questões direito administrativo
2 pág.

questões direito administrativo


DisciplinaDireito Administrativo I49.873 materiais957.491 seguidores
Pré-visualização1 página
De acordo com a Lei 9709/1999 \u2013 Lei das Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIPs) é correto afirmar:
As pessoas jurídicas de Direito Público podem qualificar-se como OSCIPs.
As sociedade comerciais não podem qualificar-se como OSCIPs.
O deferimento ou indeferimento ao pedido de qualificação de uma organização como OSCIPs é atribuição de competência do Ministério da Fazenda.
Pessoa jurídica de Direito Privado que disponha dentre seus objetivos sociais a finalidade de promover a segurança alimentar e nutricional não poderá, nos termos da Lei, qualificar-se como OSCIPs.
No que diz respeito as meios de atuação do poder de polícia, julgue os próximos itens.
Segundo o entendimento majoritário na doutrina e na jurisprudência admite-se a delegação do poder de policia a pessoa de iniciativa privada prestadora de serviços de titularidade do Estado.
A autorização é um ato administrativo vinculado e definitivo pelo qual a administração reconhece que o particular detentor de um direito subjetivo preenche as condições de seu gozo.
A licença não pode ser negada quando o requerente satisfaça os requisitos legais para a sua obtenção.
O alvará pode ser de licença ou de autorização.
I e II.
II e III.
II e IV.
III e IV.
A organização administrativa é baseada em dois pressupostos fundamentais: a distribuição de competências e a hierarquia. Nesse diapasão, quanto ao poder hierárquico, marque a opção incorreta:
Hierarquia é o escalonamento em plano vertical dos órgãos e agentes da administração que tem como objetivo a organização da função administrativa.
Como resultado do poder hierárquico, a Administração é dotada da prerrogativa de ordenar, coordenar, controlar e corrigir as atividades de seus órgãos e agentes em seu âmbito interno.
Do sistema hierárquico na administração decorrem alguns efeitos específicos, como o poder de comando, o dever de obediência, a fiscalização, o poder de revisão, a delegação e a avocação.
Avocação é a transferência de atribuições de um órgão superior a outro inferior no aparelho administrativo, abrangendo funções genéricas e comuns da Administração. 
A legislação federal estabelece como forma de Parceria Público-Privado (PPP), apenas:
A concessão comum.
A concessão patrocinada.
A concessão comum e administrativa.
A concessão patrocinada e a concessão administrativa.
Com relação aos agentes públicos, assinale a alternativa incorreta:
Agente público, em sentido lato, é todo aquele sujeito que desempenha função de interesse público, ainda que em caráter transitório e independente de remuneração. 
As funções de confiança deverão ser exercidas exclusivamente por servidores ocupantes de cargo efetivo.
Nas entidades de direito público, é possível a coexistência de titulares de cargo e de empregos públicos , desde que, nesse ultimo caso, em funções subalternas.
O cargo público, para ser extinto, depende de autorização legislativa, mesmo quando vagos.
Assinale a alternativa incorreta no que se refere ao provimento em cargos públicos:
Provimento originário é aquele que vincula inicialmente o servidor ao cargo.
Reintegração indica o retorno à atividade de servidor aposentado.
Recondução significa o retorno do servidor estável ao cargo que antes ocupava, quando não habilitado em estágio probatório relativo a cargo no qual no qual foi posteriormente empossado.
Provimento derivado pressupõe vínculo presente ou passado com a Administração
Sobre os cargos de provimento efetivo, é incorreto afirmar:
São vocacionados para serem ocupados em caráter definitivo.
Apenas os respectivos ocupantes podem adquirir estabilidade.
Somente adquire estabilidade após dois anos de efetivo exercício, quando nomeado para cargo de provimento efetivo em virtude de concurso público.
Extinto o cargo, aquele que tenha adquirido estabilidade ficará em disponibilidade, com remuneração proporcional ao tempo de serviço.
Acerca do regime constitucional dos cargos, empregos e funções públicas, assinale a alternativa incorreta:
Os cargos, empregos e funções públicas são acessíveis aos brasileiros que preencham os requisitos estabelecidos em lei, assim como os estrangeiros na forma da lei.
A investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego na forma prescrita em lei, ressalvadas as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração.
 Prazo de validade do concurso público será de dois anos, prorrogável uma vez, por igual período.
Durante o prazo improrrogável previsto no edital de convocação aquele aprovado em concurso público de provas ou de provas e títulos será convocado com prioridade sobre novos concursados para assumir o emprego na carreira.
No que tange a acumulação remunerada de cargos, empregos ou funções públicas, assinale a alternativa incorreta.
É vedada, a acumulação remunerada de cargos públicos, exceto quando houver compatibilidade de horários, dispensada a exigência de teto remuneratório dos serviços públicos nesses casos.
É permitido acumular dois cargos de professor.
É lícito cumular um cargo de professor e outro técnico ou cientifico.
Pode-se acumular dois cargos ou empregos privativos de profissionais da saúde, com profissões regulamentadas.
Submetem-se a regime próprio de previdência social os seguintes agentes públicos federais, exceto:
Servidores públicos ocupantes de cargo efetivo.
Servidores ocupantes exclusivamente de cargo em comissão.
Agentes militares.
Agentes públicos.