A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
15 pág.
QUESTÕES OBJETIVAS DE LEGISLAÇÃO E NORMAS TÉCNICAS EM SEGURANÇA NO TRABALHO

Pré-visualização | Página 1 de 5

1-As Normas Jurídicas podem apresentar como fragilidade a contradição, ou seja, para um determinado assunto, as normas se contradizem. Quando a contradição é evidenciada, o sistema proporciona a resolução eliminando uma das Normas Jurídicas que se contradiz. Qual o mecanismo que possibilita a resolução da contradição entre as Normas Jurídicas? 
( ) Jurisprudência. 
( ) Aplicação de penalidades. 
( X ) Critério hierárquico. 
( ) Utilidade social.
2-A propriedade é o direito real mais completo. Confere ao seu titular os poderes de usar, gozar e dispor da coisa, assim como de reavê-la do poder de quem quer que injustamente a possua ou detenha. Existem determinados poderes que se referem ao conceito de próprio, que são: o uso, o gozo e o domínio. Nesse contexto, associe os itens, utilizando o código a seguir: 
I- Uso. 
II- Gozo. 
III- Domínio. 
( I ) Apresenta-se como a possibilidade do proprietário servir-se da coisa de acordo com sua destinação econômica. 
( III ) Expressa a relação material de submissão direta e imediata da coisa ao poder de seu titular, através do exercício de determinadas faculdades. 
( II ) Compreende o poder de perceber os frutos naturais e civis da coisa e de aproveitar economicamente os seus produtos.
3-O cargo de Bombeiro Civil protege pessoas e patrimônios de riscos de incêndios e vazamentos, inspeciona e testa equipamentos de segurança. Realiza salvamentos terrestres, aquáticos e em altura e presta primeiros socorros. Treina equipes e brigadas em situações de emergência. A profissão de bombeiro civil é regulamentada pela Lei nº 11.901/2009, que estabelece alguns itens que são assegurados a este profissional. Quanto a esses itens, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas: 
( V ) Farda específica, sob responsabilidade do empregador. 
( V ) Garantia de vida em grupo, determinada pelo empregador. 
( V ) Aditivo de periculosidade de 30% (trinta por cento) sobre o salário mensal, sem considerar gratificações, prêmios ou participações, oriundos dos lucros da empresa. 
( F ) Atualização recorrente, que deverá ser realizada quando ocorrer alteração de função.
4-Os princípios gerais são as regras que, embora não estejam escritas, servem como mandamentos que informam e dão apoio ao direito, utilizados como base para a criação e integração das normas jurídicas, respaldados pelo ideal de justiça. Quanto aos princípios e o ordenamento jurídico do Direito do Trabalho, analise as afirmativas a seguir: 
I- É certo que o Direito tem o fundamento de domínio e comando das relações entre os indivíduos, até mesmo o Estado. CORRETA
II- Pode-se dizer que, de acordo com uma visão geral, o Direito tem como objetivo a paz social. CORRETA
III- É correto afirmar que a interpretação, bem como a aplicação do Direito, não se baseia nos princípios do Direito, pois estes norteiam somente o ordenamento jurídico. ERRADA
IV- É correto afirmar que os princípios jurídicos podem ser definidos como normas direcionadas à interpretação das regras. CORRETA
5-Direito do Trabalho é o ramo da ciência do direito que tem por objeto as normas, as instituições jurídicas e os princípios que disciplinam as relações de trabalho subordinado, determinam os seus sujeitos e as organizações destinadas à proteção desse trabalho em sua estrutura e atividade. Com relação ao direito e às normas jurídicas, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas: 
( V ) As súmulas representam a formalização pelos tribunais de seus entendimentos em consonância quanto à matéria tratada, visto a exigência de que a uniformização ocorra através do voto da maioria absoluta dos membros do colegiado em questão. É uma forma de divulgar o que os tribunais pensam sobre determinadas matérias. 
