A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
156 pág.
livro_Gestalt-Terapia-Integrada (Polsters)

Pré-visualização | Página 1 de 50

Gestalt terapia integrada
Erving e Miriam Polster
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DIREITOS REPROGRÃFICOS
EDITORA AFILIADA
Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)
Polster, Erving
Gestalt-terapia integrada / Erving Polster, Miriam Polster [tradução de Sônia Augusto]. — São Paulo : Summus, 2001.
Título original : Gestalt therapy integrated.
Bibliografia.
ISBN 85-323-0759-0
1. Gestalt (Psicologia) 2. Gestalt-terapia 3. Psicoterapia I. Polster, Miriam. II. Título.
01-4551
CDD-616.89143 NLM-WM 420
índice para catálogo sistemático: 1. Gestalt : Psicoterapia : Medicina 616.89143
Do original em língua inglesa
GESTALT THERAPY1NTEGRATED
Contours of theory & practice
Copyright © 1973 by Erving e Miriam Polster
Tradução: Sônia Augusto
Revisão técnica: Rosane Bernardini
Capa: Tereza Yamashita
Editoração e fotolitos: JOIN Bureau de Editoração
Proibida a reprodução total ou parcial deste livro, por qualquer meio e sistema, sem o prévio consentimento da 
Editora.
Direitos para a língua portuguesa adquiridos por
SUMMUS EDITORIAL LTDA.
que se reserva a propriedade desta tradução
Rua Itapicuru, 613 - cj. 72
05006-000 - São Paulo, SP
Tel: (11) 3872-3322 - Fax: (11) 3872-7476
http://www.summus.com.br
e-mail: summus@summus.com.br
Impresso no Brasil
Para
Isadore From mestre e amigo
Em pouco tempo ele estava respirando suavemente a não-geografia de estar perdido. Ele provou 
o elixir de estar perdido, quando qualquer coisa que aconteça é necessariamente surpresa. Não 
conseguia mais achar nenhum sentido em suas próprias coisas essenciais (isso nunca o havia 
deixado feliz); podia senti-las escapando; no entanto, não se agarrou desesperadamente a elas. 
Em vez disso, tocou seu corpo e olhou ao redor e sentiu: "Aqui estou e agora", e não entrou em 
pânico.
Paul Goodman, The Empire City
Sumário
Apresentação à edição brasileira........................... 9
Introdução ....................................... 13
Prefácio ....................................... 17
O ethos do agora.................................. 19
Novas perspectivas teóricas........................... 22
O poder está no presente............................. 25
 experiência é o mais importante..................... 30
O terapeuta é seu próprio instrumento.................. 35
A terapia é boa demais para ficar limitada aos doentes..... 40
A figura viva..................................... 45
Background da experiência............................ 46
Acessibilidade do fundo.............................. 61
Resistência e além dela.............................. 67
Composição........................................ 72
O comércio da resistência............................ 85
Introjeção.......................................... 86
Projeção........................................... 92
Retroflexão......................................... 96
Deflexão........................................... 102
Confluência........................................ 105
A fronteira de contato.............................. 111
Contato............................................ 112
Fronteiras do eu.................................... 120
Fronteiras do corpo.................................. 127
10
Fronteiras de valor.................................. 129
Fronteiras de familiaridade........................... 130
Fronteiras expressivas................................ 132
Fronteiras de exposição.............................. 134
As funções de contato.............................. 139
Olhar............................................. 142
Ouvir............................................. 148
Tocar............................................. 152
Falar.............................................. 155
Mover-se.......................................... 166
Cheirar e provar.................................... 175
Episódios de contato............................... 181
Sintaxe............................................ 182
Representatividade.................................. 191
Recorrência........................................ 200
Outras influências nos episódios de contato............. 202
Awareness....................................... 213
Sensações e açóes................................... 218
Sentimentos........................................ 227
Desejos............................................ 232
Valores e avaliações................................. 234
Experimento..................................... 237
Representação...................................... 241
Comportamento dirigido.............................. 254
Fantasia........................................... 257
Sonhos............................................ 267
Lição de casa....................................... 279
Além do um a um................................. 287
Hot seat........................................... 287
Hot seat móvel...................................... 289
Grupos naturais..................................... 293
Planejamento de grupos grandes....................... 302
Casais e famílias.................................... 306
Algumas influências teóricas na gestalt-terapia............. 313
Encontro de grande grupo e seminário Universidade Case-Western Reserve
Sessão 2 - 6 de abril de 1971......................... 319
Tornando-se conhecido............................. 319
Apresentação à edição brasileira
Gestalt-terapia integrada, primeiro livro escrito pelo casal Polster, é indubitavelmente leitura 
indispensável para quem deseja conhecer o que é a gestalt-terapia e se aprofundar em seus 
conceitos.
Publicado em 1973, esse livro nasceu de uma série de palestras proferidas por Erving no Gestalt 
Institute of Cleveland durante os anos 1960 e das discussões gravadas entre Miriam e Erving 
sobre suas ideias a respeito da gestalt-terapia. Escrito a quatro mãos, retrata o estilo pessoal do 
casal, numa linguagem simples, direta e próxima do cotidiano, superando os clichés da época.
A motivação para escrevê-lo, segundo Erving, veio da necessidade de maior integração e 
desenvolvimento dos conceitos da abordagem gestáltica, pois naqueles dias a gestalt-terapia 
estava numa fase antiintelectual que conduzia a uma considerável desorganização teórica. 
Erving e Miriam concretizam brilhantemente nesse livro uma interconexão coerente dos vários 
conceitos gestálticos e, ' que é mais precioso, estabelecem uma ligação entre a teoria e a Pratica 
por meio dos inúmeros exemplos clínicos apresentados, preenchendo uma lacuna existente até 
então nas publicações sobre a gestalt-terapia.
Esse livro marca o início de 25 anos de colaboração profissional entre Erving e Miriam, 
escrevendo livros, artigos e trabalhando em treinamentos em gestalt-terapia. Apesar de terem 
estilos expressivos diferentes, Erving mais efusivo e irreverente enquanto Miriam revela uma 
extrema dignidade e precisão de linguagem, ambos mostram uma afinidade e uma clara 
concordância ao escrever suas ideias, o que também é plenamente visível em seus treinamentos 
e no contato pessoal com o casal.
Miriam é uma terapeuta e professora brilhante, clara e objetiva em suas exposições teóricas, 
delicada e charmosa no contato humano. Seu trabalho é detalhista, envolvente, calmo e gentil. 
Erving é hábil em transformar as velhas ideias em experiências inéditas e em comunicar uma 
irresistível fascinação pela teoria da gestalt-terapia. Isso se evidencia em sua forma de ensinar e 
trabalhar, marcada tanto pelo seu característico humor e seu estilo provocativo, quanto pelo 
profundo comprometimento nas experiências com o outro.
Ao longo dos anos que trabalharam juntos o casal construiu uma história profissional 
competente, criativa e extremamente humana, iniciada no Gestalt Institute of Cleveland, 
fundado por Erving em