Livro Macroeconomia - Rudiger Dornbusch-Stanley fischer-Richard Startz
640 pág.

Livro Macroeconomia - Rudiger Dornbusch-Stanley fischer-Richard Startz


DisciplinaMacroeconomia I7.182 materiais108.638 seguidores
Pré-visualização50 páginas
D713m Dornbusch, Rudiger.
 Macroeconomia [recurso eletrônico] / Rudiger
Dornbusch, Stanley Fischer, Richard Startz ; tradução: João
Gama Neto ; revisão técnica: Giácomo Balbinotto Neto. \u2013
Dados eletrônicos. \u2013 11. ed. \u2013 Dados eletrônicos. \u2013 Porto
Alegre : AMGH, 2013.
Editado também como livro impresso em 2013.
 ISBN 978-85-8055-185-3
1. Economia. 2. Macroeconomia. I. Stanley, Fischer.
II. Startz, Richard. III. Título. 
CDU 330.101.541
Catalogação na publicação: Ana Paula M. Magnus \u2013 CRB 10/2052
AMGH Editora Ltda.
2013
Rudiger Dornbusch
Professor de Economia e Gestão Internacional 
do Massachusetts Institute of Technology \u2013 MIT
Stanley Fischer 
Presidente do Banco Central de Israel
Richard Startz
Professor de Economia da University of Washington
tradução:
João Gama Neto
consultoria, supervisão e revisão técnica desta edição:
Giácomo Balbinotto Neto
Doutor em Economia pela USP
Professor do Programa de Pós-Graduação em Economia da UFRGS
Versão impressa
desta obra: 2013
Obra originalmente publicada sob o título
Macroeconomics, 11th Edition
ISBN 0073375926 / 9780073375922
Original edition copyright © 2011 by The McGraw-Hill Companies, Inc., New York, 
New York 10020. All rights reserved.
Gerente Editorial: Arysinha Jacques Affonso
Colaboraram nesta edição:
Editora: Viviane Rodrigues Nepomuceno
Assistente editorial: Caroline L. Silva
Capa: Maurício Pamplona
Leitura final: Joyce Izidoro Prado
Preparação e editoração: Crayon Editorial
Reservados todos os direitos de publicação, em língua portuguesa, à 
AMGH Editora Ltda., uma parceria entre GRUPO A EDUCAÇÃO S. A. e 
McGRAW-HILL EDUCATION. 
Av. Jerônimo de Ornelas, 670
90040 -340 \u2013 Porto Alegre \u2013 RS
Fone: (51) 3027 -7000 Fax: (51) 3027 -7070
É proibida a duplicação ou reprodução deste volume, no todo ou em parte, sob quaisquer 
formas ou por quaisquer meios (eletrônico, mecânico, gravação, fotocópia, distribuição 
na Web e outros), sem permissão expressa da Editora.
Unidade São Paulo
Av. Embaixador Macedo Soares, 10.735 \u2013 Pavilhão 5 \u2013 Cond. Espace Center
Vila Anastácio \u2013 05095 -035 \u2013 São Paulo \u2013 SP
Fone: (11) 3665 -1100 Fax: (11) 3667 -1333
SAC 0800 703 -3444 \u2013 www.grupoa.com.br
A Rhoda e Shelly
e a memória de Rudi, professor/colega/amigo
Os autores
RUDIGER DORNBUSCH (1942 -2002) foi professor de Economia e Gestão Inter na cio-
nal no MIT. Realizou seu trabalho de graduação na Suíça e obteve o título de Ph.D. 
pela University of Chicago. Lecionou em Chicago, em Rochester e, de 1975 a 2002, no 
MIT. Sua pesquisa era principalmente na área de economia internacional, com um 
componente macroeconômico principal. Seus interesses especiais de pesquisa eram 
o comportamento das taxas de câmbio, a alta inflação, a hiperinflação e os proble-
mas e oportunidades que a alta mobilidade de capital representam para as econo-
mias em desenvolvimento. Palestrou extensivamente na Europa e na América Latina, 
onde participou ativamente dos problemas de política de estabilização, e manteve 
compromissos no Brasil e na Argentina. Sua obra inclui os livros Open Economy 
Macroeconomics e, com Stanley Fischer e Richard Schmalensee, Economics.
STANLEY FISCHER é presidente do Banco Central de Israel. Anteriormente, foi vice-
-presidente do Citigroup e presidente do Citigroup International e, de 1994 a 2002, foi 
primeiro diretor -gerente adjunto do Fundo Monetário Internacional (FMI). Foi aluno 
de graduação na London School of Economics e obteve o título de Ph.D. pelo MIT. 
