A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
53 pág.
Aula 12 - Intro Hormonal

Pré-visualização | Página 1 de 2

FISIOLOGIA DO FISIOLOGIA DO 
SISTEMA ENDÓCRINOSISTEMA ENDÓCRINOSISTEMA ENDÓCRINOSISTEMA ENDÓCRINO
IntroduçãoIntrodução
Prof. Gilson de MendonçaProf. Gilson de Mendonça
-- Permite regulação e coordenação dos Permite regulação e coordenação dos 
processos fisiológicosprocessos fisiológicos
-- Mensageiros químicos Mensageiros químicos -- HORMÔNIOSHORMÔNIOS
Substâncias químicas produzidas por órgãos Substâncias químicas produzidas por órgãos 
endócrinos específicos, transportados pelo endócrinos específicos, transportados pelo 
sistema vascular em baixas concentrações, sistema vascular em baixas concentrações, 
capazes de afetar órgãoscapazes de afetar órgãos--alvo distantes, alvo distantes, 
específicos ou não.específicos ou não.
-- Hormônios interagem com receptores Hormônios interagem com receptores 
específicos nas célulasespecíficos nas células--alvo.alvo.
-- Glândulas endócrinas clássicas:Glândulas endócrinas clássicas:
HipotálamoHipotálamo
Hipófise (anterior e posterior)Hipófise (anterior e posterior)
TireoideTireoideTireoideTireoide
ParatireoideParatireoide
SuprarrenaisSuprarrenais (córtex e medula)(córtex e medula)
Gônadas (ovários e testículos)Gônadas (ovários e testículos)
PlacentaPlacenta
PâncreasPâncreas
* Rins e trato gastrointestinal.* Rins e trato gastrointestinal.
-- Endócrinos (glândulas)Endócrinos (glândulas)
SUBDIVISÃO DOS HORMÔNIOSSUBDIVISÃO DOS HORMÔNIOS
-- Neuroendócrinos (neurônios)Neuroendócrinos (neurônios)
OUTROS MENSAGEIROS QUÍMICOS QUE OUTROS MENSAGEIROS QUÍMICOS QUE OUTROS MENSAGEIROS QUÍMICOS QUE OUTROS MENSAGEIROS QUÍMICOS QUE 
NÃO SÃO LIBERADOS NO SANGUE:NÃO SÃO LIBERADOS NO SANGUE:
-- NeurotransmissoresNeurotransmissores
-- Efetores parácrinos e autócrinos (LEC)Efetores parácrinos e autócrinos (LEC)
-- CitocinasCitocinas
1) 1) Proteínas e Proteínas e polipeptídeospolipeptídeos
MaioriaMaioria
CLASSIFICAÇÃO DOS HORMÔNIOS DE CLASSIFICAÇÃO DOS HORMÔNIOS DE 
ACORDO COM A ESTRUTURA QUÍMICAACORDO COM A ESTRUTURA QUÍMICA
Sintetizados a partir de aminoácidosSintetizados a partir de aminoácidos
Variam em tamanhoVariam em tamanho
Armazenados em vesículas secretorasArmazenados em vesículas secretoras
HidrossolúveisHidrossolúveis
Ex: Insulina, Ex: Insulina, glucagonglucagon, PTH, FSH e LH, PTH, FSH e LH
2) 2) EsteróidesEsteróides
Síntese a partir do colesterolSíntese a partir do colesterol
LipossolúveisLipossolúveis
Normalmente não há armazenamentoNormalmente não há armazenamento
Ex: Cortisol, Ex: Cortisol, aldosteronaaldosterona, estrogênio,, estrogênio,Ex: Cortisol, Ex: Cortisol, aldosteronaaldosterona, estrogênio,, estrogênio,
progesterona e testosterona.progesterona e testosterona.
3) Aminas3) Aminas
Derivados da tirosinaDerivados da tirosina
Da tireóide (T4 e T3) Da tireóide (T4 e T3) -- tireoglobulinatireoglobulinaDa tireóide (T4 e T3) Da tireóide (T4 e T3) -- tireoglobulinatireoglobulina
Da medula adrenal (catecolaminas = Da medula adrenal (catecolaminas = epinefrinaepinefrina, , 
noraepinefrinanoraepinefrina e dopamina)e dopamina)
REGULAÇÃO DA SECREÇÃO REGULAÇÃO DA SECREÇÃO 
HORMONALHORMONAL
-- Secreção dos hormônios deve ser ligada e Secreção dos hormônios deve ser ligada e 
desligada conforme a necessidade.desligada conforme a necessidade.
