Prova 2ª - Inteco - Unb - 2013.1
3 pág.

Prova 2ª - Inteco - Unb - 2013.1


DisciplinaFundamentos da Economia14.266 materiais174.066 seguidores
Pré-visualização2 páginas
IN
T
R
O
D
U
Ç
Ã
O
 À
 
E
C
O
N
O
M
I
A
 \u2013
1
º
/
2
0
1
3
 
 
 
 
 
UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA 
DEPARTAMENTO DE ECONOMIA 
INTRODUÇÃO À ECONOMIA \u2013 1º/2013 
GABARITO \u2013 2ª PROVA 
 
No quadro abaixo, você pode conferir o gabarito das questões objetivas (questões 1 a 16), de acordo com 
seu tipo de prova (A, B, C, D ou E). O tipo de sua prova está anotado no quadro situado no canto superior esquerdo 
da folha de respostas, cuja fotocópia foi entregue em sala pelo monitor de sua turma. Caso você não tenha retirado 
a fotocópia de sua folha de respostas em sala, você poderá retirá-la no guichê da monitoria (ICC Norte, piso superior 
acima do anfiteatro 14). 
 
 
 
 
 
 
 
 
A seguir, você encontra as respostas esperadas para as questões discursivas (questões 17 e 18). Para cada 
questão, são apresentados: o gabarito oficial, os critérios de correção, um exemplo de resposta perfeita \u2013 dada por 
um aluno \u2013 e os erros mais frequentes. Caso discorde da CORREÇÃO das questões discursivas, você poderá interpor 
recurso, em formulário próprio, disponível no site da disciplina (introducaoaeconomia.wordpress.com), na seção 
\u201cResultados\u201d. Todas as informações pertinentes ao processo de revisão de notas encontram-se no formulário de 
revisão. Leia-as cuidadosamente antes de encaminhar seu recurso. 
 
 QUESTÃO 17. 
Tendo em vista as funções do Banco Central, responda os itens a seguir. 
a) Cite e explique duas formas de controle de oferta de moeda do Banco Central e explique como elas influenciam a 
quantidade de moeda da economia. 
b) Considere que, numa economia hipotética, o total de depósitos nos bancos é de 1000 UM, a uma taxa de reserva 
de 1/5. Suponha que ninguém guardasse dinheiro em casa. Após uma determinação do Banco Central (BC), a taxa de 
reserva passa a ser de 1/4. Com base nesses, dados, calcule a variação da quantidade total de moeda nessa 
economia provocada pelo estabelecimento da nova taxa de compulsório, deixando todos os seus cálculos explícitos. 
 
GABARITO OFICIAL 
 
a) 
1. Fixação da taxa mínima de reservas (encaixe) que os bancos devem manter, em relação aos depósitos. Como o 
multiplicador bancário (supondo que todo dinheiro é depositado em bancos) é M= (1/R), onde R é a taxa de reserva, 
um aumento da taxa significa menor criação de Moeda pelo sistema bancário (e redução da taxa, maior criação). 
 
2. Operações de mercado aberto (open Market): Compra ou venda de títulos públicos pelo Banco Central (BC). Se a 
remuneração é atrativa, os bancos comerciais comprarão títulos do BC, e terão menor dinheiro em caixa para 
emprestar ao público. Se p BC compra títulos dos bancos, é o oposto: Os bancos terão mais dinheiro para emprestar, 
e o estoque de moeda aumentará segundo o multiplicador bancário. 
 
3. Aumento ou redução da taxa de redesconto (taxa de empréstimo do BC aos bancos comerciais). Se a taxa é baixa, 
os bancos podem tomar mais dinheiro emprestado do BC e emprestar mais ao público. O oposto se a taxa aumenta. 
 
4. Fixação da maior taxa básica de juros. Uma taxa mais alta significa maior custo para empréstimos, que irão 
diminuir, diminuindo a criação de moeda pelos bancos; e o oposto, para uma taxa mais baixa. 
 
 
TIPO DE PROVA 
 
TIPO DE PROVA 
 
TIPO DE PROVA 
A B C D E A B C D E A B C D E 
1 N* D C A B 6 A B E D C 11 A N* B E D 
2 D E A B C 7 D E C B A 12 E A D C B 
3 E D C A B 8 E C N* A B 13 A D B E C 
4 B A C E D 9 B A E N* D 14 C A E B D 
5 D A B C E 10 C B A D N* 15 E C D B A 
N*: Questão Anulada. 16 D C B A E 
 
IN
T
R
O
D
U
Ç
Ã
O
 À
 
E
C
O
N
O
M
I
A
 \u2013
1
º
/
2
0
1
3
 
b) 
1º Período: A criação de moeda pelos bancos será: 
1.000 x (1/0, 2) = 1.000 x 5 = 5.000 
2º período: criação de moeda: 
1000x (1/0, 25) = 1.000 x 4 = 4.000 
O estoque de moeda diminuiu em 1.000 
 
