Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
O Plano de Controle consiste em um item que consta no manual do APQP

Pré-visualização | Página 1 de 1

O Plano de Controle consiste em um item que consta no manual do APQP (Planejamento Avançado da Qualidade do Produto e Processo). Basicamente, apresenta em uma descrição sucinta dos itens e sistemas aplicados para promover a minimização das variações dos produtos e dos processos na organização. Esse plano deve conter algumas informações. Com relação aos itens e informações que devem constar no Plano de Controle, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) As operações e as etapas do processo precisam ser numeradas. Essa numeração deve coincidir com aquela apresentada nos procedimentos e na FMEA. Esse processo facilita a identificação.
(    ) Não é necessário inserir certos detalhes no Plano de Controle, tais como as características a serem avaliadas no produto e os limites de aceitação (mínimos e máximos permitidos). 
(    ) O Plano de Controle deve apresentar um detalhamento adequado. É desejável que, no mínimo, seja possível substituir diretamente o procedimento operacional e instruções do operador.
(    ) São itens que devem constar no Plano do Controle: tipo de inspeção, frequência de inspeção e plano de correção/ação. Esse último item consiste em descrever as ações para correção de eventuais problemas.
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 
	V - F - F - V.
	
	
	A análise de riscos referentes às possíveis falhas de produtos e processos (quando tratamos da FMEA) compreende a análise de alguns itens. Para levantamento dessas informações, é necessário um conhecimento amplo do processo ou produto (ou alternativamente, produtos similares). Essas informações são avaliadas pela equipe de FMEA, justamente para prover essa visão ampla e evitar a unilateralidade de interpretações. Com relação à avaliação dos riscos, analise as seguintes afirmativas:
I- Para a análise de riscos são levantados, inicialmente, informações que permitem atribuir valores a alguns índices. Esses índices são pertinentes tanto para o FMEA de produto quanto para a FMEA de processo, e são denominados: severidade (S), ocorrência (O) e detecção (D). 
II- O índice denominado RPN compreende o somatório dos índices de severidade (S), ocorrência (O) e detecção (D). Quando o somatório desses índices resulta em um RPN de valor baixo, é necessária a tomada de ações corretivas.
III- Além do somatório dos índices S, O e D, que resulta no valor de RPN, é importante analisar a combinação entre dois índices, como, por exemplo: S+O ou O+D. Essa análise parcial permite uma visão mais específica sobre os riscos.
IV- O índice RPN deve ser calculado através da multiplicação entre os índices denominados: severidade (S), ocorrência (O) e detecção (D). Os riscos são, através dessa análise, classificados como prioridade de ação que os apresentam valores mais altos de RPN.
Agora, assinale a alternativa CORRETA:
	
	
	 b)
	As afirmativas I e IV estão corretas.