SOCIOLOGIA AVALIAÇÃO 2
4 pág.

SOCIOLOGIA AVALIAÇÃO 2


DisciplinaSociologia e Sociologia Jurídica1.608 materiais8.159 seguidores
Pré-visualização2 páginas
SOCIOLOGIA AVALIAÇÃO 2
	1.
	O sociólogo Karl Mannheim (1893-1947) teorizou a existência da racionalidade funcional e a racionalidade substantiva que gravitam no interior da sociedade contemporânea, tanto no que diz respeito ao comportamento dos indivíduos quanto às formas de organizações. As duas formas de racionalidade são antagônicas no que diz respeito aos seus fundamentos. Diante disto, associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- Racionalidade funcional.
II- Racionalidade substantiva.
(    ) Identifica-se pela ação participante e autônoma e consciência crítica do sujeito em relação à realidade.
(    ) Acentuou-se a partir do desenvolvimento da sociedade industrial e está profundamente preocupada em atingir as metas estipuladas no interior de uma organização.
(    ) Está comprometida com questões que resguardam a dignidade do ser humano e a liberdade.
(    ) Caracteriza-se por não considerar aspectos éticos do ser humano, bem como do potencial crítico dos sujeitos.
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	II - I - II - I.
	 b)
	II - II - I - I.
	 c)
	I - I - II - II.
	 d)
	I - II - II - I.
	2.
	As organizações discutidas e classificadas por Morgan (1999) podem ganhar diferentes metáforas, conforme o modelo e sistema em que são gerenciados. Uma das organizações que Morgan identificou é a que funciona como ?organismo?. Para identificar os aspectos que dizem respeito às ?organizações vistas como organismos?, assinale a alternativa CORRETA:
FONTE: MORGAN, G. Imagens da organização. São Paulo: Atlas, 1999.
	 a)
	Concebe as organizações como espaços vivos que se configuram em ambientes de adaptação, competição, seleção e, por fim, sobrevivência.
	 b)
	No interior dessa forma de organização, é enfatizada a eficiência do tempo, o controle de tarefas e produtos e a burocratização dos processos.
	 c)
	Prevê uma estruturação das organizações a partir da centralização, integração e controle das funções e atividades.
	 d)
	Essa forma de organização é comum nas instituições que atuam com comércio exterior, que procuram estar atentas aos aspectos culturais de determinado país e/ou povo.
	3.
	Se por um lado vivemos em um período em que as pessoas têm como meta consumir, por outro lado, há a necessidade de termos matérias-primas suficientes para atender às necessidades humanas. No entanto, muitas das matérias-primas não serão suficientes para atender à grande demanda de consumo, além de haver recursos que não são renováveis. Sobre a necessidade de conservar recursos que não são renováveis, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) As empresas não são questionadas pela comunidade, dessa forma, temas como poluição, desperdícios de recursos naturais, vantagens tiradas de crises, abuso de autoridade, segurança de usuários e consumidores, qualidade de vida e pagamentos inadequados, tem sido uma luta solitária do setor empresarial.
(    ) O quadro apresentado poderia ser desanimador para um futuro próximo, no qual o planeta não teria mais recursos para atender às necessidades humanas. Entretanto, a sociedade de forma lenta tem ficado atenta às consequências que o consumismo desenfreado traz ao meio ambiente.
(    ) Estas questões têm deixado muitas organizações em alerta quanto às formas de usufruir os recursos naturais face às exigências da sociedade, dos tratados ou da legislação e tendem a redirecionar suas condutas perante às formas de conduzir os negócios.
(    ) Um dos maiores desafios que o mundo enfrentará no próximo milênio será fazer com que as forças de mercado protejam e melhorem a qualidade do ambiente, com a ajuda de padrões baseados no desempenho e no uso criterioso de instrumentos econômicos, em um contexto harmonioso de regulamentação.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	F - F - V - V.
	 b)
	V - F - V - F.
	 c)
	V - V - F - F.
	 d)
	F - V - V - V.
	4.
	Nas organizações contemporâneas, em especial as "organizações vistas como cérebro", é possível identificar denominações e abordagens que são oriundas do campo da neurociência, e expressões como cérebro artificial, neurochip, ciências cognitivas, neuromarketing, entre outras, são muito comuns. Com relação às "organizações vistas como cérebro",  classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) O ser humano que pretende fazer parte desta modalidade de organização pode abrir mão das capacidades de conhecer-se a si mesmo, aos próprios limites e potencialidades, e além do mais, de estar sempre aprendendo. 
(    ) A metáfora do "cérebro" aponta para a capacidade de processar informações e ao mesmo tempo aprender em meio a este processo.
(    ) Na medida em que as organizações processam informações, estima-se que também possam autogerir-se, como um cérebro em completo e pleno funcionamento.
(    ) Diante de situações adversas e novas, o "cérebro" configura-se na forma e sistemática da autogestão e da auto-organização.
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	F - V - V - V.
	 b)
	F - F - F - V.
	 c)
	V - F - V - F.
	 d)
	V - V - V - V.
	5.
	Ao estudar as posturas e os comportamentos dos indivíduos e das organizações, o sociólogo húngaro Karl Mannheim (1983-1947) identificou dois modelos diferentes de racionalidades, a ?racionalidade funcional? e a ?racionalidade substantiva?. Com relação à racionalidade substantiva, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) Este modelo de racionalidade encontra-se preocupado em atender meramente aos objetivos e às metas de uma determinada organização e instituição.
(    ) A compreensão dos acontecimentos e fenômenos pelo viés das inter-relações, assim como realização de julgamentos independentes, são princípios possíveis no interior das organizações com essa forma de racionalidade.
(    ) Os valores éticos, os direitos humanos e a liberdade são concepções que essa modalidade de organizações e instituições não dispensa.
(    ) Este modo de racionalidade não se encontra muito atento aos padrões e às hierarquias administrativas, e até possibilita julgamentos independentes com relação à própria organização.
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
FONTE: RAMOS, A. G. A nova ciência das organizações. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1981.
	 a)
	V - V - F - F.
	 b)
	V - F - F - V.
	 c)
	F - V - V - V.
	 d)
	F - F - V - F.
	6.
	A modernidade e a pós-modernidade são dois movimentos que abarcaram a sociedade ocidental após o término da Idade Média e com o desenrolar da Revolução Industrial. A primeira preparou o terreno para o surgimento da segunda. Diante disto, associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- Modernidade.
II- Pós-modernidade.
(    ) É o momento em que é utilizada a tecnologia mecânica, a produção de energia, produtos e bens.
(    ) É conhecida como a sociedade da informação, da produção, da sistematização e socialização do conhecimento. 
(    ) É um período no qual ocorrerá a desconstrução dos discursos totalizadores e globalizantes. 
(    ) É o momento em que a razão, o progresso e a ciência serão tomados como fundamentais ao funcionamento da sociedade.
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	I - I - II - II.
	 b)
	I - II - II - I.
	 c)
	II - II - I - I.
	 d)
	II - I - I - II.
	7.
	A "crise" da Modernidade é um processo de passagem para a Pós-modernidade, é um momento no qual a sociedade tem buscado afastar-se da racionalização e do cientificismo. Segundo Barth (2007), algumas das ideologias presentes na vida do homem pós-moderno são perfeitamente claras e observáveis. Sobre essas ideologias, associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- Permissivismo. 
II- Hedonismo.
III- Relativismo.
(    ) O que se postula é o prazer acima de tudo, a