DEFESA DO USUÁRIO E SIMPLIFICAÇÃO III
11 pág.

DEFESA DO USUÁRIO E SIMPLIFICAÇÃO III


DisciplinaAtividades Complementares2.868 materiais21.503 seguidores
Pré-visualização4 páginas
Iniciado em
	terça, 28 mai 2019, 19:22
	Estado
	Finalizada
	Avaliar
	27,00 de um máximo de 30,00(90%)
Parte superior do formulário
Questão 1
Correto
Atingiu 3,00 de 3,00
Marcar questão
Texto da questão
O Decreto nº 9.094/2017 estabelece diretrizes que devem orientar as relações entre a administração pública e o usuário, bem como práticas de atendimento, formas de racionalização de exigências e troca de informações voltadas para a simplificação do atendimento dos usuários dos serviços públicos. Sobre esse assunto, marque a alternativa incorreta:
 
a. Para complementar informações ou solicitar esclarecimentos, a comunicação entre o órgão ou a entidade do Poder Executivo federal e o interessado poderá ser feita por qualquer meio, necessariamente eletrônico. 
Alternativa Incorreta. De acordo com o art. 8º, do Decreto nº 9.094/2017, para complementar informações ou solicitar esclarecimentos, a comunicação entre o órgão ou a entidade do Poder Executivo federal e o interessado poderá ser feita por qualquer meio, preferencialmente eletrônico.
b. A padronização de procedimentos referentes à utilização de formulários, guias e outros documentos é uma boa prática voltada para o atendimento ao usuário.
c. Os órgão e entidades públicas devem atuar de forma integrada e sistêmica na expedição de atestados, certidões e documentos comprobatórios de regularidade.
d. A Presunção de boa-fé é uma das diretrizes direcionadas para a relação entre a administração pública e o usuário.
e. As exigências necessárias para o requerimento do usuário serão feitas desde logo e de uma só vez ao interessado, justificando-se exigência posterior apenas em caso de dúvida superveniente.
Feedback
Sua resposta está correta.
O Decreto nº 9.094/2017 estabelece em seu art. 1º que os órgãos e as entidades do Poder Executivo federal observarão as seguintes diretrizes nas relações entre si e com os usuários dos serviços públicos:
     I - presunção de boa-fé;
     II - compartilhamento de informações, nos termos da lei;
     III - atuação integrada e sistêmica na expedição de atestados, certidões e documentos comprobatórios de regularidade;
     IV - racionalização de métodos e procedimentos de controle;
     V - eliminação de formalidades e exigências cujo custo econômico ou social seja superior ao risco envolvido;
     VI - aplicação de soluções tecnológicas que visem a simplificar processos e procedimentos de atendimento aos usuários dos serviços públicos e a propiciar melhores condições para o compartilhamento das informações;
     VII - utilização de linguagem clara, que evite o uso de siglas, jargões e estrangeirismos; e
     VIII - articulação com os Estados, o Distrito Federal, os Municípios e os outros Poderes para a integração, racionalização, disponibilização e simplificação de serviços públicos.
De acordo com o art. 5º do Decreto nº 9.094/2017, no atendimento aos usuários dos serviços públicos, os órgãos e as entidades do Poder Executivo federal observarão as seguintes práticas:
     I - gratuidade dos atos necessários ao exercício da cidadania, nos termos da Lei nº 9.265, de 12 de fevereiro de 1996;
     II - padronização de procedimentos referentes à utilização de formulários, guias e outros documentos congêneres; e
     III - vedação de recusa de recebimento de requerimentos pelos serviços de protocolo, exceto quando o órgão ou a entidade for manifestamente incompetente.
O art. 6º, do Decreto de Simplificação prevê que as exigências necessárias para o requerimento serão feitas desde logo e de uma só vez ao interessado, justificando-se exigência posterior apenas em caso de dúvida superveniente.
De acordo com o art. 8º do Decreto nº 9.094/2017, para complementar informações ou solicitar esclarecimentos, a comunicação entre o órgão ou a entidade do Poder Executivo federal e o interessado poderá ser feita por qualquer meio, preferencialmente eletrônico.
Questão 2
Correto
Atingiu 3,00 de 3,00
Marcar questão
Texto da questão
Sobre a apresentação do Simplifique!, analise as afirmações a seguir:
I \u2013 Os órgãos e entidades do Poder Executivo federal devem disponibilizar na página principal de seus sítios eletrônicos o link de acesso ao \u201cSimplifique!\u201d.
II \u2013 É vedado campo de identificação do usuário campo no formulário do Simplifique!.
III \u2013 As solicitações de simplificação devem ser apresentadas, exclusivamente, por meio eletrônico, aos órgãos e às entidades do Poder Executivo federal por meio de formulário próprio denominado \u201cSimplifique!\u201d.
Assinale a alternativa correta:
 