Lecionou na University of Chicago, na mesma época em que Rudi Dornbusch estuda-
va lá, iniciando uma longa parceria de amizade e colaboração. Foi integrante do corpo 
docente do Departamento de Economia do MIT de 1973 a 1998. De 1988 a 1990, foi 
economista -chefe do Banco Mundial. Seus principais interesses de pesquisa são o 
crescimento econômico e o desenvolvimento, a economia internacional e a macroe-
conomia \u2014 especialmente a inflação e sua estabilização \u2014 e a economia de transição. 
<http://www.iie.com/fischer>
RICHARD STARTZ é professor de Economia da University of Washington. Foi estu-
dante da Yale University e obteve seu título de Ph.D. pelo MIT, onde estudou com 
Stanley Fischer e Rudi Dornbusch. Lecionou na Wharton School, da University of 
Pennsylvania, antes de passar para a University of Washington, e também na 
University of California -San Diego, na Stanford Business School, e em Princeton, 
quando esteve de licença. Suas principais áreas de pesquisa são macroeconomia, 
econometria e economia da raça. Na área da macroeconomia, grande parte de seu 
trabalho tem se concentrado nos fundamentos microeconômicos da teoria macroe-
conômica. Seu trabalho sobre a raça é parte de uma colaboração de longa data com 
Shelly Lundberg. <www.econ.washington.edu/user/startz>
Prefácio
Esta 11a edição de Macroeconomia é publicada 31 anos após a primeira. Estamos tão 
surpresos quanto lisonjeados com o retorno que nosso livro recebeu ao longo 
desses anos. Usado nas salas de aula de muitas universidades dos Estados Unidos 
e de outros países, sendo do Canadá à Argentina, por toda a Europa, Austrália, 
Índia, Indonésia, Japão, China, Albânia e Rússia, o livro foi traduzido também 
para muitas línguas. Mesmo antes de a República Tcheca conquistar a indepen\u2011
dência do bloco comunista, uma tradução clandestina foi utilizada nos seminá\u2011
rios de macroeconomia da Charles University, em Praga. Não há prazer maior 
para os professores e autores de livros didáticos do que ver seus esforços obterem 
êxito em todo o mundo.
Acreditamos que o sucesso do nosso livro reflete as características únicas que ele 
traz para o universo da macroeconomia na graduação. Estas características podem 
ser resumidas como segue:
\u2022 \u201cDificuldade compassiva\u201d. Ao longo dos anos, mantivemos a convicção de que o 
melhor livro didático é aquele escrito com respeito entre aluno e professor. O que 
isso significa? Na prática, significa que recorremos a pesquisas recentes, o que não 
é muito usual em livros didáticos de graduação, fornecendo aos alunos um ponto 
de partida para uma exploração mais profunda de vários temas e, aos professores, 
a flexibilidade para detalhar outros temas. Ao mesmo tempo, reduzimos o nível de 
dificuldade do livro, fornecendo explicações simples, enfatizando conceitos acima 
da técnica e inserindo o conteúdo difícil em um quadro mais amplo, para que os 
alunos possam ver a sua relevância. Ressaltamos, ainda, como os dados empíricos 
podem explicar e testar a teoria macroeconômica, ao fornecermos várias ilustra-
ções, utilizando dados do mundo real.
\u2022 Foco em modelos. Os melhores economistas contam com uma rica caixa de fer-
ramentas para analisar várias facetas da economia e aplicar o modelo certo para 
responder a perguntas específicas. Temos focado nosso livro de forma consis-
tente na apresentação de uma série de modelos relevantes para questões especí-
ficas. Esforçamo -nos para ajudar os alunos a compreender a importância de 
uma abordagem com base em modelos para a análise macroeconômica, bem 
como a forma como os vários modelos estão vinculados. Nosso objetivo é produ-
zir alunos que tenham a capacidade de analisar questões econômicas atuais no 
contexto de um quadro econômico de referência, ou seja, de um conjunto de 
modelos macroeconômicos.
X
\u2022 Perspectiva internacional. Para os alunos que vivem em países com economias 
abertas, sempre foi importante entender os elos entre as economias estrangeiras às 
suas próprias. Isso também é cada vez mais verdadeiro nos Estados Unidos, con-
forme as mercadorias e os mercados financeiros ficam mais interligados. Ao reco-
nhecer isso, oferecemos dois capítulos detalhados que discutem os vínculos 
internacionais. O primeiro,