CRITÉRIOS DE CORREÇÃO 
 
a) 6 pontos 
Citação de uma forma de controle: 1 ponto 
Explicação: 2 pontos 
Citação de outra forma de controle: 1 ponto 
Explicação: 2 pontos 
Total: 6 pontos 
 
b) 4 pontos 
Cálculo do 1º e 2º Período: 3 pontos 
*sendo que com um dos cálculos errados o aluno levará 2 pontos 
Resposta da variação de estoque: 1 ponto 
Total: 4 pontos 
 
RESPOSTA PERFEITA 
 
Rafaelle de Mendonça dos Santos \u2013 Turma E 
 
a) O banco Central pode controlar a oferta monetária a partir da alteração nas taxas de redesconto ou nas 
taxas de reservas compulsórias. Aumentando a s taxas de redesconto, a oferta da moeda diminui porque tal 
ação desestimula investidores. Efeito contrário ocorre quando se diminui a taxa de redesconto. Já a redução 
da taxa de reserva compulsória provoca um aumento da oferta de moeda já que, neste caso, os poupadores 
é quem são desestimulados. Efeito contrário ocorreria se houvesse um aumento da taxa de reserva 
compulsória. 
b) M1 = 1/(1/5) = 5 valor em circulação = 5X1000= 5000 UM 
 
 M2 = 1/(1/5) = 4 valor em circulação = 4 X 1000 = 4000 UM 
 
 Oferta monetária porque taxa de reserva compulsória 
 
Variação da quantidade de moeda = 4000- 5000 = - 1000 
 
|\u394 quantidade de moeda | = 1000 
 
ERROS MAIS FREQUENTES 
\u2022 Dizer que emissão de moeda é politica monetária (medidas de controle devem pressupor o caminho de ida e volta, 
ou seja, colocar mais moeda ou retirar moeda do mercado); 
\u2022 Citar medidas sem explicarem elas de fato ou o efeito sobre a moeda; 
\u2022 Errar o multiplicador e utilizar a fórmula (M=R) ao invés de M=1/R; 
\u2022 Errar a operação de multiplicação ou divisão; 
\u2022 Calcular o multiplicador não com base nos 5000 que o exercício dava. Muitos calcularam primeiro quantatidade de 
moeda inicial, de acordo com a primeira taxa de reserva, e depoi, com essa quantidade inicial é que calculavam com 
o novo multiplicador. 
 
 
 
 
 
 
 
 
IN
T
R
O
D
U
Ç
Ã
O
 À
 
E
C
O
N
O
M
I
A
 \u2013
1
º
/
2
0
1
3
 
QUESTÃO 18. 
Suponha uma economia com capacidade de produção ociosa, cuja propensão marginal a consumir seja igual a 0,8, 
na qual o governo tenha feito uma injeção de gastos de equivalente a US$2 bilhões. Responda o que se pede: 
a) Tudo o mais constante, qual será o efeito agregado do aumento de gastos governamentais no produto total dessa 
economia? 
b) Essa política econômica está de acordo com a visão \u201cclássica\u201d ou com a visão \u201ckeynesiana\u201d da economia? 
Justifique sua resposta e explique, nesse contexto, o efeito esperado das medidas mencionadas no enunciado. 
 
GABARITO OFICIAL 
 
a) O efeito será dado pelo multiplicador keynesiano, que é igual a 1/s, onde s é a taxa marginal de poupança, que é 
igual a 1-c é a propensão marginal a consumir. Assim US$ 2bi x 1/0,2 = 2bi x 5 = 10 bilhões. Ou seja, o efeito 
agregado esperado desse aumento nos gastos do governo, geraria um aumento de 10 bilhões de dólares no produto 
da economia. 
b) Está de acordo com a visão keynesiana. Para Keynes, a capacidade ociosa em geral é causada por insuficiência de 
demanda global. Nesse caso, o governo deve adotar medidas para aumentar a demanda global. O aumento de 
gastos do governo, como no enunciado da questão, é uma medida desse tipo. Assim a renda (o produto) aumentará 
em US$10 bilhões, reduzindo ou eliminando a capacidade ociosa na economia. 
 
CRITÉRIOS DE CORREÇÃO 
a) 
4 pontos, sendo: 
\u2022 Dois pontos para o cálculo; 
\u2022 Um ponto para chegar ao valor de US$10 bilhões; 
\u2022 Um ponto para explicitar que houve um aumento no produto nesse valor. 
 
b) 
6 pontos, sendo 
\u2022 Um ponto para afirmar que é uma política keynesiana; 
\u2022 Dois pontos para explicar o porquê de ser uma política keynesiana (houve intervenção governamental, com 
aumento dos gastos