a. Somente a afirmativa I é correta. 
Esse item está correto está correto, conforme o art. 2º, da IN Conjunta MPDG/CGU nº 1/2018.
b. As afirmativas I e II estão corretas.
c. Somente a afirmativa II é correta.
d. As afirmativas I e III estão corretas.
e. As afirmativas II e III estão corretas.
Feedback
Sua resposta está correta.
Conforme o art. 2º, da IN Conjunta MPDG/CGU n.1/2018, os órgãos e entidades do Poder Executivo federal devem disponibilizar na página principal de seus sítios eletrônicos o link de acesso ao \u201cSimplifique!\u201d.
De acordo com o art. 14 do Decreto nº 9.094/2017, do formulário Simplifique! deverá constar a identificação do solicitante. Esta identificação se faz necessária para possibilitar ao órgão a apresentação de uma resposta à solicitação recebida. Para a identificação, serão exigidas somente as informações necessárias à individualização do solicitante, conforme determina a IN Conjunta MPDG/CGU n. 1/2018.
Por fim, o art. 13, § 1º, do Decreto de Simplificação, prevê que a Solicitação de Simplificação deverá ser apresentada, preferencialmente, por meio eletrônico, em canal único oferecido pela OGU.
Questão 3
Correto
Atingiu 3,00 de 3,00
Marcar questão
Texto da questão
A Instrução Normativa MPDG/CGU nº 1/2018, que estabelece os procedimentos relativos às solicitações de simplificação de serviços públicos, determina que o órgão ou entidade pública deverá apresentar ao solicitante a resposta do Simplifique!, no prazo de até 30 dias corridos a contar do recebimento da manifestação, prorrogáveis por igual período uma única vez, mediante justificativa prévia e expressa. Sobre os procedimento de classificação e encaminhamentos dos Simplifique!, preencha as lacunas abaixo:
Tratando-se de Resposta
 que manifeste dificuldade no acesso a serviço público esta será encaminhada diretamente à unidade competente para adotar as medidas corretivas, devendo a Ouvidoria responder sobre as providências adotadas em relação à reclamação.
Tratando-se de Resposta
 que descreva exigência injustificável ou necessidade de revisão de procedimentos ou normas, esta será encaminhada para a análise do Comitê Permanente de Desburocratização do órgão ou entidade, a quem caberá elaborar, deliberar e aprovar relatórios individualizados que analisem a viabilidade de adoção das ações de simplificação ou desburocratização solicitadas.
Tratando-se de Resposta
  que manifeste descumprimento das normas previstas no Decreto nº 9.094/2017 a ouvidoria deverá fazer a análise prévia quanto à aderência do fato narrado às normas de atendimento vigentes e, em caso de descumprimento, fazer gestão junto ao agente denunciado a fim de que ele retifique a sua prática.
Feedback
De acordo com o art. os art. 8º a 12 da IN MPDG/CGU n. 1/2018, a Ouvidoria ou agente público designado realizará a análise, classificará e encaminhará o Simplifique! segundo os seguintes critérios:
Tratando-se de solicitação de simplificação que descreva exigência injustificável ou necessidade de revisão de procedimentos ou normas, esta será encaminhada para a análise do Comitê Permanente de Desburocratização do órgão ou entidade, a quem caberá elaborar, deliberar e aprovar relatórios individualizados que analisem a viabilidade de adoção das ações de simplificação ou desburocratização solicitadas. Esses relatórios serão inseridos no Sistema e-Ouv para acompanhamento das partes interessadas.
Assim, caso o Comitê Permanente