Macroeconomia - Organizações internacionais
1 pág.

Macroeconomia - Organizações internacionais


DisciplinaMacroeconomia I5.409 materiais103.535 seguidores
Pré-visualização1 página
As Organizações Internacionais 
 
No final da II Guerra Mundial, o aumento do fluxo de comércio internacional 
gerou a necessidade da criação de várias instituições para o estabelecimento de 
regras e convenções que regulassem as relações comerciais e financeiras entre 
os países. 
As regras foram criadas pelo sistema de taxas de câmbio de Bretton Woods, que 
consagrou o dólar como moeda internacional, mantendo sua conversibilidade em 
relação ao ouro. 
As demais moedas eram livremente conversíveis em dólar a uma taxa de câmbio 
fixa, o que fazia com que o dólar tivesse uma paridade com o ouro, e as demais 
moedas com o dólar. 
Com as guerras da Coreia e do Vietnã, a política de gastos públicos norte-
americana da década de 1960 se exacerbou, e os aumentos dos déficits 
americanos foram dificultando o sistema de Bretton Woods, cujo fim foi 
decretado em 1971, no governo Nixon, com o rompimento da conversibilidade 
do dólar em relação ao ouro. 
A partir de então, ocorreu um forte período de instabilidade baseada, depois de 
1973, nas taxas flutuantes de câmbio. Houve grande desvalorização do dólar, 
que perdeu a sua importância para o marco alemão e para o iene japonês.