Aula 3

Aula 3


DisciplinaFisiologia do Exercício9.142 materiais294.291 seguidores
Pré-visualização2 páginas
4) diminuição da pressão arterial. 
 
1º Passo
Sistema renina - angiotensina -aldosterona 
2º Passo
3º Passo
Sistema renina - angiotensina -aldosterona 
4º Passo
Sistema renina - angiotensina -aldosterona 
Sem Aldosterona
Com Aldosterona
Na+ e H2O
Na+ e H2O
Na+ e H2O
Na+ e H2O
Na+ e H2O
Na+ e H2O
O exercício físico estimula ou inibe SRAA?
Sistema renina-angiotensina-aldosterona no exercício
Após a queda inicial, o volume plasmático permanece relativamente constante durante o exercício
Após um aumento inicial, a osmolaridade pasmática permanece relativamente constante durante o exercício
As ações do SRAA e do ADH.
Correto programa de hidratação.
Gráfico1
		28
		22.2
		15
		10
		3
		8
		4
		6
		12
		9
		5
		9
		38
		8
		11
		14
		10
		12
		14
		9
		5
		10
		8
		19
		27.7
Exercício
Horas
GH (ng/mL)
Plan1
		0		28
		1		22.2
		2.2		15
		3		10
		4		3
		5		8
		6		4
		7		6
		8		12
		9		9
		10		5
		11		9
		12		38
		13		8
		14		11
		15		14
		16		10
		17		12
		18		14
		19		9
		20		5
		21		10
		22		8
		23		19
		24		27.7
Gráfico2
		100
		110
		125
		160
		219
		245
		219
		168
		130
		100
		80
		60
		50
		48
		55
		65
		80
		95
		100
		100
		100
		100
		100
		100
		100
		100
Exercício
Tempo (Hs)
T3 (ng/dL)
Gráfico4
		100		100
		74.2		98.8
		70		90.8
		70		80
		70		74.5
		70		71
		70		71
Ingesta Calórica
Taxa Metabólica
Semanas
% Basal
Plan2
		0		100						Ingesta Calórica		Taxa Metabólica
		0.2		110				0		100		100
		0.4		125				1		74.2		98.8
		0.6		160				2		70		90.8
		0.8		219				3		70		80
		1		245				4		70		74.5
		1.28		219				5		70		71
		1.4		168				6		70		71
		1.6		130
		1.8		100
		2		80
		2.2		60
		2.4		50
		2.6		48
		2.8		55
		3		65
		3.2		80
		3.4		95
		3.6		100
		3.8		100
		4		100
		4.2		100
		4.4		100
		4.6		100
		4.8		100
		5		100
Gráfico5
		0.4		0.1
		0.57		0.15
		0.74		0.2
		1.1		0.25
		1.76		0.3
		2.5		0.5
Noradrenalina
Adrenalina
% VO2max
Catecolaminas (ng/mL)
Plan3
				Noradrenalina		Adrenalina
		0		0.4		0.1
		20		0.57		0.15
		40		0.74		0.2
		60		1.1		0.25
		80		1.76		0.3
		100		2.5		0.5
Gráfico6
		110		125
		95		190
		105		200
		125		200
		140		204
		140		210
		138		209
		135		220
Treinado
Destreinado
Tempo (min)
Glucagon Plasmático (pg/mL)
Gráfico7
		17		15.8
		13.5		14
		13		10
		12.8		9.7
		12.5		9.5
		12.1		8
		12		7.2
		11.8		6.5
Treinado
Destreinado
Tempo (min)
Insulina (uunidades/mL)
Gráfico9
		5		5.2
		5.2		5
		5.5		4.9
		5.8		4.8
		5.9		4.5
		5.95		4.2
		6		4
		6.05		3
Treinado
Destreinado
Tempo (min)
Glicose (mmol/L)
Plan6
		Glucagon								Insulina								Glicose
				Treinado		Destreinado						Treinado		Destreinado						Treinado		Destreinado
		0		110		125				0		17		15.8				0		5		5.2
		15		95		190				15		13.5		14				15		5.2		5
		30		105		200				30		13		10				30		5.5		4.9
		60		125		200				60		12.8		9.7				60		5.8		4.8
		90		140		204				90		12.5		9.5				90		5.9		4.5
		120		140		210				120		12.1		8				120		5.95		4.2
		150		138		209				150		12		7.2				150		6		4
		180		135		220				180		11.8		6.5				180		6.05		3
Gráfico8
		130
		145
		160
		175
Conteúdo Mineral Ósseo (mg/cm3)
Plan5
		Amenorréica Destreinada		Amenorréica Treinada		Eumenorréica Destreinada		Eumenorréica Treinada
		130		145		160		175
Gráfico3
		0
		-8
		-9
		-12
		-14
		-15
		-15
Tempo
Volume plasmático
Plan4
		0		0
		15		-8
		30		-9
		45		-12
		60		-14
		90		-15
		120		-15
O que fazer para que o quadro abaixo não ocorra?
O que fazer para que o quadro abaixo não ocorra?
Hidratação antes do exercício
Objetivo: Garantir que no início da atividade física os níveis de água e eletrólitos estejam normais.
Recomendação:	
	 . Ingerir de 5-7 ml x Kg-1 (4 horas antes do exercício);
7 ml x 70 kg = 490 ml 
	 . Se o atleta não produzir urina ou produzir uma urina escura, ingerir uma quantidade de 3-5 ml x Kg-1 (2 horas antes do exercício);
5 ml x 70 Kg = 350 ml 
	
