Trabalho-de-Andaimes-Metodologia
50 pág.

Trabalho-de-Andaimes-Metodologia


DisciplinaMetodologia Científica47.670 materiais980.895 seguidores
Pré-visualização12 páginas
úmidos. Entre as várias atuações fornecidas para evitar ou 
retardar a oxidação, os mais comuns são a aplicação de pintura protetora, a formação 
deligas com outros elementos que reduzam ou eliminem tal tendência e a conexão a 
polis elétricos que inibem a ocorrência do fenômeno. 
As barras metálicas são compostas por parafusos e porcas sextavadas, em aço 
inoxidável e, em outros pontos, unidas por processos de soldagem. 
O comprimento total de 1m a 5m, podendo ser composto por módulos, unidos 
por parafusos na parte inferior lateral. Sua largura geralmente é de 0,70m. 
A cabine do balancim é constituída para suportar a carga de trabalho de 2 
operários, peso médio de 45 kg cada adicionada de equipamentos, ferramentas e 
insumos de recuperação, bem como do peso próprio da bancada ( aproximadamente 
100kg) total não ultrapassa a carga de 300 kgf.(DRESCH, 2009). 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Figura 11. Croqui da bancada metálica e suas partes componentes. 
 Fonte: Andaimes Jahu 
 
 
22 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Figura 12: Andaime suspenso leve com plataforma de trabalho, guarda-corpo e corrimão. 
 As plataformas podem ser metálicas (2 e 3 ) ou de madeira (2,3 e 4 m). 
 Fonte: Andaimes Jahu 
 
2.3.5.3 Andaimes suspensos mecânicos pesados 
 
Equipamento constituído pelo conjunto de múltiplos guinchos, através de 
estrados de madeira. O acionamento é manual por catraca simples e não é composto de 
dispositivo de travamento da queda, conforme usado no andaime leve. 
A montagem de andaimes suspensos pesados é mais trabalhosa que a dos 
outros tipos pelo fato de a plataforma ser montada no canteiro e a necessidade de maior 
número de cabo de sustentação. Na loja, as peças componentes dos equipamentos são 
separadas, junto com acessórios originais, em vigas de sustentação e guinchos. Alberto 
Ronald Gomes (2006) explica que as vigas de sustentação são içadas para a laje 
indicada, regularmente a de cobertura, onde são fixadas. O guincho e estrados de 
cantoneiras que, unidos através de peças de madeira formarão as plataformas dos 
andaimes, são assiduamente montadas sobre as plataformas de segurança no primeiro 
pavimento. A etapa final da montagem dos andaimes chega no iça mento dos cabos dos 
guinchos e fixação nas vigas de sustentação. Para a segurança nos trabalhos de canteiro, 
faz-se necessária a formação de procedimentos de acordo com trechos de andaimes no 
projeto específico. 
 
23 
 
 
 
FIG. 13- Andaimes Suspensos Mecânicos também conhecidos por Balancim Manual 
 Fonte: IW8 Equipamentos 
 
 
2.3.5.4 Andaimes suspensos motorizados 
Para o autor Alberto Ronald GOMES (2006), o andaime suspenso motorizado, 
também chamado de plataforma de trabalho elétrica, é provido pelo painel de comando 
ou botoeira de operação, com possibilidade de acionamento manual na falta de energia. 
No comando de operações sobe desce do equipamento são aplicadas por botões 
individuais de pressão contínua. Ainda conta com o botão para o nivelamento, botão de 
emergência para parada de movimento e a chave geral, liga e desliga. 
As plataformas de trabalho são distribuídas pelos fornecedores em intensidade, 
que unidos podem formar plataformas de até 9,00m de extensão. O peso próprio e a 
capacidade de carga útil para cada composição. 
Além do cabo de tração para a movimentação do equipamento, um segundo 
cabo passa por dispositivo de segurança, também usado no andaime suspenso leve, que 
paralisa o movimento do andaime quando ocorre um desnivelamento excessivo da 
plataforma de trabalho. Este desnivelamento pode significar o início de queda do 
andaime por ruptura do cabo. 
A segurança dos operários nos andaimes suspensos é complementada pelo uso 
de cinto de segurança tipo paraquedista, ligado a um mecanismo trava-quedas de 
segurança, preso no cabo de fibra sintética. A fixação deste cabo deverá ser feita em 
ponto de estrutura do edifício, independente do ponto de fixação dos andaimes. 
Com viso, o equipamento utiliza dois cabos de aço, sendo um necessário ao 
24 
 
