Aula_02 2015

Aula_02 2015


DisciplinaEstética e História da Arte Contemporânea902 materiais20.153 seguidores
Pré-visualização4 páginas
representado sempre de frente, enquanto sua cabeça, suas pernas e seus pés eram vistos de perfil.
Tema da Apresentação
 AULA 2 \u2013 A HISTÓRIA DA ARTE: DA ANTIGUIDADE À ARTE MODERNA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
A ARTE ANTIGA: A MESOPOTÂMIA E SUA ARQUITETURA
Os povos mesopotâmicos consistiram nas civilizações que se desenvolveram na área das terras férteis localizadas entre os rios Tigre e Eufrates, denominada comumente \u201cMesopotâmia\u201d. Entre eles estão os sumérios, os assírios e os babilônicos. As principais manifestações da arquitetura mesopotâmica foram os palácios grandiosos; como havia pouca pedra na região, as paredes tinham que ser grossas, pois eram feitas de tijolos. Os templos possuíam instalações completas, com aposentos para os sacerdotes e outros compartimentos. O \u201cZigurate\u201d, torre de vários andares, em geral sete, sobre a qual havia uma capela, usada para observar o céu e, talvez, para a prática de rituais também, era uma importante expressão arquitetônica da Mesopotâmia.
Tema da Apresentação
 AULA 2 \u2013 A HISTÓRIA DA ARTE: DA ANTIGUIDADE À ARTE MODERNA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
A ARTE ANTIGA:
A ESCULTURA E A PINTURA MESOPOTÂMICAS
Os escultores representavam o corpo humano de forma rígida, sem expressão de movimento e sem detalhes anatômicos. Pés, mãos e braços ficavam colados ao corpo, coberto com longos mantos; os olhos eram completados com esmalte brilhante. As estátuas conservavam sempre uma postura estática ante a grandiosidade dos deuses. As figuras esculpidas em baixo-relevo se caracterizavam por um grande realismo. Na pintura, os artistas se utilizavam de cores claras e reproduziam caçadas, batalhas e cenas da vida dos reis e dos deuses. A ourivesaria e a produção de objetos de cerâmica alcançou notável desenvolvimento entre os persas, que utilizavam também tijolos esmaltados.
Tema da Apresentação
 AULA 2 \u2013 A HISTÓRIA DA ARTE: DA ANTIGUIDADE À ARTE MODERNA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
A ARTE ANTIGA CLÁSSICA: GRÉCIA
Na Antiguidade Clássica, destacamos a civilização grega, cujos notáveis avanços ligados à História, Filosofia e Arte estabeleceriam os padrões de pensamento da civilização ocidental, até os dias de hoje. 
A arte grega fundamentava-se na inteligência, e na sua constante busca da perfeição, o artista grego cria uma arte de elaboração intelectual em que predominam o ritmo, o equilíbrio e a harmonia ideal. A arte grega tem como principais características o racionalismo, amor pela beleza, o interesse pelo Iníciom, essa pequena criatura que é \u201ca medida de todas as coisas\u201d e a democracia. 
Tema da Apresentação
 AULA 2 \u2013 A HISTÓRIA DA ARTE: DA ANTIGUIDADE À ARTE MODERNA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
A ARTE GREGA: ARQUITETURA
As edificações gregas mais importantes são os templos. As características mais evidentes dos templos gregos são a simetria e a proporcionalidade com as quais se ergueram. Além dos templos, dos quais o mais importante é o Partenon de Atenas, na Acrópole, também se encontravam:
\u2022 Teatros, que eram construídos em lugares abertos;
\u2022 Ginásios, edifícios destinados à cultura física; e,
\u2022 Praças - Ágora onde os gregos se reuniam para discutir os mais variados assuntos, entre eles, filosofia e política.
Tema da Apresentação
 AULA 2 \u2013 A HISTÓRIA DA ARTE: DA ANTIGUIDADE À ARTE MODERNA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
A ARTE GREGA: PINTURA E ESCULTURA 
A pintura grega encontra-se na arte cerâmica. Os vasos gregos são também conhecidos não só pelo equilíbrio de sua forma, mas também pela harmonia entre o desenho, as cores e o espaço utilizado para a ornamentação. Além de servir para rituais religiosos, esses vasos eram usados para armazenar, entre outras coisas, água, vinho, azeite e mantimentos. A estatuária grega representa os mais altos padrões já atingidos pelo homem, até aquele momento. Na escultura, o antropomorfismo - esculturas de formas humanas - foi insuperável. As estátuas adquiriram, além do equilíbrio e perfeição das formas, o movimento. 