	. A bebida pode conter 20-50 mEq x L-1 de sódio para ajudar na
 retenção de fluido. 
Equivalência = peso atômico dividido pela valência 
Miliequivalente \u2013 é a milésima parte do equivalente 
Hidratação durante o exercício
Objetivo: Prevenir a desidratação excessiva (acima de 2% do peso corporal) e a perda de eletrólitos.
Recomendação:	
	 . Monitorar mudanças no peso corporal durante as sessões de treinamento para estimar a taxa de produção de suor, com o objetivo de montar um programa de hidratação específico para o atleta.
	
Hidratação durante o exercício
determinação da taxa de sudorese do atleta
	
	
	
	(Peso pré-exercício \u2013 Peso pós-exercício) x 1000
Tempo em min
 
	
Ex:
(61,7 \u2013 60,3) x 1000
60
 
	
1,400
60
 
	
23 ml/min ou 1400 ml/h 
	
O atleta pode beber aproximadamente 350 ml de água a cada 15 min
Apesar da água ser um excelente líquido, atividades com duração acima de 1 hora, ou alta intensidade, o líquido hidratante deverá conter: 
Sódio (20-30 mEq x L-1) - Ajuda na retenção hídrica e estimula a sede.
2) Potássio (2-5 mEq x L-1) - Ajuda na retenção de água no espaço
 intracelular, de modo a repor as perdas destes pelo suor.
3) Carboidratos (5 a 10%) - Apoio energético durante as sessões de treinamento (retarda a fadiga).
Hidratação durante o exercício
Hidratação após o exercício
Objetivo: Repor qualquer déficit hídrico decorrente da prática de exercício. Caso contrário isso poderá comprometer a sessão seguinte de treinamento.
Recomendação: 	
	 . Ingerir 1,5 L (1500 ml) de água para cada 1 Kg (1000mg) de peso perdido.
	
	
1500 ml ----- 1000 mg
 X ml -------- 600 mg
900 ml
Aldosterona - Liberada pela glandula adrenal em resposta ao decréscimo do volume plasmático promove a reabsorção de sódio pelos rins e aumenta o volume plasmático.
Hormônio antidiurético (ADH) - Liberado pela hipófise posterior em resposta ao aumento da osmolaridade do sangue; promove a conservação da água por aumento do volume plasmático.
Correto programa de hidratação \u2013 antes, durante e após o exercicio. 
Estudo dirigido
O que é desidratação?
Quais são os hormônios responsáveis por manter o equilíbrio hidroeletrolítico corporal?
Descreva o mecanismo de ação do ADH e do sistema renina-angiotensina-aldosterona.
Explique as estratégias de reposição hidroeletrolítica para situações pós exercício.