A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Direito Empresarial - Atividade 04

Pré-visualização | Página 1 de 1

Direito Empresarial – Atividade 04
	A Lei 11.101/2005 - Lei de Falências e outros diplomas legais dão as diretrizes para as questões envolvendo processos de crise nas empresas.  Ou seja, os interessados, quando se acham em um processo de instabilidade, insegurança e incerteza quanto a pagamentos de dívidas, e, que necessitem ser resolvidas de uma forma mais contundente, utilizam-se da Lei de Falência. Entretanto, essa lei deixa evidenciado, quem pode e quem não está sujeito a essa situação prevista na referida lei. Vejamos as asserções a seguir
 
I.   O empresário individual.
II.  A sociedade empresária.
III. A Empresa pública e sociedade de economia mista.
IV. Instituição financeira pública ou privada.
V.  Cooperativa de crédito
Indique abaixo, qual alternativa correta, mostra “quem não se acha sujeito à Lei de falência:
b. III, IV e V.
	O maior objetivo da Lei de Falência é evitar a falência da empresa, utilizando-se da recuperação judicial e extrajudicial. Todavia, não havendo mais como se evitar que isto ocorra, ou seja, a empresa possui um passivo muito maior que o seu ativo e não encontra meios de superação, resta apenas, a promoção de um processo falimentar. E sobre este assunto, vários autores definem o conceito de “falência”.
Escolha abaixo a alternativa que define o conceito de “Falência” :
a. É um processo de execução individual, em que parte dos bens são arrecadados para uma venda judicial forçada e devolvidos para a empresa
b. É um processo de execução coletiva, em que todos os bens são arrecadados para uma venda judicial forçada e devolvidos para a empresa
c. É um processo de execução coletiva, em que todos os bens são arrecadados para uma venda judicial forçada e distribuído entre todos os credores, obedecendo critérios.
d. É um processo que tem por objetivo viabilizar a superação da situação de crise econômico-financeira do devedor, a fim de permitir a manutenção da fonte produtora, do emprego dos trabalhadores e dos interesses dos credores
e. É um processo, no qual o devedor que preencher os requisitos do art. 48 e definições do artigo 161 da Lei 11.101/05, poderá propor e negociar com credores um plano de recuperação
	A Sociedade Anônima regulamentada pela Lei Nº. 6.404/76 com suas alterações, apresenta um tipo societário diferenciado, sendo uma sociedade empresária estatutária ou institucional, ou seja, formada por um estatuto social. Seu capital social está divido em ações e sua responsabilidade é limitada ao preço de emissão das ações subscritas ou adquiridas e ainda não integralizada, conforme artigo 1º da referida lei. A Sociedade Anônima pode ser dividida em duas modalidades: Companhia Aberta e Companhia Fechada. Vejamos as asserções a seguir:
 
I.   As ações das sociedades não são negociadas por intermédio da Bolsa de Valores, mas somente de forma interna aos sócios acionistas.
II.  A Comissão de Valores Mobiliários autoriza a companhia a lançar seus títulos no mercado de capitais e, ainda, a fiscaliza e inspeciona.
III.  Caracteriza--se por captar recursos junto ao público, seja por emissão de ações, debêntures, bônus de subscrição, depósito de valores mobiliários.
É correto o que se afirmar sobre “Companhia Aberta” em: 
a. II e III, apenas.
	Na legislação brasileira temos vários diplomas que visam regularizar as relações entre as pessoas, bem como, com as empresas.  O
O Código de Defesa do Consumidor – CDC em específico foi instituído com o objetivo da proteção do consumidor. São vários os artigos lá constantes, dentre eles, a previsão que o consumidor tem direito de proteção contra publicidade enganosa e abusiva. Vejamos as asserções abaixo:
É qualquer modalidade de informação ou comunicação de caráter publicitário, inteira ou parcialmente falsa.
É qualquer modalidade de informação ou comunicação, por qualquer outro modo, mesmo por omissão, capaz de induzir em erro o consumidor a respeito da natureza, características, qualidade, quantidade, propriedades, origem, preço e quaisquer outros dados sobre produtos e serviços.
III.  É dentre outras a publicidade discriminatória de qualquer natureza.
IV. A que incite à violência, explore o medo ou a superstição, se aproveite da deficiência de julgamento e experiência da criança.
V.  A desrespeita valores ambientais, ou que seja capaz de induzir o consumidor a se comportar de forma prejudicial ou perigosa à sua saúde ou segurança.
A respeito das asserções acima, é correta sobre a “Publicidade Enganosa”, o que se afirmar em: 
b. I e II.
_1619871052.unknown
_1619871419.unknown
_1619871660.unknown
_1619871053.unknown
_1619871050.unknown
_1619871051.unknown
_1619870877.unknown
_1619871048.unknown

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.