uma mente brilhante
1 pág.

uma mente brilhante


DisciplinaProcessos Decisórios e Planejamento Estratégico18 materiais211 seguidores
Pré-visualização1 página
http://www.profiap.org.br/profiap/eventos/2016/i-congresso-nacional-de-mestrados-profissionais-em-administracao-publica/anais-do-congresso/40659.pdf
A TEORIA DOS JOGOS NO APOIO À TOMADA DE DECISÃO ESTRATÉGICA NAS ORGANIZAÇÕES.
Eliane da Costa Kunt
Resumo
Para manter-se em um mercado competitivo como o atual, as organizações precisam ter suas decisões legitimadas pela sociedade, obter a cooperação dos públicos com os quais interagem, visando o desenvolvimento de uma reputação sólida, um diferencial competitivo perante à concorrência, e com possibilidades de agir frente às constantes mudanças no ambiente em que estão inseridas. O tema da presente Monografia trata da atividade de relações públicas na função de apoio à tomada de decisão estratégica nas Organizações, tendo como objetivos: investigar a relevância/papel da estratégia para relações públicas nas decisões estratégicas organizacionais, evidenciar as relações públicas como função estratégica e discutir sobre as possibilidades da Teoria dos Jogos auxiliarem as relações públicas no exercício da sua função estratégica e no apoio à tomada de decisões estratégicas. Em relação aos procedimentos metodológicos, optamos pela pesquisa exploratória desenvolvida mediante levantamento bibliográfico e documental. O trabalho apresenta três capítulos, nos quais abordamos sobre estratégia, seus conceitos e aplicações, sobre a função estratégica de relações públicas, como mediadora dos relacionamentos e responsável pela construção de cenários orientados para a tomada de decisões estratégicas nas organizações, considerando a interdependência no sistema organização-públicos e sobre as especificidades da Teoria dos Jogos, relacionando-a com os princípios teóricos de relações públicas. Dentre as considerações, cabe-nos destacar, tendo por base as discussões realizadas, que as relações públicas estão capacitadas para atuarem estrategicamente como mediadora dos relacionamentos organizacionais e assessorando o corpo diretivo quanto à tomada de decisão estratégica. Considerando tais observações, entendemos que a Teoria dos Jogos pode auxiliar na construção e análise de cenários, permitindo que a interdependência entre públicos e organização, presente em cada decisão, seja contemplada pela direção, e assim ampliar a visão da organização quanto às implicações e impactos das decisões no relacionamento com os públicos.
http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/graduacao/article/view/17826/11455