A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Resumo de questões fechadas Estrutura de Concreto Armado II

Pré-visualização | Página 5 de 6

necessite de armadura de compressão. Dados: concreto C-30, momento característico (Mk)= 1285 KN.m e aço CA -50. RESPOSTA: 134,13 CM.
14. Considerando uma viga de seção retangular com h= 60 cm, b = 20 cm, e d’ = 3,5 cm, calcular a armadura tracionada, sabendo-se que a peça está submetida a um momento característico de 185 kN.m e são empregados concreto com fck = 20 MPa e aço CA-50. Obs. utilizar as tabelas do professor Libânio M. Pinheiro. RESPOSTA: 16,21 CM².
15. Considerando uma viga de seção retangular com h = 60 cm, b = 20 cm, e d’ = 3,5 cm, calcular a armadura tracionada, sabendo-se que a peça está submetida a um momento característico de 285 kN.m e são empregados concreto com fck = 20 MPa e aço CA-50 Obs. utilizar as tabelas do professor Libânio M. Pinheiro. RESPOSTA: 20,62 CM².
16. Considerando uma viga de seção retangular com h = 40 cm, b = 15 cm, e d’ = 3,0 cm, calcular a armadura tracionada, sabendo-se que a peça está submetida a um momento característico de 125 kN.m e são empregados concreto com fck = 35 MPa e aço CA-50 Obs. utilizar as tabelas do professor Libânio M. Pinheiro. RESPOSTA: 14,38 CM².
17. Admitindo que, por imposição do projeto de arquitetura, a seção retangular de uma viga seja h = 65 cm, b = 14 cm, d’ = 3,5 cm, calcule a área de aço comprimida, sabendo-se que a peça está submetida a um momento característico de 250 KN.m e são empregados concreto com fck = 20 MPa e aço CA-50. RESPOSTA: 4,33 CM².
18. Para a viga de 20cmx50cm, d'=4 cm, concreto C25, aço CA-50 e Momento Característico Atuante de 175kNm, calcule as armaduras de compressão? RESPOSTA: 0,53 CM²
7ª SEMANA
1. Calcular a área de aço de um pilar intermediário, utilizando o método do pilar padrão com curvatura aproximada, com as seguintes características: Pilar biapoiado; d' = 4 cm; Nk = 230 kN; concreto C-25; Aço CA-50; lex = ley = 2,95m; seção de 15 x 25; sendo que a maior dimensão é paralela ao lado x. RESPOSTA: 6,16 CM²
2. Calcular a área de aço de um pilar intermediário, utilizando o método do pilar padrão com curvatura aproximada, com as seguintes características: Pilar biapoiado; d' = 3 cm; Nk = 1071 kN; concreto C-30; Aço CA-50; lex = ley = 2,80m; seção de 20 x 50; sendo que a maior dimensão é paralela ao lado x. RESPOSTA: 14,79 CM²
3. Calcular a área de aço de um pilar intermediário, utilizando o método do pilar padrão com curvatura aproximada, com as seguintes características: Pilar biapoiado; d' = 5 cm; Nk = 460 kN; concreto C-25; Aço CA-50; lex =5,33m; ley = 5,60m; seção de 35 x 60; sendo que a maior dimensão é paralela ao lado y. RESPOSTA: 37,26 CM². 
4. Calcular a área de aço de um pilar intermediário, utilizando o método do pilar padrão com curvatura aproximada, com as seguintes características: Pilar biapoiado; d' = 4 cm; Nk = 2720 kN; concreto C-30; Aço CA-50; lex = ley = 2,95m; seção de 20 x 25; sendo que a maior dimensão é paralela ao lado x. RESPOSTA: 8,21 CM².
5. Calcule o momento fletor mínimo e a excentricidade mínima em cada seção do pilar, considere como sendo um pilar intermediário, dados: Concreto C20; Aço CA-50; d’ – 4 cm; Nk = 875,75 kN; Seção 16 x 50; lex = ley = 275 cm. RESPOSTA: MX = 2791,72 KN.CM; EX = 1,98 CM; MY = 4229,87 KN.CM; EY = 3,00 CM
6. Calcule o momento fletor de primeira ordem e a excentricidade de primeira ordem em cada seção do pilar, considere como sendo um pilar intermediário, dados: Concreto C25; Aço CA-50; d’ 3,0  cm; Nk = 300 kN; Seção 14 x 30; lex  = ley = 400 cm. RESPOSTA: MX = 10,08 KN.M; EX = 1,92 CM; MY = 12,6 KN.M; EY = 2,40 CM.
7. Calcule o momento fletor mínimo e a excentricidade mínima em cada seção do o pilar representado na figura abaixo, considere como sendo um pilar intermediário: Nk = 875,75 kN Seção 18 x 50 lex = ley=275cm. RESPOSTA: MX=3.862,05KN.CM ; EX= 3,00 CM ; MY= 2.626,19 KN.CM ; EY= 2,04CM;
