EXERCÍCIOS DE DIREITO CIVIL pra AV2 e AV3 (1)
5 pág.

EXERCÍCIOS DE DIREITO CIVIL pra AV2 e AV3 (1)


DisciplinaDireito Civil I60.606 materiais663.534 seguidores
Pré-visualização3 páginas
ou de terceiros, se forem do conhecimento daquele;
(C) o silêncio intencional de uma das partes sobre fato relevante ao negócio também constitui dolo;
(D) o dolo recíproco impede a anulação do negócio jurídico sobre o qual incidiu;
(E) o dolo do representante de uma das partes obriga o representado a responder civilmente por todo o prejuízo do outro contratante, independentemente do proveito que o mesmo representado experimentar.
 
O Código Civil exige, para a validade do ato jurídico, que o agente seja capaz. Tal disposição legal configura a exigência de que o agente: 
A) tenha capacidade de gozo, a capacidade de direito, a capacidade de aquisição.
B) tenha capacidade de fato, a capacidade de ação, a capacidade de exercício.
C) pessoa física, seja dotado de personalidade jurídica.
D) tenha sempre mais de 18 anos de idade. 
E) nenhuma das respostas anteriores está correta. 
Na regulamentação dos defeitos do negócio jurídico, significativas foram as alterações introduzidas pelo Novo Código Civil. Leia com ATENÇÃO as proposições abaixo. 
I) O erro não prejudica a validade do negócio jurídico quando a pessoa, a quem a manifestação de vontade se dirige,  oferecer-se para executá-la na conformidade da vontade real do manifestante. 
II) Configura-se a lesão quando alguém, premido da necessidade de salvar-se, ou a pessoa de sua família, de grave dano conhecido pela outra parte, assume obrigação excessivamente onerosa. 
III) Subsistirá o negócio jurídico se a coação decorrer de terceiro, sem que a parte a que aproveite dela tivesse ou devesse ter conhecimento, mas o autor da coação responderá por todas as perdas e danos que houver causado ao coacto. 
IV) No negócio jurídico viciado por lesão, não se decretará a anulação do negócio, se for oferecido suplemento suficiente, ou se a parte favorecida concordar com a redução do proveito. 
 
