))
 // -->
 
 </p>
</body>
</html>
Uma função que devolve a soma dos seus argumentos (strings)
<html>
<head>
<meta name=&quot;autor&quot; content=&quot;Rafael Feitosa&quot;> 70
Curso de Programação em JavaScript e HTML Dinâmico
Desenvolvimento, aplicações e referências de acordo com as normas do W3C
<title></title>
<!--
 function somar()
 {
 var soma=''
 for(var i=0;i<somar.arguments.length;++i)
 soma += somar.arguments[i]
 return soma
 }
// -->
</head>
<body>
 <p>
 Os valores devolvidos pela função são:<br><br>
 
 <!--
 document.write('somar(&quot;El &quot;, &quot;Kábong&quot;) = ' + somar(&quot;El &quot;, &quot;Kábong&quot;))
 document.write('<br>')
 document.write('somar(&quot;O&quot;, &quot; &quot;, &quot;rato&quot;) = ' + somar(&quot;O&quot;, &quot; &quot;, &quot;rato&quot;))
 document.write('<br>')
 document.write('somar(&quot;O&quot;, &quot; &quot;, &quot;rato&quot;, &quot; &quot;, &quot;roeu &quot;,&quot;a rolha&quot;) = ' +
 somar(&quot;O&quot;, &quot; &quot;, &quot;rato&quot;, &quot; &quot;, &quot;roeu &quot;,&quot;a rolha&quot;))
// -->
</body>
</html>
7. Trabalhar com objetos
A linguagem JavaScript é uma linguagem orientada a objetos. Isto significa que 
em JavaScript tudo são objetos. No entanto, o estilo de programação adaptado em 
JavaScript torna esse fato menos evidente do que em outras linguagens, 
particularmente as linguagens compiladas como o Java, o C++ ou o C#. Para 
programar corretamente em JavaScript o programador não precisa dominar o modelo 
de programação orientada para objetos, bastando saber usar os objetos que são 
oferecidos pela linguagem e pelo web browser que corre o programa.
Na prática, o programador de JavaScript segue quase sempre o modelo de 
programação orientada para procedimentos (programação estruturada), que é menos 
exigente, e recorre sempre que necessário aos objetos pré-definidos que o browser 
coloca ao seu dispor. Esta estratégia funciona bem desde que as aplicações que se 
escreve se limitem ao controle e manipulação de páginas da Web. O JavaScript não 
serve para criar aplicações de classe empresarial como aquelas que se escrevem em 
Java, C++ ou C#.
<meta name=&quot;autor&quot; content=&quot;Rafael Feitosa&quot;> 71
Curso de Programação em JavaScript e HTML Dinâmico
Desenvolvimento, aplicações e referências de acordo com as normas do W3C
Esta forma de programar, aliada à não necessidade de declarar os tipos das 
variáveis e ao fato de não ser preciso compilar os programas, faz com que seja 
possível produzir e testar código JavaScript com grande rapidez e com muito menos 
esforço do que aquele que é exigido por outras linguagens. A natureza das tarefas que 
são executadas em JavaScript faz com que só em situações excepcionais surja a 
necessidade de definir novos objetos.
7.1 Criar um novo objeto
O web browser cria automaticamente muitos dos objetos que coloca a dispor 
do programador de JavaScript. Esses objetos estão prontos para ser usados sem que 
o programador tenha de criá-los.
Para poder trabalhar com os objetos que não são criados pelo browser o 
programador é obrigado a criá-los antes de os usar. Um bom exemplo é o objeto Array, 
que pode ser criado de diversas formas:
// um Array com espaço reservado para 3 elementos
// e cujo conteúdo será definido mais tarde
var a = new Array(3)
// um Array com três elementos
var b = new Array(&quot;Papagaio&quot;, &quot;Ave do paraíso&quot;, &quot;Canário&quot;)
// um Array cujas propriedades e conteúdo serão definidos mais tarde
var c = new Array() 
Depois de criarmos um objeto podemos utilizar as propriedades e os métodos 
que ele coloca à nossa disposição.
7.2 Propriedades dos objetos
As propriedades de um objeto são variáveis que pertencem a esse objeto. Nós 
podemos ler os valores dessas variáveis (propriedades) e alterar os valores daquelas 
que aceitem ser escritas (algumas só podem ser lidas.) O objeto Array, que já vimos 
antes, oferece uma única propriedade, que é a propriedade length. O valor dessa 
propriedade é igual ao número de elementos que estão guardados no Array.
Para acessarmos uma propriedade de um objeto escrevemos o nome da 
variável que representa o objeto, um ponto e o nome da propriedade. O exemplo 
seguinte mostra como se acessa a propriedade length do objeto Array:
var a = new Array(&quot;Papagaio&quot;, &quot;Ave do paraíso&quot;, &quot;Canário&quot;)
// Para acessarmos a propriedade escrevemos o nome da variável que
// representa o objeto (que é a), um ponto e o nome da propriedade.
var l = a.length // l passou a valer 3 (número de elementos do Array)
7.3 Métodos de objetos
Os métodos de um objeto são funções que pertencem a esse objeto. Repare 
que enquanto que as propriedades correspondem a variáveis, os métodos 
correspondem a funções. Os métodos realizam transformações no objeto a que 
pertencem e devolvem o resultado da sua atuação. O método reverse() devolve um 
novo Array com os mesmos elemento dos Array a que pertence mas com a ordem 
invertida:
<meta name=&quot;autor&quot; content=&quot;Rafael Feitosa&quot;> 72
Curso de Programação em JavaScript e HTML Dinâmico
Desenvolvimento, aplicações e referências de acordo com as normas do W3C
var a = new Array(&quot;Papagaio&quot;, &quot;Ave do paraíso&quot;, &quot;Canário&quot;)
// Para acessarmos o método escrevemos o nome da variável que
// representa o objeto (o seu nome é a), um ponto e o nome do método.
// b será igual a (&quot;Canário&quot;, &quot;Ave do paraíso&quot;, &quot;Papagaio&quot;)
var b = a.reverse()
Métodos estáticos
Alguns objetos oferecem métodos estáticos. Esses métodos diferem dos 
métodos normais pelo fato de não pertencerem a um objeto criado com a instrução 
new. Os métodos estáticos estão sempre disponíveis para serem usados, não é 
preciso criar um objeto para usá-los.
Um exemplo de um método estático é o método
Carregar mais