( V ) As orientações jurisprudenciais têm o mesmo propósito das súmulas, porém, são mais ágeis. A diferença consiste na forma de solucionar as questões que surgem no cotidiano, na maioria das vezes transitórias, como a veracidade de empresas específicas ou categorias profissionais. 
( F ) A lei é inferior aos decretos e portarias, fazendo uma comparação hierárquica. No entanto, em caso de divergências, tanto o decreto como a portaria serão considerados legítimos. 
( V ) Cada vez mais, o legislador tem elaborado artifícios, junto ao sistema previdenciário, com o objetivo de encarecer o não investimento em segurança do trabalho. Como exemplo, temos a criação do Fator Acidentário de Prevenção - FAP.
6-O Direito, enquanto ciência, existe desde a Antiguidade e já foi pensado por diversos nomes da filosofia, tais quais Celso (?Direito é a arte do bom e do equitativo?), Dante Alighieri (?Direito é a proporção real e pessoal de homem para homem que, conservada, conserva a sociedade e que, destruída, a destrói?). Sobre o Direito e a Ordem Jurídica, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas: 
( V ) Pela visão jurídica, Direito pode ser definido como aquilo que é justo, reto e conforme a lei. Pode-se dizer um agrupamento de normas jurídicas de um país. 
( V ) A coerção, num contexto das normas jurídicas, pode ser tida como a obrigatoriedade do cumprimento destas, ou seja, todo cidadão deve obedecê-las. 
( F ) As normas jurídicas englobam somente a Constituição e as leis, não fazendo parte desta categoria os decretos, regulamentos, medidas provisórias e portarias. 
( V ) Pode-se dizer que o Direito regulamenta a vida em sociedade, controlando e direcionando a convivência entre as pessoas, bem como o Estado.
7-A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) inclui os princípios entre as fontes a que a Justiça do Trabalho deve recorrer para sanar omissões no campo das relações de trabalho, ou seja, os princípios são enunciados deduzidos do ordenamento jurídico pertinente, destinados a iluminar tanto o legislador, ao elaborar as leis, como o intérprete, ao aplicar as leis (SUSSEKIND, 2003). Quanto aos princípios do direito do trabalho, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas: 
(V ) Princípio da Continuidade da Relação de Emprego - é francamente favorável ao trabalhador, à medida que, com o passar do tempo, incorporam-se ao seu patrimônio jurídico vantagens alcançadas pelas negociações coletivas e pelas inovações legislativas e, principalmente, aquelas de caráter pessoal. 
( V ) Princípio da Imperatividade das normas trabalhistas - fica vedado, por meio deste princípio, todo ato destinado a desvirtuar ou ignorar a norma trabalhista, causando, por conseguinte, a não observação de um direito a ser atribuído a determinado interessado. 
( F ) Princípio da Primazia da Realidade - informa tal preceito que na análise das questões relativas às relações de trabalho, deve-se observar a realidade dos fatos em detrimento dos aspectos formais que eventualmente os atestem. Não foca no empregado, nem nos fatos. 
( V ) Princípio da Intangibilidade Salarial - este princípio assegura a irredutibilidade salarial, revelando-se como espécie do gênero da inalterabilidade contratual lesiva. O objetivo em si da proteção é garantir ao trabalhador que perceba a contraprestação a que faz jus por seu trabalho, de maneira estável.
8-O termo direito provém da palavra latina directum, que significa reto, no sentido de retidão, o certo, o correto, o mais adequado. A definição nominal etimológica de Direito é ?qualidade daquilo que é regra?. Da antiguidade chega a famosa e sintética definição de Celso (jurisconsulto romano): ?Direito é a arte do bom e do equitativo?. Com relação aos Institutos do Direito, analise as afirmativas a seguir: 
I- Estado é uma entidade com poder soberano para governar um povo dentro de uma área territorial delimitada, e possui um governo e leis próprias. CORRETA
II- Entre os objetivos do Estado, podemos citar: construir uma sociedade livre, justa e solidária e reduzir as desigualdades sociais e regionais. CORRETA
III- Segundo a visão do Direito, diz-se de propriedade tudo aquilo que é próprio do indivíduo, sendo considerados