Marque a alternativa CORRETA. 
 (A) As proposições I, III e IV são verdadeiras. 
(B) Todas as proposições são verdadeiras. 
(C) As proposições I, II e IV são verdadeiras. 
(D) As proposições I, II e III são verdadeiras. 
(E) Todas as proposições são falsas. 
Em relação  ao  estado  de  perigo,  considerando  o novo Código Civil e as seguintes assertivas:
I  -   Está  disposto na  categoria de causa  de  anulabilidade  do negócio jurídico. 
II -   Em  seu  substrato não está a  ficção de  igualdade das  partes, de modo que a regra  tem relevância na tutela do contratante fraco. 
III -  É  indiferente  que  a  parte  beneficiada  saiba  que  a  obrigação foi assumida pela parte contrária para que esta se salve de grave  dano. 
IV -  Não  pode  o  juiz  considerar  circunstâncias  favoráveis  para  o efeito  de estender a regra para pessoa não integrante da família do declarante. 
V -   Confunde-se com o instituto da  lesão,  pois como ocorre  nesta última,  considera-se, além da premente necessidade econômica, a inexperiência de  quem se obriga a contratar, circunstâncias determinantes das  prestações avençadas de  maneira manifestamente  desproporcional.
 Assinale a alternativa correta:
 (A)         Somente as assertivas I, II estão corretas.
(B)          Somente as assertivas II, III e IV estão corretas.
(C)          Somente as assertivas I, II, III, e IV  estão corretas.
(D)         Somente as assertivas III e V estão corretas.
(E)          Somente as assertivas IV e V estão corretas.
Plínio Prisco e Abigail Prisco, casados sob o regime de comunhão de bens, morreram em um acidente de automóvel na Avenida das Américas, na Barra da Tijuca. Não houve como comprovar quem foi o pré morto. Tendo em vista o caso em tela, ocorrerá
a.	a morte presumida de ambos os cônjuges, havendo transmissão de bens de um para o outro.
b.	a morte real de ambos os cônjuges, havendo transmissão de bens de um para o outro.
c.	a comoriência, não havendo transmissão de bens entre os cônjuges.
d.	a premoriência, havendo transmissão de bens entre os cônjuges.
e.	a morte presumida de ambos os cônjuges, não havendo transmissão de bens de um para o outro.
 Pedro Oliveira contratou o Dr. Paulo Mendes como seu bastante procurador a fim de patrociná-lo numa ação indenizatória face à uma empresa de auto viação, visando a reparação da morte de sua esposa, causada por atropelamento. Ficou firmado que para dar entrada na petição inicial, o advogado receberia a quantia de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais) e ao final receberia mais 20 % (vinte por cento) sobre o valor da causa. O advogado deu entrada na petição inicial e recebeu o valor acordado. Ocorre que, após um ano, acreditando que o processo não estaria seguindo seu curso normal, Pedro Oliveira resolve revogar o mandato de outorga, com a intenção de constituir outro bastante procurador. Face ao exposto, e diante da posição jurídica dos indivíduos, que instituto jurídico representa a conduta de Pedro Oliveira, revogadora do mandato de outorga (procuração) : Direito Subjetivo, Direito Potestativo ou Faculdade Jurídica. Justifique sua resposta.
Determinada pessoa invadiu um terreno vazio, de 250 (duzentos e cinqüenta) metros quadrados, e se manteve no mesmo pelo prazo de 5 (cinco) anos ininterruptos. Sabendo que poderia adquirir a propriedade imóvel por usucapião, fundamentado no artigo 1.240 do Código Civil, fez requerimento judicial. No decorrer do processo ficou comprovado que o referido imóvel tinha como titular o Estado do Rio de Janeiro. Isto posto, a pessoa supramencionada obterá êxito em seu requerimento judicial e terá declarada a aquisição do imóvel por usucapião?
Paulo de Andrade, tutor do adolescente Manoel de Andrade, que tem 16 anos completos, entendendo que o mesmo já reúne as condições necessárias para a prática de todos os atos da vida civil, resolve procurá-lo, a fim de orientar-se sobre quais as providências poderia tomar para alcançar esse objetivo. Qual a orientação, que você como advogado, daria a Paulo de Andrade para resolver a questão?
Benfeitoria é uma espécie de acessório, constante de obra levada a efeito pelo homem, com o propósito de conservar, melhorar ou simplesmente embelezar um determinado bem. Encontramos diversas espécies de benfeitorias, conforme seja um ou outro o fim alcançado. A construção de uma sauna e uma piscina se constitui em que espécie de benfeitoria? JUSTIFIQUE sua resposta.
Se um garoto de 15 anos assinar uma escritura de compra e venda de um imóvel visando adquiri-lo, os requisitos jurídicos de validade exigidos para a celebração do negócio estarão sendo cumpridos? 
Com relação à personalidade e à capacidade no direito civil julgue o item a seguir como verdadeiro ou falso e JUSTIFIQUE sua resposta.
No direito civil, personalidade e capacidade são institutos relacionados, mas não absolutamente interdependentes, de modo que a primeira é condição da segunda, mas não o inverso, isto é, pode haver personalidade sem capacidade.
A sociedade empresária Nortox S/A ajuizou ação indenizatória em face da também sociedade empresária Adamy & Cargolift Logística e Transportes LTDA, objetivando o ressarcimento por dano moral, em virtude de protesto indevido de duplicata. Para isso, alegou que a Adamy & Cargolift Logística e Transportes LTDA a despeito de haver reconhecido o equivoco havido quando da emissão da cártula não tomou nenhuma providência no sentido de sustar o protesto, \u201cacarretando com isso danos à sua imagem, uma vez que o seu nome passou a constar dos cadastros de inadimplentes\u201d. (Referência Jurisprudencial: REsp 431230)
A partir do caso em tela responda às questões a seguir JUSTIFICANDO suas respostas.
a.	A pessoa jurídica tem direito à proteção dos direitos da personalidade? 
b.	É cabível pedido de dano moral em relação à pessoa jurídica? 
Considere a seguinte situação hipotética: Paulo adquiriu um prédio antigo, inabitável, para demolir e construir uma nova edificação. Após a demolição, separou certa quantidade de tijolos que conseguiu retirar intactos das velhas paredes, os manteve no canteiro de obras para reaproveitá-los na construção.
Daniel
Daniel fez um comentário
faltou a resposta meu caro
2 aprovações
Carregar mais