Penal - Codigo Penal Brasileiro - Biblioteca do Exilado

Penal - Codigo Penal Brasileiro - Biblioteca do Exilado


DisciplinaDireito Penal I62.923 materiais1.027.674 seguidores
Pré-visualização50 páginas
qualificado
§ 4.º A pena é de reclusão de 2 (dois) a 8 (oito) anos, e multa, se o crime é cometido:
I \u2013 com destruição ou rompimento de obstáculo à subtração da coisa;
II \u2013 com abuso de confiança, ou mediante fraude, escalada ou destreza;
\u2022
Vide art. 171 do CPP.
III \u2013 com emprego de chave falsa;
IV \u2013 mediante concurso de duas ou mais pessoas.
\u2022\u2022
Vide Súmula 442 do STJ.
§ 5.º A pena é de reclusão de 3 (três) a 8 (oito) anos, se a subtração for de veículo automotor que venha a ser transportado para outro Estado ou para o exterior.
\u2022\u2022 § 5.º acrescentado pela Lei n. 9.426, de 24-12-1996.
Furto de coisa comum
Art. 156. Subtrair o condômino, coerdeiro ou sócio, para si ou para outrem, a quem legitimamente a detém, a coisa comum:
Pena \u2013 detenção, de 6 (seis) meses a 2 (dois) anos, ou multa.
\u2022
Vide art. 168 do CP.
\u2022
Vide arts. 61 e 89 da Lei n. 9.099, de 26-9-1995.
§ 1.º Somente se procede mediante representação.
§ 2.º Não é punível a subtração de coisa comum fungível, cujo valor não excede a quota a que tem direito o agente.
CAPÍTULO II
 DO ROUBO E DA EXTORSÃO
Roubo
Art. 157. Subtrair coisa móvel alheia, para si ou para outrem, mediante grave ameaça ou violência a pessoa, ou depois de havê-la, por qualquer meio, reduzido à impossibilidade de resistência:
Pena \u2013 reclusão, de 4 (quatro) a 10 (dez) anos, e multa.
\u2022
Vide art. 1.º, III, c, da Lei n. 7.960, de 21-12-1989.
§ 1.º Na mesma pena incorre quem, logo depois de subtraída a coisa, emprega violência contra pessoa ou grave ameaça, a fim de assegurar a impunidade do crime ou a detenção da coisa para si ou para terceiro.
\u2022
Vide art. 1.º, III, c, da Lei n. 7.960, de 21-12-1989.
§ 2.º A pena aumenta-se de um terço até metade:
\u2022\u2022
Vide Súmula 443 do STJ.
I \u2013 se a violência ou ameaça é exercida com emprego de arma;
II \u2013 se há o concurso de duas ou mais pessoas;
\u2022\u2022
Vide Súmula 442 do STJ.
III \u2013 se a vítima está em serviço de transporte de valores e o agente conhece tal circunstância;
\u2022\u2022
Vide art. 1.º, III, c, da Lei n. 7.960, de 21-12-1989.
IV \u2013 se a subtração for de veículo automotor que venha a ser transportado para outro Estado ou para o exterior;
\u2022\u2022 Inciso IV acrescentado pela Lei n. 9.426, de 24-12-1996.
V \u2013 se o agente mantém a vítima em seu poder, restringindo sua liberdade.
\u2022\u2022 Inciso V acrescentado pela Lei n. 9.426, de 24-12-1996.
\u2022\u2022
Vide art. 158, § 3.°, do CP.
\u2022
Vide art. 1.º, III, c, da Lei n. 7.960, de 21-12-1989.
§ 3.º Se da violência resulta lesão corporal grave, a pena é de reclusão, de 7 (sete) a 15 (quinze) anos, além de multa; se resulta morte, a reclusão é de 20 (vinte) a 30 (trinta) anos, sem prejuízo da multa.
\u2022\u2022 § 3.º com redação determinada pela Lei n. 9.426, de 24-12-1996.
\u2022\u2022
Vide art. 9.º da Lei n. 8.072, de 25-7-1990.
\u2022
Vide art. 1.º, III, c, da Lei n. 7.960, de 21-12-1989.
\u2022
Vide Súmulas 603 e 610 do STF.
Extorsão
Art. 158. Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, e com o intuito de obter para si ou para outrem indevida vantagem econômica, a fazer, tolerar que se faça ou deixar de fazer alguma coisa:
Pena \u2013 reclusão, de 4 (quatro) a 10 (dez) anos, e multa.
\u2022
Vide art. 1.º, III, d, da Lei n. 7.960, de 21-12-1989.
§ 1.º Se o crime é cometido por duas ou mais pessoas, ou com emprego de arma, aumenta-se a pena de um terço até metade.
\u2022
Vide art. 1.º, III, d, da Lei n. 7.960, de 21-12-1989.
§ 2.º Aplica-se à extorsão praticada mediante violência o disposto no § 3.º do artigo anterior.
\u2022\u2022
Vide arts. 1.º, III e IV, e 9.º da Lei n. 8.072, de 25-7-1990.
\u2022\u2022
Vide art. 1.º, III, d, da Lei n. 7.960, de 21-12-1989.
\u2022
Vide Súmula 96 do STJ.
§ 3.º Se o crime é cometido mediante a restrição da liberdade da vítima, e essa condição é necessária para a obtenção da vantagem econômica, a pena é de reclusão, de 6 (seis) a 12 (doze) anos, além da multa; se resulta lesão corporal grave ou morte, aplicam-se as penas previstas no art. 159, §§ 2.º e 3.º, respectivamente.
