A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Resumo_ Videografismo ( COM EXERCÍCIOS)

Pré-visualização | Página 1 de 1

RESUMO - VIDEOGRAFISMO
VIDEOGRAFISMO: ORIGENS, CONCEITOS E EVOLUÇÃO
As primeiras vinhetas animadassurgiram a partir da década de 1950quando o cinema americano começou aperder 
audiência para a televisão. Para aumentar o público o cinema passou a investir em publicidade por meio de pôsteres e 
créditos de abertura.
O designer Saul Bass (1920-1996) foi um dos pioneiros na produção de animações para aberturas de filmes. Esse recur-
so quebrava a monotonia e antecipava elementos do filme na vinheta. Entre os grandes trabalhos de Paul Bass pode-
mos citar o filme “Oceans Eleven” (1960), “Anatomia de um Crime” (1959), “Um Corpo que Cai” (1958) e“Psicose”(1960).
O designer Maurice Binder (1925-1991) foi outro designer que deixou sua marca no cinema, responsável pelas vinhetas 
do filme James Bond, explorando silhuetas de mulheres, armas e sangue Essa nova forma de apresentar os créditos 
iniciam uma nova linguagem que atualmente é bastante explorada na televisão.
Até os anos 1970 não havia separação entre a apresentação dos filmes e os intervalos comerciais. Na TV Globo, o dir 
tor Boni criou uma vinheta curtíssima para determinar o início e o fim do intervalo... nascia o famoso Plim, Plim...
Em 1975, Hans Donner foi contratado pela Rede Globo e ao chefiar a equipe de Programação Visual da Globo liderou 
uma revolução nas vinhetas televisivas. Muitos dos trabalhos eram feitos em parceria com a New York Institute of Tech-
nology e pela Pacific Date Image. Só em 1986, criou-se a Divisão de Computação Gráfica na TV GLOBO. 
Em 1981, é lançada a MTV - Music Television, o primeiro canal exclusivamente voltado para música.
Ao contrário do cinema, a vinheta de televisão tem se traduzido como uma importante linguagem artística no vídeo.
A importância da vinheta na televisão é explicada pela possibilidade de zapping do telespectador. Portanto, a vinheta 
ganha uma importância maior porque deve atrair e manter o espectador, desmotivando-o a trocar de canal.
VINHETAS
A) TEASERS 
B) LANÇAMENTO
C) ESTRÉIA
D) INÍCIO DE TEMPORADA
E) MANUTENÇÃO PERIÓDICA
F) MANUTENÇÃO DIÁRIA
G) INSTITUCIONAIS
H) CARONAS
TEASERS: chamadas que têm a finalidade de criar no espectador a curiosidade e o interesse, sem revelar do que se trata;
LANÇAMENTO: chamada que cria espectativa, mas já fornece informações básicas como o nome do programa ou evento.
EX: uma história de amor que a ciência ajudou a construir. Vem aí: O CLONE
ESTRÉIA: chamadas que apresentam todos osdetalhes do programa, promovendo o nome, dia e horário da estréia;
Ex: (Loc. Off: Não existem fronteiras para um grande amor. Mesmo se essa paixão desafia séculos e crenças e tradições. A
ciência também não conhece fronteiras. DIA PRIMEIRO, ESTRÉIA, A NOVA NOVELA DAS OITO, DE GLÓRIA PEREZ, O CLONE.
INÍCIO DE TEMPORADA: chamadas especiaisque promovem o início de competições esportivas, de especiais de fim de ano.
Ex: (Loc. Off: Fim de Ano na GLOBO
MANUTENÇÃO PERIÓDICA: chamada para manter a lembrança do telespectador sobre o produto que não tem veicul 
ção diária, como partidas de futebol.
I) ÚLTIMOS CAPÍTULOS/FINAL DE
TEMPORADA
J) VERTICAIS
K) INTER-PROGRAMA
I) AUDIO de PASSAGEM de BLOCO
M) EDITORIAIS
MANUTENÇÃO DIÁRIA: CHAMADAS DE SUSTENTAÇÃO OU MANUT. Tem por finalidade promover detalhes mais 
importantes de capítulos de novelas ou seriados. Complementada pela menção do nome do programa anterior, com a 
expressão “Depois do Jornal Nacional…assista…
ÚLTIMOS CAPÍTULOS: similares à MANUTS, e com o objetivo de promover os epísódios finais de novelas e miniséries.
INSTITUCIONAIS: servem para campanhas deutilidade pública ou prestação de serviços à comunidade e também 
podem promover o slogan da emissora.
CARONAS: chamadas de 7 segundos que promovem estréias de novos programas. São diferentes das CHAMADAS DE 
ESTRÉIA porque pegam carona na chamada de outros programas.
EDITORIAIS: feitas dentro dos programas de auditório, dos telejornalísticos e das transmissões esportivas. Geralmente 
são pequenos textos falados pelos próprios apresentadores.
VERTICAIS: divulgam vários programas em uma só chamada, seguindo a temporalidade do fluxo da grade verticalizada 
da programação da emissora. Além de ter características institucionais.
ÁUDIO DE PASSAGEM DE BLOCO: chamadas em OFF, duram, no máximo, 7 segundos e são veiculadas sobrepostas à 
vinheta do programa que está sendo exibido.
LINGUAGEM DE CINEMA
O videografismo exploraformasde contar históriasatravés de vários ângulos. Dependendodoenquadramentodacâmera,a 
mensagem pode se tornar uma comédia,um drama,um suspenseou uma cena de terror.
CORTE DIRETO – câmera corta e abre para outra cena;
FUSÃO – imagem sobreposta aoutra;
FLASHBACK – usado para indicar lembranças;
FLASHFORWARD – usado para indicar passagem do tempo;
DISSOLVE/ESCURECIMENTO – usado para mudar de cena;
FREEZE - congelamento daimagem;
INSERTS - tomadas para movimentar o clima;
TRAVELLING – câmera acompanha o personagem;
PANORÂMICA – câmera passeia de um lado para o outro;
PONTO DE VISTA – plano que funde personagem e público;
PLANO SEQUÊNCIA – toda sequência é rodada em um único plano
PLONGÉ – câmera de cima para baixo
CONTRA-PLONGÉ – câmera de baixo para cima 
EXERCÍCIO VIDEOGRAFISMO 
 
