Apostila Lógica de Programação
86 pág.

Apostila Lógica de Programação


DisciplinaDesenvolvimento de Sistemas141 materiais578 seguidores
Pré-visualização14 páginas
e na lógica empregada em resolver o problema. 
 Dessa forma, a escolha de uma linguagem de programação recebe um 
conjunto de avaliações que, de acordo com o objetivo, determina qual deve ser a 
melhor aplicada. Não existe a melhor linguagem. O que existe são algumas variáveis 
que podem ser consideradas na escolha de uma linguagem: 
\u2022 Prazo para o desenvolvimento do programa e a experiência do programador 
na linguagem, que favoreçam a produtividade de execução dos trabalhos de 
programação; 
\u2022 Sistema operacional onde o programa será executado; 
\u2022 Necessidades tecnológicas específicas que favoreçam uma linguagem em 
particular; 
\u2022 Evolução da linguagem, compatibilidade com novas tecnologias e visão de 
crescimento futuro; 
\u2022 Tamanho da equipe envolvida na construção do sistema; 
\u2022 Suporte do fabricante ou de uma comunidade constituída, que forneça um 
nível mínimo de segurança na construção de programas. 
 
SOCIESC \u2013 Sociedade Educacional de Santa Catarina 
Algoritmos 
23 
Nesse contexto, a importância de um bom entendimento e conhecimento sobre 
lógica de programação, objeto desse livro didático, é fundamental para que a 
elaboração de um programa possa ser utilizada em qualquer linguagem. 
Há um site independente na Internet que procura realizar uma pesquisa mensal 
de popularidade das atuais linguagens de programação 
(http://www.tiobe.com/index.htm?tiobe_index). A tabela 1, a mais atual publicada, 
apresenta o seguinte resultado para as 10 primeiras. 
 
Tabela 1 \u2013 Ranking de Linguagens 
Ranking Linguagem 
1 Java 
2 C 
3 C++ 
4 PHP 
5 Visual Basic 
6 Perl 
7 Python 
8 JavaScript 
9 C# 
10 Ruby 
 
6 O QUE SÃO ALGORITMOS? 
 
 Segundo Ximenes (1993), um algoritmo é qualquer conjunto finito de 
instruções que possa ser seguido para a realização de uma tarefa específica ou 
resolução de um determinado problema. Já na área de Informática, também de 
acordo com Ximenes (1993), um algoritmo é definido como uma seqüência 
ordenada e finita de passos, independente da linguagem de programação a ser 
utilizada para codificá-lo, que leva à solução de um dado problema. 
 É provável que você já tenha ouvido falar em algoritmos. Na verdade, a 
palavra pode ser aplicada a qualquer atividade que aplique o conceito acima 
SOCIESC \u2013 Sociedade Educacional de Santa Catarina 
Algoritmos 
24 
descrito. Receitas de bolo, manuais com procedimentos de execução e roteiros para 
atendimentos específicos são alguns exemplos de algoritmos. 
 Aplicamos o conceito de algoritmo diariamente, a partir do momento que 
estabelecemos um planejamento mental para realizar uma determinada tarefa, 
considerando que deveremos executar um conjunto de passos até a conclusão do 
objetivo a ser atingido. 
 Por exemplo: 
 Início 
1. Colocar a chave na ignição; 
2. Virar a chave; 
3. Se o carro pegar 
3.1. Pressionar o pedal de embreagem; 
3.2. Posicionar a primeira marcha; 
3.3. Acelerar o carro; 
4. Senão 
4.1. Repetir; 
Fim 
Um algoritmo possui quatro propriedades essenciais: 
\u2022 Completo: para que um algoritmo seja considerado completo, todas as 
ações precisam ser descritas e devem ser únicas; 
\u2022 Não pode haver redundância: um conjunto de instruções só pode ter 
uma única forma de ser interpretada. Conforme nosso exemplo acima, o 
algoritmo só permite uma forma de ligar o carro usando a chave de 
ignição; 
\u2022 Determinístico: esta terceira propriedade significa que se as instruções 
forem executadas, é certo que o resultado esperado será sempre atingido; 
\u2022 Finito: significa que as instruções precisam terminar após um número 
limitado de passos. 
 
 
SÍNTESE 
 
SOCIESC \u2013 Sociedade Educacional de Santa Catarina 
Algoritmos 
25 
 Nesta segunda aula avançamos um pouco mais no mundo da programação 
de sistemas de computador. Começamos entendendo as razões que definem a 
linguagem de computador como um meio para o programador realizar suas 
atividades e percebemos a grande similaridade com a linguagem humana. 
 Aprendemos também quais os agentes internos e externos que influenciam 
na tarefa de programar um computador e ressaltamos a importância que o contexto 
de execução do programa determina os primeiros passos na sua construção. 
 E já que falamos tanto de linguagem, obtivemos o primeiro contato com as 
gerações de linguagens de computador, suas características e os elementos 
essenciais para escolher a linguagem a ser utilizada. 
 Finalmente, fizemos nossa primeira incursão sobre o termo algoritmo. 
 Perceba que muitos conceitos aqui apresentados encaixam-se com as 
informações tratadas na primeira aula, sendo uma abordagem estruturada e 
construtiva na elaboração de seu conhecimento para o desenvolvimento de 
sistemas. 
 Espero que você tenho chegado até aqui motivado pelo conhecimento até 
agora absorvido e tenha certeza que muito mais vêm por aí. Fique firme, pratique os 
exercícios sugeridos e vamos seguindo em frente. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
EXERCÍCIOS PROPOSTOS 
 
2) Quais são as gerações das linguagens de programação? 
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
SOCIESC \u2013 Sociedade Educacional de Santa Catarina 
Algoritmos 
26 
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________ 
 
2) Cite a diferença entre o compilador e um interpretador. 
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________ 
 
3) Descreva com as suas próprias palavras o que é um algoritmo. 
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________ 
 
4) Quais são as propriedades essenciais de um algoritmo? 
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
SOCIESC \u2013 Sociedade Educacional de Santa Catarina 
Algoritmos 
27 
Aula 3 
FORMAS DE REPRESENTAÇÃO DE 
UM ALGORITMO 
Objetivos da aula 
 
Ao final desta aula, você deverá ser capaz de: 
 
\u2022 Entender as opções de representação de um algoritmo; 
\u2022 Fornecer as orientações nas técnicas de representação de algoritmos; 
\u2022 Construir um algoritmo usando pseudocódigo; 
\u2022 Apresentar graficamente um algoritmo usando um fluxograma. 
Conteúdo da aula 
 
Acompanhe os assuntos desta aula, se preferir, ao 
término, assinale o conteúdo já estudado. 
\ufffd Formas de representação de um algoritmo 
\ufffd O que é um pseudocódigo? 
\ufffd Interpretador de Linguagem Algorítmica 
\ufffd Regras para construção de um pseudocódigo 
\ufffd O que é um fluxograma? 
\ufffd Regras para representação gráfica de um algoritmo 
\ufffd Exercícios propostos 
 
Nesta terceira aula, você conhecerá detalhes técnicos envolvidos na 
construção de algoritmos e aprender como representá-los. 
Como você verá nesta unidade a representação de algoritmos e o 
uso de um software para apoio, são recursos comuns que o programador iniciante 
obtém para