\u2022\u2022 § 3.º acrescentado pela Lei n. 11.923, de 17-4-2009.
\u2022\u2022
Vide art. 157, V, do CP.
Extorsão mediante sequestro
Art. 159. Sequestrar pessoa com o fim de obter, para si ou para outrem, qualquer vantagem, como condição ou preço do resgate:
Pena \u2013 reclusão, de 8 (oito) a 15 (quinze) anos.
\u2022\u2022 Pena com redação determinada pela Lei n. 8.072, de 25-7-1990.
\u2022\u2022
Vide arts. 1.º, IV, e 9.º da Lei n. 8.072, de 25-7-1990.
\u2022
Vide art. 1.º, III, e, da Lei n. 7.960, de 21-12-1989.
\u2022
Vide art. 1.º, IV, da Lei n. 9.613, de 3-3-1998.
§ 1.º Se o sequestro dura mais de 24 (vinte e quatro) horas, se o sequestrado é menor de 18 (dezoito) ou maior de 60 (sessenta) anos, ou se o crime é cometido por bando ou quadrilha:
\u2022\u2022 § 1.º, caput, com redação determinada pela Lei n. 10.741, de 1.º-10-2003.
Pena \u2013 reclusão, de 12 (doze) a 20 (vinte) anos.
\u2022\u2022 Pena com redação determinada pela Lei n. 8.072, de 25-7-1990.
\u2022\u2022
Vide arts. 1.º, IV, e 9.º da Lei n. 8.072, de 25-7-1990.
\u2022
Vide art. 1.º, III, e, da Lei n. 7.960, de 21-12-1989.
§ 2.º Se do fato resulta lesão corporal de natureza grave:
Pena \u2013 reclusão, de 16 (dezesseis) a 24 (vinte e quatro) anos.
\u2022\u2022 Pena com redação determinada pela Lei n. 8.072, de 25-7-1990.
\u2022\u2022
Vide art. 9.º da Lei n. 8.072, de 25-7-1990.
\u2022
Vide art. 1.º, III, e, da Lei n. 7.960, de 21-12-1989.
§ 3.º Se resulta a morte:
Pena \u2013 reclusão, de 24 (vinte e quatro) a 30 (trinta) anos.
\u2022\u2022 Pena com redação determinada pela Lei n. 8.072, de 25-7-1990.
\u2022\u2022
Vide art. 9.º da Lei n. 8.072, de 25-7-1990.
\u2022
Vide art. 1.º, III, e, da Lei n. 7.960, de 21-12-1989.
§ 4.º Se o crime é cometido em concurso, o concorrente que o denunciar à autoridade, facilitando a libertação do sequestrado, terá sua pena reduzida de um a dois terços.
\u2022\u2022 § 4.º com redação determinada pela Lei n. 9.269, de 2-4-1996.
\u2022
Vide Lei n. 9.807, de 13-7-1999 (proteção a vítimas e testemunhas).
Extorsão indireta
Art. 160. Exigir ou receber, como garantia de dívida, abusando da situação de alguém, documento que pode dar causa a procedimento criminal contra a vítima ou contra terceiro:
Pena \u2013 reclusão, de 1 (um) a 3 (três) anos, e multa.
\u2022
Vide art. 89 da Lei n. 9.099, de 26-9-1995.
CAPÍTULO III
 DA USURPAÇÃO
\u2022
Vide arts. 185 e 328 do CP.
\u2022
Vide art. 2.º da Lei n. 8.176, de 8-2-1991.
Alteração de limites
Art. 161. Suprimir ou deslocar tapume, marco, ou qualquer outro sinal indicativo de linha divisória, para apropriar-se, no todo ou em parte, de coisa imóvel alheia:
Pena \u2013 detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, e multa.
\u2022
Vide arts. 61 e 89 da Lei n. 9.099, de 26-9-1995.
§ 1.º Na mesma pena incorre quem:
Usurpação de águas
I \u2013 desvia ou represa, em proveito próprio ou de outrem, águas alheias;
Esbulho possessório
II \u2013 invade, com violência a pessoa ou grave ameaça, ou mediante concurso de mais de duas pessoas, terreno ou edifício alheio, para o fim de esbulho possessório.
\u2022
Vide arts. 1.210 a 1.213 do CC.
§ 2.º Se o agente usa de violência, incorre também na pena a esta cominada.
§ 3.º Se a propriedade é particular, e não há emprego de violência, somente se procede mediante queixa.
Supressão ou alteração de marca em animais
Art. 162. Suprimir ou alterar, indevidamente, em gado ou rebanho alheio, marca ou sinal indicativo de propriedade:
Pena \u2013 detenção, de 6 (seis) meses a 3 (três) anos, e multa.
\u2022
Vide art. 89 da Lei n. 9.099, de 26-9-1995.
CAPÍTULO IV
 DO DANO
Dano
Art. 163. Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia:
Pena \u2013 detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
\u2022
Vide arts. 61 e 89 da Lei n. 9.099, de 26-9-1995.
\u2022
Vide art. 65 da Lei n. 9.605, de 12-2-1998.
Dano qualificado
Parágrafo único. Se o crime é cometido:
I \u2013 com violência à pessoa ou grave ameaça;
II \u2013 com emprego de substância inflamável ou explosiva, se o fato não constitui crime mais grave;