A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Resumão AV1 - Resgate

Pré-visualização | Página 1 de 3

A
C
ER
V
O
 D
E 
ED
W
A
LL
A
C
E 
A
M
O
R
IM
 
 
A
C
ER
V
O
 D
E 
ED
W
A
LL
A
C
E 
A
M
O
R
IM
 
 
RESUMÃO AV1 - RESGATE E ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR 
Elaborado por Edwallace Amorim 
 
Questões Objetivas: 
1) Segundo a Política Nacional de Atenção as Urgências do Ministério da Saúde atendimento pré-hospitalar móvel é 
aquele que: 
R: Presta atendimento ao cliente no local da ocorrência e/ou transporta-o adequadamente para um serviço de saúde. 
 
2) Na avaliação neurológica o paciente politraumatizado, devemos observar: 
a) ECG e enchimento capilar; 
b) Expansibilidade torácica e nível de consciência; 
c) Déficit motor e paresia; 
d) Tamanho das pupilas e déficit motor lateralizado; 
e) Paraplegia e choque medular. 
 
3) Na fase pré-hospitalar do atendimento ao politraumatizado, a ênfase deve ser centrada em todos os abaixo EXETO: 
a) Manutenção das vias aéreas; 
b) Controle dos sangramentos externos; 
c) Mobilização do paciente; (pegadinha: imobilização) 
d) Transporte imediato; 
e) Todas as alternativas anteriores estão corretas. 
 
4) O paciente traumatizado pode apresentar, entre outras alterações, o comprometimento da função neurológica. O 
atendimento das vias aéreas e o controle da coluna cervical é o primeiro passo a ser executado na avaliação primaria 
do paciente. Entre as causas mais frequentes de obstrução de vias aéreas no paciente inconsciente, destacam-se: 
a) Flacidez da língua, bloqueando a hipofaringe; 
b) Esmagamento da traqueia; 
c) Obstrução por corpo estranho; 
d) Edema de cordas vocais; 
e) Broncoespasmo. 
 
5) Ocorreu um acidente envolvendo um caminhão que transportava trabalhadores rurais. Qual das vitimas abaixo deve 
ser atendida primeiro? 
a) Mulher de 23 anos com múltiplas lesões em face, dificuldade respiratória, presença de restos alimentares e sangue em orofaringe. 
Consciente, confusa, dispneica, com roncos aos movimentos inspiratórios e cianose de extremidades; 
b) Adolescente de 15 anos com queixa respiratória em hemitórax direito e presença de enfisema subcutâneo; 
c) Homem de 45 anos com escoriação em hemitórax e hipocôndrio direito. Consciente, sonolento e descorado. PA=80x40mmHg e 
FC=120bpm; 
d) Homem de 40 anos de idade com amputação traumática em membro superior esquerdo com sangramento moderado. Consciente, 
orientado, descorado, PA=80x70mmHg, FC=120bpm e FR=35ipm. 
e) Uma mulher com múltiplos ferimentos cortantes e sangrantes, mais intenso em couro cabeludo e em membro superior direito. 
Consciente, orientada, eupnéica, corada e hidratada. 
 
6) O sucesso ao paciente politraumatizado depende do tempo entre o acidente e o primeiro atendimento. Em alguns 
casos o óbito pode ocorrer em 30´segundos devido a: 
a) Trauma abdominal com lesão hepática; 
b) Fratura exposta de fêmur; 
c) Fratura de bacia; 
d) Trauma torácico com lesão de aorta; 
e) TCE com ECG=10. 
 
7) O processo de identificação e abordagem do politraumatizado constitui ABCDE do trauma preconizado pelo 
ATLS/PHTLS. Este processo de treinamento é muito útil no sentido de alterar o enfermeiro e relação a condições 
rapidamente fatais, e de como seu atendimento a um paciente politraumatizado deve ser realizado. Assinale a 
alternativa correspondente ao quarto passo da sequencia ABCDE: 
a) Vias aéreas (com imobilização cervical); 
b) Incapacidade: estado neurológico; 
c) Respiração e ventilação; 
d) Exposição/controle ambiental: despir completamente o paciente, mas prevenir hipotermia; 
e) Circulação e controle da hemorragia. 
 