QUESTÃO 1 
 
Quem foi Saul Bass e Maurice Binder? Quais são seus maiores trabalhos? 
 
- 
 
 
QUESTÃO 2 
 
Marque corretamente as classificações de vinhetas a seguir: 
 
( ) Fornecem informações básicas do nome do programa ou evento 
 
( ) Apresentam todos os detalhes do programa, mostrando o nome, dia e horário 
 
( ) Classificadas como especiais, promovendo o início de competições esportivas e especiais de fim 
de ano 
 
( ) Geralmente é feita dentro de programas de auditórios, dos telejornalísticos e das transmissões 
esportivas 
 
( ) Servem para manter a lembrança do telespectador sobre o produto que não tem veiculação diária, 
como partidas de futebol 
 
 
a) ESTREIA b) LANÇAMENTO c) MANUNTENÇÃO PERIÓDICA 
 
d) INÍCIO DE TEMPORADA e) EDITORIAIS 
 
 
QUESTÃO 3 
 
Defina os termos de linguagem de cinema: 
 
( ) Corte direto – câmera corta e abre para outra cena; 
 
( ) Fusão – imagem sobreposta aoutra; 
 
( ) Flashback – usado para indicar lembranças; 
 
( ) Flashforward – usado para indicar passagem do tempo; 
 
( ) Dissolve/Escurecimento – usado para mudar de cena; 
 
( ) Freeze - congelamento daimagem; 
 
( ) Inserts - tomadas para movimentar oclima; 
 
 
 a) Flashforward b) Fusão c) Inserts d) Dissolve/Escurecimento e) Corte direto 
f) Flashback g) Freeze 
 
QUESTÃO 4 
 Marque corretamente os movimentos de câmera: 
 
( ) câmera acompanha o personagem; 
 
( ) câmera passeia de um lado para o outro; 
 
( ) plano que funde personagem epúblico; 
 
( ) toda sequência é rodada em um único plano 
 
( ) câmera de cima parabaixo 
 
( )câmera de baixo paracima 
 
 
a) Contra-plongé b)Panorâmica c) Plano Sequência d)Plongé e)Ponto de vista f)Travelling

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.