movimento e outro que passa por mecanismo que impede a caída em caso de queda da 
plataforma. Os dois cabos são mantidos esticados por meio de contrapeso em suas 
extremidades inferiores. 
 
 
 
FIG.14- Andaimes suspensos motorizados 
Fonte: Albiz 
 
2.3.6 Andaimes de Madeira 
2.3.6.1 Usos da madeira na construção civil 
Não é tão recente a criação dessas estruturas com a finalidade de promover o 
acesso à alturas elevadas. Desde a Antiguidade, gregos, egípcios e outros povos já 
utilizavam um tipo de estrutura bem parecido com o andaime no formato que 
conhecemos hoje, porém os materiais para sua montagem eram um pouco diferentes e 
bem menos resistentes, como o bambu e a madeira, que garantiam uma baixa segurança. 
 
FIG. 15- Andaime de madeira FIG. 16- Andaime de bambu 
 Fonte: planetasustentavel/obrassustentaveis 
 
 
25 
 
O uso em estruturas de cobertura são utilizadas peças simplesmente serradas, 
como vigas, caibros, pranchas e tábuas. Tais produtos são comercializados em lojas 
especializadas, conhecidas como depósitos de madeira. 
Nos usos na construção civil os principais centros demandantes de madeira 
serrada, localizados nas Regiões Sul e Sudeste, se abasteceram durante décadas com o 
pinho-do-paraná (Araucariaangustifolia) e a peroba-rosa (Aspidospermapolyneuron), 
explorados nas florestas nativas dessas regiões. 
Com o esgotamento dessas florestas, o suprimento de madeiras nativas passou 
a ser dividido em parte, a partir de países limítrofes, como o Paraguai, porém de forma 
mais significativa a partir da Região Amazônica. As madeiras de pinus (Pinus spp.) e 
eucalipto (Eucalyptus spp.), geradas nos reflorestamentos implantados nas Regiões Sul 
e Sudeste, também passaram a atender construções habitacionais. 
 Tais mudanças têm provocado a substituição do pinho-do-paraná e da peroba-
rosa por outras madeiras desconhecidas dos usuários, às vezes importuno ao uso 
desejado. A instalação de medidas enxergando o uso racional e sustentado do material 
madeira deve-se considerar desde a minoração dos impactos ambientais da exploração 
florestal centrada 22 em poucos tipos de madeira, passando pelas medidas para 
diminuição de geração de resíduos e reciclagem dos mesmos, até a ampliação do ciclo 
de vida do material pela escolha correta e pelos procedimentos secagem e preservação. 
 
2.3.6.2 Construção civil leve externa e leve interna estrutural 
 
Reúne as peças de madeira serrada na forma de tábuas e pontaletes empregados 
em usos temporários (andaimes, escoramento e fôrmas para concreto) e as ripas e 
caibros utilizadas em partes secundárias de estruturas de cobertura. A madeira de pinho-
do-paraná (Araucariaangustifolia) foi a mais utilizada, durante décadas, neste grupo. 
 
 FIG.17 \u2013 Madeira serrada para andaimes 
26 
 
 
 FIG. 18 - Madeira serrada para bandejas de proteção 
 
 
 FIG. 19- Madeira serrada para escoramentos 
 
2.3.6.3 Os produtos de madeiras 
 
Os produtos de madeiras utilizados na construção variam desde peças com 
pouco ou nenhum processamento \u2013 madeira roliça \u2013 até peças com vários graus de 
beneficiamento, como: madeira serrada e beneficiada, lâminas, painéis de madeira e 
madeira tratada