experiencias de baixo custo ensino médio
18 pág.

experiencias de baixo custo ensino médio


DisciplinaProjetos Integradores 25 materiais77 seguidores
Pré-visualização3 páginas
Universidade Federal de Alagoas (UFAL)
Instituto de Química e Biotecnologia (IQB)
EXPERIMENTAÇÃO EM QUÍMICA COM 
MATERIAL DE BAIXO CUSTO
Prof. Josué Carinhanha C. Santos
Profª Isis M. Figueredo
Apoio
2
Oficina Temática
Experimentação em Química com Material de Baixo Custo
Reponsáveis: Prof. Josué Carinhanha C. Santos e Profª Isis M. Figueredo.
Ementa: Esta oficina pretende mostrar que o ensino de química está diretamente 
associado ao componente experimental. Desta forma, ensinar química, uma ciência de 
transformações deve estar associada inicialmente a três estágios, a experimentação, a 
observação e a explicação. Nesta oficina serão executados vários experimentos com o 
uso de material alternativo de baixo custo e fácil aquisição, num ambiente interativo e 
com ampla discussão dos fenômenos em consonância com o modelo. Serão realizados 
experimentos de obtenção e propriedades de algumas substâncias, experimentos de 
cinética, de eletroquímica, equilíbrio químico, entre outros.
Público Alvo: Professores de química do ensino médio da rede pública de Alagoas. 
Carga Horária: 8 horas
Módulo: 20 professores
3
Experimento 01
A Garrafa Azul
1. Material Necessário
i) Fraco de aproximadamente 250 mL.
ii) Glicose ou solu€o de glicose.
iii) Soda c‚ustica.
iv) Azul de metileno ou solu€o de azul de metileno.
v) Comprimido de vitamina C de 250 mg (sem corante).
vi) ƒgua oxigenada de 10 volumes.
2. Procedimento
1) Dissolva 3 g de soda c‚ustica em 150 mL de ‚gua destilada ou deionizada. Em 
seguida acrescente 5 g de glicose ou solu€o equivalente. 
2) Passe a solu€o preparada para uma frasco de vidro ou pl‚stico, com tampa, de 
aproximadamente 500 mL. 
3) Acrescente 10 a 15 gotas de solu€o azul de metileno 1 a 2% (m/v) e agite 
suavemente at„ o desaparecimento da cor azul.
4) Tampe o frasco e agite vigorosamente de modo a misturar bem a solu€o com o ar 
contido acima da mesma.
5) Deixe a \u201cgarrafa azul \u201c em repouso at„ o desaparecimento da cor azul. Repita o 
experimento v‚rias vezes.
6) Repita o experimento sem adi€o de soda c‚ustica. Nesta etapa adicione cerca dwe 3-
5 gostas de azul de metileno. Agite e observa se ocorre varia€o de cor. Em seguida 
adicione o comprimido de vitamina C (250 mg) e realize a agita€o do sistema. Observe 
as altera۠es.
7) Adicione ‚gua oxigenada (de 5 a 7 mL). Avalie os resultados.
3. Anotações
4
Experimento 02
Uso de extrato de repolho roxo e suco de frutas como indicador ácido 
base e confecção de papel indicador
1. Material necessário
i) Extrato de repolho roxo, suco de uva ou vinho tinto
ii) Água destilada
iii) Água de torneira
iv) Ácidos (solução de bateria, ácido muriático, vinagre, vitamina C, entre outras)
v) Bases (soda cáustica, amônia, água sanitária, entre outras)
vi) Bicarbonato de Sódio
vii) Refrigerante incolor
vii) Papel de filtro de café
2. Procedimento
1) Prepare um extrato em água de repolho roxo, macerando folhas do repolho em um
almofariz, ou batendo em liquidificador.
2) Prepare soluções ácidas e básicas diversas. Uma destas de bicarbonato de sódio.
3) Acrescente cerca de 1 mL de extrato a cada uma das soluções preparadas.
4) Repita o procedimento usando suco de uva ou vinho tinto.
5) Compare os resultados obtidos.
6) Umedeça fitas de papel de filtro cortadas em formado retangular na solução de 
extrato de repolho roxo por alguns segundos. Em seguida, retire da solução e deixe 
secar ao ar e temperatura ambiente.
7) Após as fitas estarem secas, coloque estas nas soluções ácidas e básicas usadas 
anteriormente e retire rapidamente. Compare os resultados (coloração) com as obtidas 
nas soluções anteriores.
3. Anotações
5
Experimento 03
Rea€o qu‚mica \u201cativada\u201d pela voz
1. Material necess…rio
i) Solução do indicador azul de bromotimol 0,1% (m/v)
ii) Álcool etílico
iii) Canudos
iv) Solução de hidróxido de sódio, a partir da soda cáustica
v) Extrato de repolho roxo e/ou suco de uva
2. Procedimento
1) Separe 25 mL de álcool etílico em um frasco de vidro.