Tema da Apresentação
 AULA 2 \u2013 A HISTÓRIA DA ARTE: DA ANTIGUIDADE À ARTE MODERNA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
A ARTE ANTIGA CLÁSSICA: ROMA
Roma conquistou a Grécia e foi conquistada culturalmente pelos gregos. Na Grécia, os deuses eram representados como homens ideais. Em Roma, a representação dos homens era idealizada para que eles se assemelhassem aos deuses.
A arte romana sofreu duas fortes influências: a da arte etrusca, voltada para a expressão da realidade vivida, e a da greco-helenística, orientada para a expressão do ideal de beleza. Um dos legados culturais mais importantes que os etruscos deixaram aos romanos foi o uso do arco e da abóbada nas suas construções monumentais.
Tema da Apresentação
 AULA 2 \u2013 A HISTÓRIA DA ARTE: DA ANTIGUIDADE À ARTE MODERNA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
A ARTE ROMANA: ESCULTURA E PINTURA
Os romanos eram grandes admiradores da arte grega, mas por temperamento, eram muito diferentes dos gregos. Por serem realistas e práticos, suas esculturas são uma representação fiel das pessoas e não a de um ideal de beleza humana, como fizeram os gregos. Retratavam os imperadores e os nobres da sociedade. Mais realista que idealista, a estatuária romana teve seu maior êxito nos retratos. O mosaico e o afresco foram muito utilizados na decoração dos muros e pisos da arquitetura em geral. A maior parte das pinturas romanas que conhecemos hoje provém das cidades de Pompéia e Herculano, que foram soterradas pela erupção do Vesúvio em 79 a.C. e, por isso, apresentam danos.
Tema da Apresentação
 AULA 2 \u2013 A HISTÓRIA DA ARTE: DA ANTIGUIDADE À ARTE MODERNA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
A ARTE MEDIEVAL
O Império Romano declinado, dividiu-se em oriental, com capital em Bizâncio e orientação iconoclasta, e ocidental, com a capital em Roma, que buscava através da arte uma campanha que massificasse a mensagem da Igreja, afinal, segundo o Papa Gregório: \u201cA pintura pode fazer pelos analfabetos o que a escrita faz pelos que sabem ler.\u201d 
Atentem para o poder e força da arte, já nessa época!!!
A Idade Antiga chega ao fim em 476 d.C., quando o Império Romano do Ocidente foi completamente dominado por povos invasores. Tem início a Idade Média, com a arte primitiva cristã dos romanos que haviam se convertido ao Cristianismo. Arte simples, simbólica e expressiva, resultado de uma forte fé, e com temática exclusivamente cristã.
Tema da Apresentação
 AULA 2 \u2013 A HISTÓRIA DA ARTE: DA ANTIGUIDADE À ARTE MODERNA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
OS PERÍODOS DA ARTE MEDIEVAL
Por volta do ano 1000, surgem os reinos e feudos na Europa, e uma grande preocupação com a construção de igrejas, que passam a ser as mais importantes edificações da Europa cristã. 
Das catacumbas, onde os cristãos primitivos praticavam seus cultos, às basílicas, igrejas românicas e catedrais góticas, a arte ocidental da Idade Média será subdividida em arte cristã primitiva ou arte paleocristã, arte românica e arte gótica. O Império Romano do Oriente (onde se desenvolveu a arte bizantina), apesar das dificuldades financeiras, dos ataques bárbaros e das pestes, conseguiu se manter até 1453, quando a sua capital Constantinopla foi totalmente dominada pelos muçulmanos. Com a queda de Constantinopla tem fim a Idade Média e início a Idade Moderna.
Tema da Apresentação
 AULA 2 \u2013 A HISTÓRIA DA ARTE: DA ANTIGUIDADE À ARTE MODERNA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
OS PERÍODOS DA ARTE MEDIEVAL: ARTE PALEOCRISTÃ E BASÍLICAS
Deus é o centro do universo e a medida de todas as coisas.A igreja como representante de Deus na Terra, tinha poderes ilimitados. 
Tema da Apresentação
 AULA 2 \u2013 A HISTÓRIA DA ARTE: DA ANTIGUIDADE À ARTE MODERNA
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
OS PERÍODOS DA ARTE MEDIEVAL: IGREJAS ROMÂNICAS E CATEDRAIS GÓTICAS
Tema da Apresentação
 AULA 2 \u2013 A HISTÓRIA DA ARTE: DA ANTIGUIDADE À ARTE MODERNA