8. Calcule o momento fletor mínimo e a excentricidade mínima em cada seção do o pilar representado na figura abaixo, considere como sendo um pilar intermediário: Nk = 875,75 kN Seção 16 x 50 lex = ley= 275 cm. RESPOSTA: MX = 2.791,72 KN.CM; EX = 1,98 CM; MY = 4.229,87 KN.CM; EY = 3,00 CM;
9. Calcule o coeficiente de esbeltez para o pilar representado na figura a baixo, considere como sendo um pilar intermediário: Nk = 875,75 kN, Seção 18 x 50, lex = l ey = 275 cm. RESPOSTA: EM X = 19,03; EM Y = 52,86.
10. Calcule o coeficiente de esbeltez para o pilar representado na  figura abaixo, considere como sendo um pilar intermediário: Nk = 875,75 kN Seção 18 x 50 lex = ley = 275 cm. RESPOSTA: EM X = 19,03 ; EM Y = 52,86;.
11. Calcular a área de aço de um pilar intermediário, utilizando o método do pilar padrão com curvatura aproximada, com as seguintes características: Pilar biapoiado; d' = 4 cm ; N = 2380 kN; concreto C-30; Aço CA-50; l = l = 2,85m; seção de 20 x 40; sendo que a maior dimensão é paralela ao lado y RESPOSTA: 70,97 CM².
12. Calcular a excentricidade de 2ª ordem de um pilar intermediário, utilizando o método do pilar padrão com curvatura aproximada, com as seguintes características: Pilar biapoiado; d' = 4 cm; Nk = 2380 kN; concreto C-30; Aço CA-50; lex = ley = 2,85m; seção de 20 x 40; sendo que a maior dimensão é paralela ao lado y. RESPOSTA: 0,83 CM
13. Calcular a área de aço de um pilar intermediário, utilizando o método do pilar padrão com rigidez aproximada, com as seguintes características: Pilar biapoiado; d' = 4 cm; Nk = 1.071 kN; concreto C30; Aço CA-50; lex = ley = 2,80m; seção de 20 x 50; sendo que a maior dimensão é paralela ao lado x. RESPOSTA: 13,87 CM².
14. Calcular a área de aço de um pilar intermediário, utilizando o método do pilar padrão com rigidez aproximada, com as seguintes características: Pilar biapoiado; d' = 4 cm; Nk = 785,7 kN; concreto C25; Aço CA-50; lex= ley = 2,80m; seção de 20 x 50; sendo que a maior dimensão é paralela ao lado x. RESPOSTA: 4,93 CM².
15. O que se pode dizer sobre o método do Pilar Padrão com rigidez aproximada: RESPOSTA: PODE SER EMPREGADO APENAS NO CÁLCULO DE PILARES COM Λ≤90, COM SEÇÃO RETANGULAR CONSTANTE E ARMADURA SIMÉTRICA E CONSTANTE AO LONGO DE SEU EIXO.
8ª SEMANA 
1. Calcule o Momento fletor total, NA DIREÇÃO Y de um pilar de extremidade de um apartamento tipo, utilizando o modelo simplificado da NBR 6118, para os cálculos da área de aço utilize o método do pilar padrão com curvatura aproximada. Dados: seção do pilar 20x70, sendo que a menor seção é a x, concreto C-20, Aço CA-50, d'=4cm, comprimento efetivo do pilar lex= ley=280 cm,M1d,Ax=2170 kN.m, força característica atuante no pilar no pilar de 2170 kN. RESPOSTA: 10936,80 KN.CM
2. Calcule a área de aço de um pilar de extremidade de um apartamento tipo, utilizando o modelo simplificado da NBR 6118, para os cálculos da área de aço utilize o método do pilar padrão com curvatura aproximada. Dados: seção do pilar 25x70, sendo que a menor seção é paralela a viga de seção 20x62, concreto C-30, Aço CA-50, d'=4cm, comprimento efetivo do pilar lex=4,23 m (paralelo a menor dimensão do Pilar) ley=4,60 m ( paralelo a maior dimensão do Pilar); Vão efetivo da viga de 6 m, Carga total distribuída na viga de 19 kN/m, força característica atuante no pilar no pilar de 1670 kN. RESPOSTA: 20,70 cm²
3. Calcule o Momento fletor total na direção x, de um pilar de extremidade de um apartamento tipo, utilizando o modelo simplificado da NBR 6118, para os cálculos da área de aço utilize o método do pilar padrão com curvatura aproximada. Dados: seção do pilar 20x70, sendo que a menor seção é a y, concreto C-20, Aço CA-50, d'=4cm, comprimento efetivo do pilar lex= ley=460 cm,M1d,Ax= - M1d,Bx=3260 kN.cm, força característica atuante no pilar no pilar de 1110 kN. RESPOSTA: 5594,4 KN.CM.
4. Com os dados do pilar da figura abaixo, considere como sendo um pilar de extremidade. Determinar o momento fletor de cálculo de 2ª ordem pelo método do pilar-padrão com curvatura aproximada. Concreto C25, Aço CA-50, d’ = 3cm, Nk = 450 kN, Seção 14 x 35, lex  = ley = 320 cm. RESPOSTA: 2057,14 KN.CM.
5. O que se pode dizer sobre o método do Pilar

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.