2) Acrescente 4-5 gotas da solução de azul de bromotimol.
3) Acrescente 1 gota da solução de NaOH.
4) Peça para que as pessoas pronunciem algumas palavras dentro do frasco.
5) Repita os passos 1-3 e com uso de canudos assopre dentro do frasco.
6) Repita o experimento substituindo o azul de bromotimol por extrato de repolho roxo.
3. Anota۠es
6
Experimento 04
Reação relógio tipo Landolt
1. Material necessário
i) Vitamina C (Aspirina C)
ii) Tintura de iodo a 2%
iii) Água oxigenada a 10 volumes
iv) Maisena (Suspensão de amido)
v) Ebulidor ou água quente
vi) Frascos de aproximadamente 250 mL
vii) Medidor de volume de 10 mL (seringa ou medidor de remédio)
viii) Frasco de 500 mL para medida.
2. Procedimento
1) Em 500 mL de água (pode ser de torneira) acrescentar 10 mL de tintura de iodo a 2%
(m/v). Homogeneíze bem esta solução.
2) Acrescente um comprimido de vitamina C efervescente (preferivelmente incolor), 
tipo aspirina C (a aspirina não interfere) . Este comprimido tem 240 mg de Vitamina C. 
O importante aqui é que tem que ter excesso de vitamina C em relação ao iodo.
3) Prepare uma suspensão de amido. A aproximadamente 10 mL de água coloque uma 
colher de amido (maisena ou equivalente). Acrescente esta mistura a aproximadamente 
100 mL de água fervente. Agite, deixe resfriar, em seguida filtre este mistura, os 
resultados são melhor visualizados desta forma. Use o filtrado.
4) À solução preparada nos itens 1 e 2, acrescente de 10 a 20 mL da suspensão de 
amido.
5) Distribua 150 mL da solução em 3 frascos de aproximadamente 250 mL. Identifique 
os frascos
6) A partir de soluções de água oxigenada a 10 volumes, prepare 3 soluções de 100 mL 
de concentrações diferentes de H2O2 (uma água oxigenada a 10 volumes sem diluir, e as 
outras duas fazendo uma diluição de 1:2 e 1:3, por exemplo, da solução original de água 
oxigenada a 10 volumes).
7) Acrescente a cada uma das soluções preparadas em 5 as soluções de água oxigenada 
de concentrações diferentes e agite bem. Aguarde o resultado.
8) Divida o restante da solução preparada em 1, 2 e 3 em dois frascos. Coloque um num 
banho de gelo e o outro num banho de água quente. A cada uma destas duas soluções 
acrescente 1 frasco de água oxigenada a 10 volumes. Agite bem e aguarde o resultado.
3. Anotações
7
Experimento 05
Avaliando a composição de uma pilha comum
1. Material necessário
i) Pilhas alcalinas de diferentes tamanhos.
ii) Serra ou equivalente. 
iii) Alicate e chave de fenda
iv) Torno pequeno ou equivalente para fixação da pilha.
v) Luvas cirúrgicas ou equivalentes.
2. Procedimento
1) Coloque as luvas e retire com auxílio de um alicate e da chave de fenda a parte 
metálica externa da pilha.
2) Em seguida, retire o papelão.
3) Fixe o corpo da pilha com auxílio de um torno e com a serra faça um corte 
longitudinal.
4) Com o alicate, retire o suporte superior e inferior e faça uma alargamento da abertura. 
5) Retire o eletrodo de carbono do corpo da pilha.
6) Identifique os principais componente e suas respectivas funções.
3. Anotações
8
Experimento 06
Decomposição da água oxigenada
1. Material necessário
i) ƒgua oxigenada 10 volumes
ii) Detergente
iii) Iodeto de pot‚ssio ou equivalente (tipo xarope de iodeto de pot‚ssio)
iv) Fermento biol‡gico
v) Di‡xido de manganˆs (extra‰do de pilhas alcalinas)
vi) Fibra de coco verde.
vii) Comprimidos de permanganato de pot‚ssio.
viii) Corantes aliment‰cios.
ix) 10 frascos de 250 mL
2. Procedimento
1) Separe oito frascos de 250 mL, enumere e adicione cerca de 20 mL de ‚gua 
oxigenada.
2) Para o frasco 2, adicione cerca de 5 a 10 mL de detergente. Em seguida, adicione 1-2 
g de iodeto de pot‚ssio ou equivalente aos frascos 1 e 2. Para melhor visualiza€o da 
decomposi€o