-- Ajustes na secreção por:Ajustes na secreção por:
Mecanismos neuraisMecanismos neurais
Mecanismos de feedbackMecanismos de feedback
Mecanismos neurais:Mecanismos neurais:
-- Secreção de catecolaminas por exemplo:Secreção de catecolaminas por exemplo:
Nervos simpáticos préNervos simpáticos pré--ganglionaresganglionares
Medula Medula suprarrenalsuprarrenal
Catecolaminas na circulaçãoCatecolaminas na circulação
Controle por feedback:Controle por feedback:
-- Mecanismos mais comuns.Mecanismos mais comuns.
“O elemento controlado age sobre o controlador, “O elemento controlado age sobre o controlador, 
amplificando ou diminuindo sua atividade”.amplificando ou diminuindo sua atividade”.amplificando ou diminuindo sua atividade”.amplificando ou diminuindo sua atividade”.
-- Os Os feedbakcsfeedbakcs podem ser negativos ou positivospodem ser negativos ou positivos
1) Feedback negativo:1) Feedback negativo:
-- Alguma característica da ação hormonal, direta Alguma característica da ação hormonal, direta 
ou indiretamente inibe a secreção adicional do ou indiretamente inibe a secreção adicional do 
hormônio.hormônio.hormônio.hormônio.
POR EXEMPLO:POR EXEMPLO:
GNRH
LH
1) Feedback positivo:1) Feedback positivo:
-- Menos comum.Menos comum.
-- Alguma característica da ação hormonal Alguma característica da ação hormonal 
provoca mais secreção do próprio hormônio.provoca mais secreção do próprio hormônio.provoca mais secreção do próprio hormônio.provoca mais secreção do próprio hormônio.
POR EXEMPLO:POR EXEMPLO:
GNRH
LH e FSH
REGULAÇÃO DOS RECEPTORES REGULAÇÃO DOS RECEPTORES 
HORMONAISHORMONAIS
-- TecidosTecidos--alvoalvo devem conter receptores devem conter receptores 
específicos.específicos.
-- Relação doseRelação dose--resposta (reatividade)resposta (reatividade)-- Relação doseRelação dose--resposta (reatividade)resposta (reatividade)
Amplitude da resposta relacionada à concentração Amplitude da resposta relacionada à concentração 
do hormônio.do hormônio.
-- SensibilidadeSensibilidade
Concentração hormonal que produz 50% da Concentração hormonal que produz 50% da 
resposta máxima.resposta máxima.
-- Reatividade ou sensibilidade podem ser Reatividade ou sensibilidade podem ser 
alteradas por:alteradas por:
Alteração do número de receptoresAlteração do número de receptores
Alteração da afinidade dos receptoresAlteração da afinidade dos receptores
-- Regulação para baixo (Regulação para baixo (downdown regulationregulation))-- Regulação para baixo (Regulação para baixo (downdown regulationregulation))
Número ou afinidade dos receptores diminuiNúmero ou afinidade dos receptores diminui
-- Regulação para cima (Regulação para cima (upup regulationregulation))
Número ou afinidade dos receptores aumentaNúmero ou afinidade dos receptores aumenta
1) Regulação para baixo:1) Regulação para baixo:
-- Hormônio diminui o número ou afinidade de Hormônio diminui o número ou afinidade de 
receptores no tecidoreceptores no tecido--alvo.alvo.
-- Objetivo é diminuir a sensibilidade.Objetivo é diminuir a sensibilidade.
-- Resposta diminui mesmo que os níveis hormonais Resposta diminui mesmo que os níveis hormonais 
permaneçam elevados.permaneçam elevados.
2) Regulação para cima:2) Regulação para cima:
-- Hormônio aumenta o número ou afinidade de Hormônio aumenta o número ou afinidade de 
receptores no tecidoreceptores no tecido--alvo.alvo.
-- Objetivo é aumentar a sensibilidade.Objetivo é aumentar a sensibilidade.
-- Por exemplo:Por exemplo:
�� ProlactinaProlactina = receptores na mama.= receptores na mama.
�� Hormônio do crescimento = receptores no músculoHormônio do crescimento = receptores no músculo
esquelético e fígado.esquelético e fígado.
�� Estrogênio = receptores no útero.Estrogênio = receptores no útero.
-- Hormônios também podem regular, para cima ou Hormônios também podem regular, para cima ou 
para baixo, receptores de outros hormônios, por para baixo, receptores de outros hormônios, por 
exemplo:exemplo:
Estrogênio regula para cima receptores de LH nos Estrogênio regula para cima receptores de LH nos 
ovários.ovários.
Estrogênio regula para cima receptores de LH nos Estrogênio regula para cima receptores de LH nos 
ovários.ovários.
Progesterona regula para baixo receptores de Progesterona regula para baixo receptores de 
estrogênio nos estrogênio nos tecidostecidos--alvoalvo
SISTEMA ENDÓCRINOSISTEMA ENDÓCRINO
Hipotálamo e HipófiseHipotálamo e HipófiseHipotálamo e HipófiseHipotálamo e Hipófise