8) Um grupo de pessoas no ponto de ônibus por um carro dirigido por um bêbado, houve uma morte no local. Você 
encontra-se de plantão no SAMU, está próximo a cena e é deslocado até que as outras equipes cheguem para auxilia-
lo. Diante dos quadros abaixo, defina a prioridade de atendimento: 
( 1 ) Mulher de 20 anos, inconsciente, responde apenas a dor, apresenta apneia intermitente, PA=90x40, P=125bpm; 
( 4 ) Criança de 7 anos dispneica, chorando forte. Você foi informado que o óbito ocorrido no local era à irmã de 17 anos, PA=90x40, 
P=130bpm; 
( 2 ) Homem de 24 anos dispneico, pode falar claramente mais queixa-se de estar com dificuldade cada vez maior para respirar, está ficando 
muito ansioso, PA=120x70, P=110bpm; 
( 3 ) Homem de 47 anos laceração em face, tórax, abdome e deformidade no fêmur E. Está lucido e apavorado, PA=110x70, P=130bpm; 
 
A
C
ER
V
O
 D
E 
ED
W
A
LL
A
C
E 
A
M
O
R
IM
 
 
A
C
ER
V
O
 D
E 
ED
W
A
LL
A
C
E 
A
M
O
R
IM
 
 
 R: 1, 4, 2, 3. 
Obs. Justificando a questão: 
1º Mulher de 20 anos por está inconsciente, apresentando apneia. 
2º O homem de 24 anos, encontra-se dispneico, queixa-se de dificuldade de respirar, por ter alguma obstrução de vias aéreas. 
3º Homem de 47 anos por apresentar laceração em face, tórax e abdome. 
4º A criança de 7 anos, apresenta choro forte, isso significa que não há obstrução de vias aéreas. 
 
Questões Subjetivas: 
1) Cite duas possíveis lesões que podem ocorrer em cada uma das seguintes situações descritas abaixo, referente aos 
acidentes automobilístico? 
 Impacto frontal: trauma craniano, trauma de coluna cervical, de tórax, torácico abdominal em fígado, baço e grandes vasos sanguíneos. 
 Impacto lateral: lesão de cintura, escapular, fratura de clavícula e ombro, trauma de tórax e trauma abdominal e pélvico com lesões de baço 
e fígado, bacia e fratura de fêmur. 
 Impacto posterior (traseiro): lesões de coluna cervical, que pode ser distensão muscular ou de ligamentos, fraturas de vertebras ou luxações. 
 Capotamento: lesões abdominais e torácicas decorrente do uso do cinto de segurança frouxo sobre o abdômen, lesões de coluna e tórax. 
 
2) Se você encontra-se de plantão no SAMU quando é enviado para realizar um atendimento de um paciente de 40anos 
vitima de colisão de carro X moto, apresenta ECG=8, sangramento oral, abdome distendido e fratura de fêmur E, 
PA=90x40, P=120, R=32. Pergunta-se: 
a) Quais as informações que você julga obter da central de regulação e na chegada à cena? 
R: Se estão presos em ferragens, Nº de vítimas, no local observar se há vazamento de gasolina, se houve morte no local. 
 
b) Quais os indicadores de comprometimento das vias aéreas? 
R: Escala de Glasgow ( 8 ) – Sangramento oral e o nível de consciência rebaixada que pode da queda de língua, FR= 32. 
 
 
COMPLEMENTO 
 
PROJETO SAMU: 
 Iniciou em: São Paulo, Curitiba, Ribeirão Preto, Porto Alegre, Santa Catarina. 
 
SERGIPE: 
 1997: criação do SIET do Corpo de Bombeiros do Estado de Sergipe, integrado ao Centro de Trauma do 
Hospital Gov. João Alves Filho. 
 2002: SAMU ARACAJU. 
 2005: SAMU SERGIPE. 
 
APH - ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR 
 1997: Conselhos Regionais e Federais de Medicina iniciam questionamento sobre a eficácia dos serviços de 
APH. 
EM ÂMBITO FEDERAL: 
 1998: Resolução CFM 1.529; 
 1999: Portaria MS 824; 
 2001: Portaria 814/GM; 
 2002: Portaria 2.048/GM; 
 2003: Resolução CFM 1.671; 
 2003: Portaria 1.864/GM. 
COFEN: 
 Resolução 225/2000; 
 Resolução 260/2001; 
 Resolução 300/2005; 
 Resolução 375/2011. 
 
MODELOS DE ATENÇÃO PRÉ-HOSPITALAR: 
1. Modelo Americano: início no final da década de 60 e é pautado pela atividade desenvolvida por 
profissionais “não médicos” treinados. 
2. Modelo Francês: regulamentado em 1986, mas em atividade há mais de 40 anos. Baseado no princípio da 
regulação e atendimento realizado por médicos. 
 
 
A
C
ER
V
O
 D
E 
ED
W
A
LL
A
C
E 
A
M
O
R
IM
 
 
A
C
ER
V
O
 D
E 
ED
W
A
LL
A
C
E 
A
M
O
R
IM
 
 
ENFERMEIRO - COMPETÊNCIAS/ATRIBUIÇÕES: 
Supervisionar e avaliar as ações